SAINDO DA MATRIX  
   

SAINDO DA MATRIX

Autor Vera Marfeza - veramarfeza@gmail.com

Compartilhe
   

Há muito tempo estou nessa incansável busca sobre a verdade desse planeta e pra minha alegria, encontrei, na década de 90, os textos de David Icke que não só mostraram não estar só naquilo que já sabia, como também tive a oportunidade de me aprofundar mais no conhecimento.

Depois vieram outros como David Wilcock e mais recentemente, Corey Goode.  Os relatos se tangenciam e mostram um senso comum que eu compartilho, em sua maioria. Mas algo ainda me incomoda e vou dizer exatamente o que seja.

É sabido que ainda estamos num sistema prisional, capitaneados pelos Anunnakis, que há milhares de anos, abriram as portas para a colonização desse planeta, pelos reptilianos, draco-reptilianos, greys e muitos outros seres oriundos de muitas galáxias, com a intenção de manipular, geneticamente, os humanos e escravizá-los, através de um processo bem orquestrado e avançado, tecnologicamente, controlando vidas das mais variadas maneiras, gerando uma rede que chamamos Matrix. Os humanos que se renderam a esse domínio do planeta, os Illuminatis corroboraram para o sucesso da missão, em troca de poder e blindagem de suas sucessivas perversas ações. Aproveitaram que esse sistema nosso que chamamos Solar, recebeu todos os exilados de várias partes do Universo, por mal comportamento, que precisavam se recuperar, como num sistema de reabilitação.

Isso para muitos soa como teoria da conspiração, mas é isso mesmo que os opressores querem que você pense. E para a surpresa de muitos, o Obama, ano passado, autorizou a NASA, as Forças Armadas e os órgãos de segurança a divulgarem sobre esses assuntos, com cautela, através de alguns civis escolhidos que já detinham essas informações, pelos seus fiéis informantes desses locais, inclusive, permitindo citar os seus nomes, o que já acontece, desde então com o David Wilcock.

Continuando, a partir desse Estatuto Prisional, aqui instalado, o controle reencarnatório dar-se-ia da seguinte forma. Você vive, cumpre um trajeto de sofrimento, e ao desencarnar é rapidamente capturado por eles que estão na 4ª dimensão, sendo levado, compulsoriamente, para as colônias prisionais, onde lá você encontrará os seus iguais, ou seja com as mesmas crenças limitantes para ter a falsa impressão que conhece a verdade. Quando volta a reencarnar, você já foi convencido que terá que se submeter às “Leis do Karma”.

Claro que há uma grande rede de estratégias você já reencarnado, para te deixar cativo e desorientado, totalmente desconectado do Deus que habita dentro de você,  tais como alimento transgênico, frequência musical padronizada, em 440hz, para desafinar você do Universo, alienação com TV, distrações, moda, religiões com as suas verdades particulares e doutrinárias, bebidas alcoólicas, drogas, cigarro, medicamentos, antidepressivos até para crianças, pedofilia, zoofilia e promiscuidades das mais variadas. Tudo contribui para não deixar você entrar em comunhão com a Fonte Inteligente que está dentro de você. Então, como sair disso? Como sair da Matrix?

Eu sei pelas experiências, em atendimentos espirituais e terapêuticos, que esse sistema reencarnatório de aprendizado pelo caminho da dor, vivendo e desencarnando, para reencarnar e recomeçar o trajeto de aprendizado tem o nome de Roda de Samsara. Também percebi que as pessoas que estão presas nessa Roda, acreditam e são levadas a erro, que para aprender por aqui tem que sofrer toda a sorte de infortúnios, frustrações ou mesmo tragédias. As religiões ajudam a prosseguir nessa premissa falsa de que só existe essa forma de restaurar as más escolhas do passado. Se você em outras vidas destruiu casas por guerras, nessa vida, a sua casa vai cair por terremotos ou algo assim. E o verbo conforme-se você irá ouvir durante todo o percurso.

Temos uma oportunidade, seja em que planeta for, de expandir a nossa consciência e consertar, pela forma inteligente tudo aquilo que não deu certo, seja nessa ou em outra vida. Se você foi aquele que matou criancinhas numa outra vida, que tal se tornar o melhor obstetra, ou pediatra, ou dono de creche, ou simplesmente pai de muitos filhos que você poderia ser? Essa é a forma pelo caminho do amor e nada tem a ver coma Roda de Samsara, pagar karma, sofrer para aprender. Se você insiste nos erros de outras existências, azar o seu, terá a mesma colheita de resultados ruins. Mas poderá ver, de imediato, que não deu certo e não ficar “apanhando” por algo que fez há centenas de anos atrás que você sequer sabe do que se trata, a menos que encontre alguém, assim como eu, que te dirá.

Sair dessa Roda Prisional e de controle que faz você sofrer porque entrou no planeta com um imenso sentimento de culpa (aí eles deitam e rolam para te torturar) requer uma consciente percepção de suas vulnerabilidades e portas abertas para o assédio deles. Você precisa fazer uma reforma intima e mudar aquilo que irá trazer para você as interferências desses seres que bebem e comem de sua agonia. A meditação lhe ajudará nessa busca. A vigilância em suas escolhas e seus sentimentos, porque só se muda quando focaliza-se o que seja. Assim como a dor nos alerta para algo em desarmonia no nosso corpo, levando a nossa consciência rapidamente ao local dolorido e consequente movimentação de nossas defesas naturais, a nossa consciência sobre as nossas más escolhas também faz esse mesmo resultado, nos dando a possibilidade de transformar aquilo que até aquele momento, nos prejudica.

Sair da Matrix é ficar atento ao que você tem de inseguro em relação à vida e suas escolhas, ao que você julga, às suas emoções, principalmente, as reativas, é não ter vergonha e voltar atrás, pedir desculpas e perdoar e se perdoar.

Nesse momento, o planeta vive a sua catarse e vemos as nações ficarem diante de suas más escolhas coletivas, ao longo da história humana. O EUA tiveram esse momento, em que voltou para a sua direção, o que eles ainda acreditam que seja a sua VERDADE- todo cidadão tem que ter uma arma. E cada país deverá se defrontar com as suas crenças equivocadas, como no Brasil que até pouco tempo, acreditava no jeitinho brasileiro, como algo simpático do caráter. Os políticos estão mostrando e devolvendo ao povo, essa crença distorcida, para que ao nos curarmos dessa tradição absurda e desonesta, possamos tomar outro rumo na nossa história.

Se contudo isso você não achar que se blindou, pela vigilância constante de si mesmo, pelas meditações, pela busca do autoconhecimento, eu desenvolvi o trabalho de Rescisão do Contrato Karmico (até o final do ano com redução de investimento), em que você revogará todas as possibilidades de estar enredado por culpa, constrangimento ou mesmo outros motivos, com os seres involutivos que administram a Roda de Samsara, saindo de vez da chamada MATRIX.

Nós não viemos a esse planeta para sofrer e sim para aprender!

No meu site www.veramarfeza.com tem as explicações e vídeos.



Obrigado por votar

Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação:
SAINDO DA MATRIX
5 1

Compartilhe
   

Autor: Vera Marfeza   
Terapeuta, Numeróloga,Rescisão de Contrato Karmico, Coach, Hipnose Clínica, Bioenergética, www.veramarfeza.com.br Há 50 anos atendendo.
E-mail: veramarfeza@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 06/10/2017
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2018 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.