Home > Autoconhecimento

Espiritualidade - experiência espiritual na nossa autocultivação - 2ª parte
por Marcos Porto

Espiritualidade - experiência espiritual na nossa autocultivação - 2ª parte

Nesta segunda parte da nossa reflexão, iniciamos por afirmar que Alma não é conceito ou ideia. Não é a manifestação em que devemos "acreditar" para experimentar. Nem a experiência de Alma requer fé, exceto talvez as formas de fé que nos são transmitidas: fé em si mesmo, fé nos processos de crescimento espiritual, e aprendizado, fé de quem se esforça por algo para ser recompensado.

Vamos continuar a refletir?

Nossa autocultivação na vivência de Alma ou consciência espiritual é a experiência real de sentimento, percepção e vibração de energia autocultivada nas práticas espirituais para um resultado definido. Essa consciência espiritual adquirida na autocultivação ao longo de anos de prática, é um processo de domínio e autotransformação pessoal, recondicionando e aperfeiçoando a nós mesmos.

Começaremos a experimentar essas autotransformações de alguma forma relativamente rápida, ao menos. No entanto, em geral, levará alguns anos de prática para que essas autotransformações realmente tomem forma em nosso comportamento, percepção, mente e vida, assim como o conhecimento ou habilidade em qualquer arte. É como o progredir do dom do músico iniciante até compor sinfonias.

A diferença é incrível, só leva tempo!

Consciência espiritual na experiência da autocultivação nasce do processo de refinamento através da disciplina espiritual consciente que, com o tempo, transformará completamente o modo como pensamos, sentimos, percebemos, nos relacionamos com os outros, aprendemos, agimos e criamos - literalmente, todos os aspectos de nossas vidas. Faz isso sem que necessariamente tenhamos consciência das transformações conforme elas ocorrerem, porque são sutis e mínimas, mas poderosas. Com o polimento de nossas bordas e construções interiores errôneas, perceberemos um dia que estamos radiantes da forma que nunca vivenciamos antes.

Essas autotransformações manifestam-se em nós mesmos na forma como nos sentimos e nos comportamos, em vez de ocorrerem em transformações externas dramáticas.  É o amor agindo em nós!

A experiência é em retrospectiva na extensão em que nosso progresso e autotransformação pode ser compreendida. No entanto, mesmo assim, é diferente de qualquer outra manifestação, porque torna-se difícil enxergarmos em diferenciar entre quem nós teríamos sido antes, uma vez que chegamos a compreensão de quem sempre fomos, subentendidos às circunvoluções do ego.

Crescimento é parte inevitável da vida, seja físico, mental, espiritual. Quer estejamos realizando que isso aconteça ou não, nossos corpos continuamente se nutrem e se regeneram, nossas mentes continuamente aprendem e expandem, e nossas vidas evoluem continuamente. O espiritual requer querer. Faz sentido?

Quando dizemos experiência espiritual na autocultivação, estamos nos referindo a práticas muito específicas as quais nos engajamos para cultivar diretamente nossa consciência espiritual, promovendo a experiência espiritual.

Consciência espiritual não é uma questão de fé ou crença. É experiência direta no nível superior de ser, nível de consciência e poder interior de cada um de nós.

A experiência espiritual na autocultivação do aqui agora em nossas vidas só pode ser descrita como Divina, na visão do Eu e o Universo revelando perceptivamente nosso potencial ilimitado, e nada menos do que milagroso.

A base da disciplina espiritual está nas práticas que cultivam diretamente nossa consciência espiritual por meio de seus próprios esforços. Como tal, a prática da disciplina espiritual é o comprometimento do nosso querer, de constantemente refinarmos e purificarmos a nós mesmos como seres integrados de Corpo-Mente-Alma de consciência pura e livre vontade. Correto?

Tomás de Aquino (1225-1274) frei dominicano, Doutor da Igreja nos diz: “Assim como a vela não pode queimar sem a chama, nós seres humanos não podemos viver sem uma vida espiritual”.

Os dogmas muitas vezes poderão confundir gerando interpretações que modificam o conteúdo da qualidade da natureza da nossa experiência espiritual. Além disso, poderão promover certa rigidez no pensamento, assim como a mente vinculada na melhor das hipóteses, ou a intolerância agressiva, na pior das hipóteses.

Essas limitações são naturalmente quebradas no processo da experiência e disciplina espiritual, como parte de nosso curso natural em liberar restrições em nossa percepção, para que possamos enxergar o que e quem somos, assim como tudo ao nosso redor é. Conclusões errôneas não poderão persistir quando confrontadas diretamente com as evidências experimentadas. Está claro?

Ser espiritual não é um sistema de crenças, mas a prática do autocultivo espiritual.

Dizer que somos seres humanos espirituais é apenas outra forma de dizer que somos Alma ocupando o corpo. Cada um de nós, é Alma!

Como Almas somos expressões únicas da consciência Divina infinita singular, indivisível do TODO.

Nesta nossa trajetória de vida atual e no nível da experiência espiritual na nossa autocultivação, estaremos identificando e demarcando território com nossos corpos e mentes, ambos ainda entrincheirados nos apegos e graus das circunstâncias de vida, com o nível onde estivermos em nosso desenvolvimento psíquico e no que precisamos trabalhar para autocultivar, crescer e evoluir.

Continuaremos na próxima edição.

Texto Revisado


Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   


Autor: Marcos Porto   
Marcos F C Porto - Terapeuta Holístico - Psicoterapia Holística Transpessoal - CRT 44432, Diplomado em ITC - Integrated Therapeutic Counselling, Stonebridge, UK, trabalha auxiliando pessoas na busca da sua essência, editor do OTIMIZE SEU DIA!, autor do livro - Redescobrindo o Eu Verdadeiro, facilitador de Grupos de Reflexão. 
E-mail: portomfc@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Publicado em 02/03/2019

Veja também
Relacionamento amoroso é um fardo?
Você sabe como fazer o Amor dar certo?
Amor e sexo: escolha a sua fantasia!
Qual é o seu lugar?
Mediunidade e Transtornos Psicológicos
Medo x Inteligência!

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.



Energias para Hoje
quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

energia
I-Ching: 19 – LIN – APROXIMAÇÃO
É tempo de alegria e esperança. Trabalhe, seja perseverante e deixe que os outros se aproximem, pois agir em conjunto será muito benéfico.


energia
Runas: Kenaz
Abertura de caminhos, iluminação e proteção.


21
Numerologia: Otimismo
Cante hoje, mesmo que seja intimamente. Encontre seu melhor sorriso e o mantenha. Ria mesmo das dificuldades será bem fácil superá-las hoje. Dê atenção especial a si mesmo e irradie alegria àqueles que encontra.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. 3 dicas para não deixar seu relacionamento acabar!
2. Poderosa Oração a Afrodite, a Deusa do Amor e da Beleza!
3. Fogo, Terra, Ar e Água
4. Caminhando de Volta para o Lar...
5. Discernimento e crescimento consciencial
6. Urano, regente de Aquário: liberdade ou rebeldia?
7. Sentimentos
8. Vale a pena aguardar o aniversário para fazer a Revolução Solar?

 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa