Problemas para ver o boletim? Acesse: https://www.somostodosum.com.br/boletim/paixao.asp
ESPECIAL STUM: Entrega e Paixão

"... Freqüentemente uma pessoa no que você chama de caminho espiritual parece ter renunciado a todas as paixões terrenas e humanas. O que ela fez foi compreender isso, dar-se conta da ilusão e pôr de lado as paixões que não lhe são úteis - o tempo todo apreciando a ilusão pelo que lhe proporcionou: a chance de ser totalmente livre. Paixão é amar, transformar ser em ação. É o combustível da máquina da criação. Transforma conceitos em experiências.
Paixão é o estímulo que nos leva a expressar o que realmente somos. Nunca negue a paixão, porque isso é negar Quem Você É e Quem Realmente Deseja Ser.
Quem renuncia nunca nega a paixão - simplesmente nega a preocupação com os resultados. Paixão é gostar de fazer. Fazer é ser, como experiência. Contudo, o que é freqüentemente criado como parte do fazer? Expectativas.
Viver sem expectativas - sem necessidade de resultados específicos - é liberdade, santidade. É como Eu vivo".
Do livro "Conversando com Deus" de Neale Donald Walsh


- De repente o ar fica borbulhante, é como se ficasse vivo, animado, saturado de bolinhas de champanhe; tudo muda no ambiente. As cores e os sons se tornam mais suaves, mais leves... é impossível descrever em palavras... mas quem lá está sente e se beneficia, absorvendo no centro do peito parte desta energia contagiante...
Isso acontece quando estamos perto de pessoas verdadeiramente apaixonadas.
Os olhares são carregados de ternura, os gestos são de carinho e respeito, os olhos manifestam um brilho inconfundível que emana diretamente da Alma e que é impossível dissimular. São pessoas como nós, que labutam, lutam, que sabem como enfrentar os permanentes desafios e procuram realizar o melhor a cada instante. Quando estão juntas desfrutam de cada minuto, pois sabem que é precioso e único.
Não importa saber se existe prazo de validade no relacionamento, visto que de fato somos todos pertencentes ao Todo e que não existe divisão ou separação real; na realidade o que conta é a troca, a força multiplicadora da união autêntica que os leva a trilhar caminhos novos, com ação correta, criatividade e uma confiança renovada e inabalável que se alimentam da paixão. Paixão pela vida, que é perfeita e simples quando aprendemos e reverenciamos suas leis que falam de respeito, sinceridade, confiança recíproca e amor incondicional, livre de possessividade e imune à insegurança e à carência de qualquer tipo.

Bom, presenciar uma cena assim foi contagiante e, além de se tornar o tema do especial quinzenal, despertou em mim um renovado impulso, uma espécie de "choque motivacional" que me deu ainda mais garra, vontade e determinação em levar minha missão individual. Isso prova o quanto somos transformados pelo exemplo, magnetizados pelas energias emanadas por outros seres...

Este encontro foi um verdadeiro presente e outra graça se manifestou quando, ao abrir aleatoriamente O livro, cai justamente na página cujo trecho abre o texto... mais sincronicidade? Sabemos que nada é por acaso e a mensagem de hoje é clara. Mais uma vez o Universo gentilmente pede, sugere, que nos tornemos mais e mais confiantes em nossa trajetória, que façamos nossas escolhas ouvindo nosso coração e nos apaixonemos pela vida. Quer encontremos este ar borbulhante à nossa volta, quer tenhamos de criá-lo nós mesmos, expandindo nossos sentimentos e emoções, cada vez mais suaves e repletas de energia de busca, de entusiasmo e força interior.

Creio mesmo que a paixão possa ser o combustível ideal para tudo, além de ser de provisão infinita e, quando bem utilizada, ser totalmente não poluente.
Brincadeiras à parte, a paixão enriquece todos os aspectos de nossa vida, que escolhemos por livre e espontânea vontade, e nos torna desta forma co-criadores do Universo. Dá-nos a coragem para sair de regras velhas, obsoletas e criar em seu lugar novos modelos, seguindo a permanente evolução da natureza, da humanidade, de Tudo que há... não precisamos mais de confrontos, mesmo tendo disposição para manter nossas convicções, e sim de mostrar ao mundo os caminhos do novo tempo e dar o exemplo com nossa vibração, integridade e autenticidade.

Podemos turbinar de paixão tudo que nos atrai. Seremos deste modo excelentes cozinheiros, ou cantores, sábios e amorosos avós, pais e filhos, competentes professores ou alunos, aplicados funcionários ou empresários, hábeis pilotos ou publicitários, indispensáveis faxineiros ou artistas, dedicados amantes ou monges, espiritualizados ou ateus, engenheiros ou taxistas, médicos ou aprendizes...

Vamos mergulhar com toda a paixão no que temos guardado e que é a nossa melhor parte? Vamos transformar o ar de nosso ambiente, transmutar a energia que nos cerca? Sermos exemplo de conduta, livre de preconceitos, de padrões vencidos? Sem deixar de reconhecer em cada nosso semelhante, que ainda não está em nossa sintonia, um irmão de caminhada, mesmo que mais distante da verdade que nos liberta e dirige nosso rumo. Vamos manifestar paixão também com relação à Unidade? Vamos nos lançar na vida, avançando todos a passos firmes, com infinito entusiasmo, curiosidade, confiança, graciosidade e magia?
A vida é perfeita. O Paraíso é aqui na Terra. A mudança depende somente de nós... que Somos Todos UM!

Sejamos abençoados!

Somos Todos UM Sergio - STUM

Para comentar esse boletim especial, clique aqui.

Leia a seguir textos em sintonia com este especial.
ARTIGOS
  • Vivendo consciente de quem Você É
  • Energia: Plantou, Colheu...
  • Não ter apego aos resultados
  • O Deus em mim saúda o Deus em ti
  • Sentir mais... pensar menos...

  • Como o budismo vê o amor
  • Aprendendo a gostar de si mesmo
  • Comece de novo
  • Não basta existir
  • Não sei onde estou!
  • © Somos Todos UM - direitos reservados. Boletim Ano 9, Edição .
    Este boletim foi enviado para 4358219 assinantes.