Nosso momento atual ...

Autor Claudia Giovani - [email protected]
Facebook   E-mail   Whatsapp


Somos seres multidimensionais, isto é, vivemos em mais de uma dimensão ao mesmo tempo, muito embora estejamos mais familiarizados com a terceira dimensão de realidade.

Uma dimensão nada mais é que um nível de realidade, e cada realidade é formada por energia e consciência. Diferentes níveis de energia e consciência formam as diferentes realidades ou dimensões.

Quando nosso nível de consciência se eleva, a energia vibra em uma frequência mais rápida e nos vemos em uma dimensão diferente. E isso nos acontece em nosso dia-a-dia. Podemos perceber claramente pessoas que estão num nível mais elevado ou menos elevado que o nosso.

A terceira dimensão é conhecida por ser a mais densa, isto é, a frequência da energia é mais lenta e nos dá a ilusão da matéria. Em outras dimensões mais elevadas a matéria é cada vez menos densa porque a consciência e a frequência da energia é cada vez mais rápida.

Por consciência podemos entender, a grosso modo, como o nível de percepção da realidade. Quanto mais densa é a frequência da energia, menor a nossa percepção da realidade, ou realidades.

Sendo seres multidimensionais, temos partes nossas que existem em variadas dimensões, todas ao mesmo tempo. Nosso Eu Superior existe numa dimensão diferente da terceira dimensão, existe numa dimensão mais elevada, onde a energia vibra mais rapidamente e o nível de consciência é superior em qualidade. Isto é, nosso Eu Superior nada mais é que nós mesmos experimentando outras realidades.

Não somos conscientes disso o tempo todo porque ao encarnar nesta terceira dimensão passamos pelo chamado "véu do esquecimento" e uma das coisas que esquecemos é precisamente esta: que existimos em diferentes níveis de consciência, energia e realidade.

Em nosso momento atual estamos conseguindo ver mais através desse véu e tendo a oportunidade de nos recordar da nossa totalidade e saber quem somos, de fato.

 


  

A todo momento estamos em contato com nosso Eu Superior. Podemos compará-lo à nossa intuição, que alguns acatam e outros não, mas que está sempre se comunicando conosco. Não nos damos conta disso porque aprendemos a confiar somente no que os nossos cinco sentidos percebem.

Portanto, precisamos mudar as nossas crenças e percepção sobre a realidade que vivemos para estabelecermos uma comunicação mais próxima com esta outra parte de nós, nosso Eu Superior. E para isso, muitos têm utilizado com êxito a meditação com intenção e constância.

Se a meta for clara - conhecer melhor esta parte em você - e houver constância, logo perceberá que seu Eu Superior não é algo separado de você, mas sim você existindo em outra realidade. Muitos o experimentam como anjo de guarda, guia ou mestre espiritual. Não importa, desde que a meta seja clara.

O que ganhamos com isso? Teremos acesso a outros níveis de consciência que podem nos dar uma percepção mais clara e ampla das coisas pela qual poderemos nos conduzir com muito mais facilidade em nossa experiência de vida no planeta Terra.

Texto revisado por Cris


Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 30

Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp

Sobre o Autor: Claudia Giovani   
Claudia Giovani - pedagoga, filósofa e psicoterapeuta. Estuda, traduz e facilita os ensinamentos de Abraham-Hicks sobre a Lei da Atração desde 2005 através de grupos e cursos na Internet. Visite os sites do autor: http://www.shanta.biz/cursos ou http://www.freewebs.com/vidafacil ou http://www.claudiagiovani.blogspot.com
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Atualizado em 15/05/2009



© Copyright 2020 ClubeSTUM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso.