Espiritualidade - experiência espiritual na Luz do Natal

Espiritualidade - experiência espiritual na Luz do Natal

Autor Marcos F C Porto - portomfc@gmail.com

Mais e mais muitos de nós estamos priorizando encontrar iluminação espiritual durante o Natal.  Claro, com tudo o que há para realizar, comprar, embrulhar, assar, escrever, comer, e caso haja tempo, aproveitar a espiritualidade do Natal, o que em algumas comemorações está se tornando a bela adormecida sob a saia ao redor da árvore de Natal.

Vamos então refletir sobre o tema?

Considerando que jornada espiritual é única como experiência para cada um de nós e independentemente das de nossas crenças pessoais, o Natal se presta ao nosso crescimento espiritual.

Caso olhemos para a origem do Papai Noel - que é muito mais espiritual do que acreditamos, ou nos concentremos no nascimento e na vida de Mestre Jesus o Cristo, o Natal é um tempo de renovação espiritual.

A maioria de nós está bastante familiarizada com a história de Natal, onde Maria e José, fugindo da perseguição de Herodes, procuraram por todas as hospedarias e estabelecimentos um lugar adequado para dar à luz ao bebe Jesus e, finalmente, encontraram-se em um estábulo. Mestre Jesus nasceu e seu nascimento foi anunciado como o filho de Deus, chegando a este mundo, sem ser convidado. Uma vez em nosso mundo, um estábulo hospedava algo maior que tudo ao redor.

“E a Palavra se fez carne, e habitou entre nós, e vimos sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e verdade”- João 1:14.

Dependendo do grau de desenvolvimento, onde nos encontramos em nossa jornada espiritual, poderemos aceitar literalmente cada palavra da história do Natal, dando crédito à sua extensão básica, ou acreditarmos que se trata de um conto de fadas nunca acontecido.

De qualquer maneira, no dia de Natal celebramos o nascimento de um ser humano que transitou pela terra, alcançando os solitários, os doentes, os perturbados e os pobres, tentando ensiná-los a viver na Luz Divina do Ser Maior Criador Deus. Faz sentido?

Essa Luz é ainda o que todos nós buscamos! Contamos com essa Luz em nossos momentos mais sombrios, celebramos a Luz ao trazer seu Poder para nossas vidas.

Esta é a Luz, a espiritualidade, que é o Natal! Essa é a orientação em que, ao menos uma vez ao ano, temos o privilégio de poder abraçar, celebrar e consagrar.

À medida que oferecemos às nossas famílias o alimento de Natal, proporcionando-lhes a devoção de ofertas de amor e paz, estamos todos exultando a Luz de Natal de forma mais forte e comprometimento.

Somos, obviamente, seres humanos espirituais. Cada um de nós tem temporadas de Natal que talvez não pudemos sentir ou emitir a Luz tão fortemente quanto em outros anos. Naqueles Natais que passam sem o Poder da Luz, sentimos a ausência dessa presença.

Muitas vezes, o estresse e ocorrências de tristeza em torno do Natal ofuscam essa Luz o suficiente para que, caso não sejamos cuidadosos, sentirmos sua falta por completo.

Termos disponibilidade para aproveitar a Luz todos os dias durante o período do Natal poderá nos ajudar a garantir sua presença durante todo o processo.

Comunicações espirituais reflexivas e tranquilas nas primeiras horas do amanhecer ou na quietude da noite irão nos ancorar, nos centrando na Luz, mantendo-a como parte de nossos sentimentos, pensamentos e ações cotidianas. Correto?

A história de Mestre Jesus e a vida que ele viveu na Terra tem poderosos significados e mensagens que podem se aplicar ao dia a dia da vida.

Muitos de nós sentimos falta disso. Às vezes, quando crianças, os conceitos não foram transmitidos para nós de maneira que realmente pudéssemos entender. Sentávamos ouvindo aulas que não entendíamos muito bem a ideia por trás da oração, e assim para muitos de nós, não fomos ensinados sobre a conexão sentimental que poderíamos ter através da experiência espiritual na Luz do Natal. Memorizamos orações, passagens do Evangelho e histórias, e até entendemos que o Natal estava em vigor, celebrando o "aniversário de Jesus", mas para muitos de nós ao atingirmos vida adulta, não pudemos determinar onde religião e espiritualidade participariam no cotidiano em nossas vidas.

Aqueles entre nós que escolheram seguir o curso da vida sem o legítimo, reconhecimento do significado da celebração do Natal a ausência do vínculo espiritual é maior do que em qualquer outra época do ano.

O aspecto maravilhoso e absolutamente perfeito disso é que nunca perdemos o barco. Está sempre disponível para subirmos a bordo e nos unirmos todos na experiência espiritual na Luz Natal, isso se aplicando diretamente a cada um de nós. Está claro?

Natal é o nosso lembrete anual de que a Luz que escolhemos abraçar, seja em qualquer nível, está lá para nós, brilhando como sempre.

Natal é uma ponte. Precisamos de pontes à medida que o rio do tempo flui. O Natal de hoje pode significar criarmos horas alegres para o amanhã e revivermos as de ontem.

Para aqueles entre nós que não estão sentindo oferecer o suficiente para a própria saúde espiritual, o Natal é a oportunidade para aprofundar a espiritualidade.

Por outro lado os que entre nós celebram a Luz todos os dias, o Natal oferece a magia poderosa e explosiva para celebrar o que pudermos imaginar.

O melhor de tudo, a experiência espiritual na Luz do Natal significa o espírito de amor, época em que o Amor do Ser Maior Criador Deus é compartilhado entre nós, prevalecendo sobre ressentimentos e amarguras sejam em sentimentos, pensamentos e ações.

Voltaremos ao assunto.

Texto Revisado

 



Compartilhe
   

Autor: Marcos F C Porto   
Marcos F C Porto – Terapeuta Holístico - Psicoterapia Holística Transpessoal – CRT 44432, Diplomado em ITC - Integrated Therapeutic Counselling, Stonebridge, UK, trabalha auxiliando pessoas na busca da sua essência, editor do OTIMIZE SEU DIA!, autor do livro - Redescobrindo o Eu Verdadeiro, facilitador de Grupos de Reflexão.
E-mail: portomfc@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 09/12/2018




Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2019 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.