7 comportamentos que só atrasam a sua vida

7 comportamentos que só atrasam a sua vida
Autor Mariana Viktor - euenos@coachderelacionamento.com.br
Facebook   E-mail   Whatsapp


Você realmente não precisa deles, solte-os sem receio. Se estão rodando no piloto automático, apertar o stop conscientemente pode ser o primeiro passo para entrar num outro nível de vínculo com você mesmo e com a vida.

1 - Evitar tudo que causa medo

Pouca gente tem prazer em sentir medo fora da telinha e da telona, porque somos biologicamente programados para sobreviver. Logo, se causa medo é arriscado e, se é arriscado, é melhor evitar. Esse mecanismo biológico nada tem a ver com o vício da preocupação que faz o alarme da sobrevivência soar sem motivo: é quando paralisamos por evitar qualquer situação que provoque medo, mesmo as que possibilitem realização.

Motivo: o medo antecipatório é muito mais paralisante do que o medo real. Numa situação de risco, nem pensamos. Numa situação de pré-ocupação, a imaginação catastrófica tem muito espaço pra estragar nossa festa. Então reflita sobre o que anda pensando e veja se “e se o pior acontecer?” é a única possibilidade. Já imaginou se tudo der certo? Então, ao menos imagine isso também, porque se dá medinho, sinal de que é importante e pode ser tudo de bom.

2 - Precisar de 100% de certeza

Ok, é gostoso sentir-se seguro para dar o primeiro – ou o 10º passo. Mas se você levar em conta que todo mundo tem receio do desconhecido e que o desconhecido só será conhecido quando for de fato conhecido, não espere estar 100% seguro para dar aquele avante essencial que você anda ensaiando há meses ou anos. Vá! Com frio na barriga e tudo.

Motivo: só na prática é possível ganhar segurança e fazer os acertos necessários.

3 - Confundir-se com seus pensamentos negativos

A cabeça é uma máquina de pensar – e você nem precisa colocar moedinha: ela pensa de graça e sem parar. Gosto muito da sabedoria dos Kahunas (xamãs do Havaí). Eles acreditam que estamos no modo de “memórias” ou no modo de “inspiração”. No modo de “memórias” somos assolados por emoções e pensamentos negativos produzidos no subconsciente a partir de experiências dolorosas do passado e por isso muito lixo vem à tona – às vezes várias vezes por dia, dando a sensação de que estamos presos numa tristeza sem fim. O modo de “inspiração” é quando já realizamos um trabalho de limpeza desses conteúdos dolorosos e os pensamentos que surgem são naturalmente alinhados com o Bem.

Motivo: ao perceber que você não é os seus pensamentos negativos, a sua energia muda pra melhor naturalmente.

4 - Carregar culpas ou sofrer com críticas

Pense um pouco e veja se minha reflexão faz sentido para você: cada pessoa faz o melhor que pode – ninguém busca o pior conscientemente. Uma criança não tem a maturidade de um adulto e você não tem hoje a maturidade que terá amanhã. Portanto, perdoe-se. E perdoe os adultos que ainda se comportam como crianças espirituais ou emocionais em determinadas situações. Lembre-se, também, de que pessoas críticas geralmente revelam as próprias falhas quando apontam o dedo para os outros e isso não tem nada a ver com você, realmente.

Motivo: tem coisas mais úteis pra gente carregar na nossa bagagem pessoal.

5 - Sentir-se vítima do mundo e da vida

Nunca vi sentimento mais destrutivo do que a autovitimização (mesmo eu, que ajudo outros a sair dessa, sou vítima dessa encrenca de vez em quando). Olha quanto estrago ela gera: medos, desistências, timidez, fraqueza de propósitos, desmotivação, culpa, pessimismo, procrastinação, raiva, tristeza, ansiedade, angústia, vazio, solidão e tudo de ruim que você puder imaginar e que talvez eu tenha esquecido de citar aqui. Não entregue seu poder pessoal pra esse sentimento horroroso, não acredite que você é incapaz, frágil, não merecedor. Porque do contrário assim será, mesmo não sendo. Então, reassuma a dignidade sagrada da sua presença interior (sinta você aí dentro!) e prometa a si mesmo que jogará água gelada no próprio rosto cada vez que se perceber sentindo pena de si mesmo ou se achando “o injustiçado”.

Motivo: você pode muito mais do que pensa!

6 - Ficar agarradinho no passado ou no futuro

Solte o apego à sua infância infeliz ou feliz demais (aquela que dá saudade que dói de verdade), solte seus fracassos, seus amores perdidos, seus medos do futuro. Isso tudo é muito difícil, eu sei. Para ajudar sugiro o livro “O Poder do Agora” e, claro, a prática diária de manter sua atenção no aqui/já, sempre que lembrar. Os benefícios? Mais leveza e menos ilusão desnecessária que machuca a alma da gente.

Motivo: o passado, adivinha? Passou! O futuro? Nunca vai chegar: vivemos constantemente no presente.

7 - Ser perfeito

Reparou que buscamos a perfeição para conquistar a sensação de gostar de ser quem somos? Mas... você também reparou no que realmente acontece quando corremos atrás de uma suposta perfeição para só depois nos darmos amor (absurdamente condicional)? O efeito é tão desastrado que equivale a tropeçar no próprio nariz: é que ao buscar a tal perfeição estamos constantemente comunicando a nós mesmos que somos imperfeitos e tentando provar perfeição para os outros. O resultado é acabar perdendo a naturalidade, a autoestima e ainda sofrer de ansiedade, estresse, angústia...

Motivo: nada falta, apenas sobram pensamentos autolimitantes que nos fazem acreditar que não somos perfeitos. Que tal fazer uma lista com suas 10 qualidades? Se ainda não ficar convencido de que você já é uma pessoa completa, peça que amigos apontem as 3 características que mais gostam em você. Aproveite e pergunte a eles sobre seus “defeitos”. Você ficará surpreso ao descobrir que os “defeitos” revelados por eles não são os que você imaginava que tinha...

Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 227



Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp
foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Mariana Viktor   
Meu propósito é conduzir você através de uma jornada gostosa e surpreendente para o seu verdadeiro EU, melhorando o seu relacionamento com você mesmo e com os outros. Currículo: http://www.somostodosum.com.br/e.asp?i=13774 Contato para atendimentos individuais ou de casais em crise: euenos@coachderelacionamento.com.br
E-mail: euenos@coachderelacionamento.com.br | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.