A ausência do amor provoca tragédias. O contrário, bênçãos!

A ausência do amor provoca tragédias. O contrário, bênçãos! Autor Maria Ivone Neto Mourão - [email protected]
Facebook   E-mail   Whatsapp


A ausência do amor provoca tragédias na sociedade e alcança dimensões que nos assustam. Em nome de um "falso amor", observa-se o desenrolar de trágicas situações. Quanto mais as pessoas se distanciam da pureza do amor e se aproximam dos apelos do ego e dos rótulos, elas são conduzidas a um campo de energia que fere ao invés de curar.

O amor é a força criativa da vida. O amor tem o poder de libertar, curar, transformar. O amor é proximidade com o sagrado. Quando encontramos o sagrado em nossa vida despertamos para a criação de uma vida feliz e abençoada. O amor amplia a consciência de que somos capazes de melhorar quando identificamos em nós o laço que nos une ao próximo.

A falta de amor permite que o medo com todas suas camadas de raiva, mágoa, culpa e outros sentimentos negativos, tomem conta de nossos pensamentos e ações criando limites e condicionamentos que aprisionam ao invés de libertar. O contrário é uma libertação. A presença do amor fortalece a fé na vida e a fé acende o entusiasmo para seguir adiante e enfrentar os obstáculos. Ao nutrir o amor estamos semeando em nós e nas relações que cultivamos a comunhão com o divino.

O amor abre espaço para um diálogo franco, aberto e que respeita as diferenças. O amor como base das relações preenche os relacionamentos com uma atmosfera alegre, carinhosa, respeitosa e expande a colaboração, a compaixão, a solidariedade e a positiva troca de experiências que revelam as muitas possibilidades de crescimento que toda pessoa possui quando está no caminho do amor.

O caminho do amor começa dentro de nós. Amar é uma viagem constante que pulsa em nossa essência e é capaz de nos conectar com as vibrações do amor que está no próximo. O amor está em você, encontre sua luz e verá que seu brilho jamais apagará. O reflexo do amor em suas atitudes é uma semente fertilizadora de bênçãos. Alimente o amor em seu cotidiano permitindo que a fluidez da criação floresça em colheitas de aprendizado.

O grande Mestre nos ensina muitas lições em diferentes formas, em todas elas, está registrada nas entrelinhas essa verdade absoluta: "ame a teu próximo como a ti mesmo". Jesus Cristo.

Texto revisado

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 79

Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp

Autor: Maria Ivone Neto Mourão   
Sou aprendiz escrevendo o roteiro de minha estrada. ivonecordeiro.blogspot.com www.marcosturbo.com.br
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Atualizado em 08/04/2011



© Copyright 2020 ClubeSTUM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso.