Renunciar para evoluir

Renunciar para evoluir

Autor JOÃO LUIZ SPOSITO - jlsposito@hotmail.com

Saudações, amados!

A frase título é um ponto de reflexão importante, porque na vida como a  conhecemos, quer percebamos ou não, quer concordemos ou não, estamos sempre renunciando algo para então recebermos algo mais, algo novo, algo que possui significado em nossa jornada evolutiva.

Em muitas ocasiões de nossas vidas precisamos renunciar, por exemplo, ao passado para podermos perceber e vivenciar plenamente o momento presente ou mesmo renunciar a hábitos e costumes fortemente construídos ao longo de toda uma vida para podermos receber novas e reveladoras ferramentas de evolução.

Renunciar aos sentimentos de baixa vibração para gerarmos e também recebermos sentimentos de alta vibração, criando frequências vibracionais positivas que irão guiar nosso salto evolutivo, para então adentrarmos no caminho da bondade.

É muito difícil renunciar de verdade, na íntegra, de coração, porém, pode ser feito observando os limites humanos, para ilustrar essa afirmação cito um trecho do Bhagavad-Gita: “De fato é impossível para um ser encarnado renunciar a todas as atividades. Mas aquele que renuncia ao fruto da ação, diz-se que ele renunciou de verdade”.

De todos os tipos de renúncias que devemos praticar, a renúncia mais marcante é aquela que quando praticada nos leva a observar, respeitar, obedecer e fazer  cumprir as diretrizes espirituais que regem nossas vidas e nos impulsionam no caminho da evolução, para tal outro trecho do Bhagavad-Gita demonstra esta verdade: ” Quando alguém executa seu dever prescrito só porque deve ser feito e renuncia a toda associação material e a todo apego ao fruto, diz-se que sua renúncia está no modo da bondade”.

Bem sabemos o quanto é difícil para a grande maioria das pessoas neste mundo renunciar a tanto mal presente, no qual a humanidade está mergulhada, apego material exacerbado, sentimentos de vingança, ódio e competições no mundo dos negócios mundiais, o consumismo materializado, supérfluo, desnecessário e doentio.

Porém, apesar destas notícias não muito animadoras de nosso mundo, uma boa nova chega fulgurante, sim, há luz no fim do túnel, há esperança no caminho do bem, do amor incondicional, do perdão, da solidariedade, da fraternidade e de todas essas e outras mais sementes de evolução que foram semeadas por aqueles que renunciaram de coração para nos dar o exemplo de que pode ser feito.

É desta forma que todos nós poderemos surfar nesta onda evolutiva, transformando nosso mundo, reconhecendo e dando seguimento ao trabalho árduo dos mestres, avatares, santificados, iluminados ou como queiram chamar estes super seres especiais que habitaram este planeta antes de nós.

Renunciar a todo e qualquer mal agora é a palavra de ordem, porque o tempo urge e aqueles que não aproveitarem esta oportunidade não poderão dizer que não foram avisados, não terão direito de reclamar, esses somente terão de aceitar seus destinos como excluídos do salto evolutivo que a humanidade já está executando agora. Portanto, amados, a melhor opção do momento é: “Renunciar para evoluir”.

Renunciem com consciência, de coração e aproveitem a oportunidade única que está a disposição da humanidade.

Sejam felizes

João Sposito - Brasília – DF

Março 2019

Texto Revisado



Compartilhe
   

Autor: JOÃO LUIZ SPOSITO   
João Sposito, atende em Brasília-DF, Terapeuta em Bio energética(par magnético), Reikiano, cromoterapeuta, espiritualista desde 1998, realiza assessoria espiritual personalizada e aconselhamento. Agendamento de consultas: presencial e a distância, (61) 982247680 whatsapp.,
E-mail: jlsposito@hotmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 19/03/2019




Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2019 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.