Plutão direto 4 de outubro

Plutão direto 4 de outubro Autor Fabrizio Ranzolin - [email protected]

Neste dia 4/10, o planeta mais frio e distante do Sol, associado ao deus do submundo, o que carrega as chaves do inferno, Hades ou Plutão, muda de direção no céu nos nativos da Terra.
Plutão, atualmente estacionário desde dia 2 em grau 20 de Capricórnio tropical, retrógrado desde abril, passa para movimento direto a partir desde dia 4, retomando a tônica atual das profundas transformações das estruturas do mundo, desde suas bases.
As ondas tendem a bater cada vez mais forte, chacoalhando a nau e derrubando tudo o que não estiver bem ancorado em seu devido lugar.
A dinâmica atual de transformações intensas na realidade perceptiva é apenas expressão da necessidade premente da mudança que grita no inconsciente.
O mundo e as pessoas não são mais os mesmos faz tempo. Plutão entrou em Capricórnio em 2008 (grande crise econômica mundial). A verdade está forte como a luz do Sol no verão, e já não pode mais ser escondida.
Essa correnteza, onda, ou fluxo dinâmico de sede pela verdade segue cada vez mais aguda, com uma primeira culminação no encontro de Plutão com Saturno, em janeiro de 2020. Haverão outras em 2020...

Plutão, ou Hades da mitologia grega, sequestrou a bela Perséfone, deusa das estações, das flores, frutos, e da fertilidade.
Pela tristeza de seu sequestro, ocorreu a morte das plantas comprometendo a vida sobre a Terra. Foi, então, que houve um acordo entre os deuses, onde Perséfone passou a permanecer um período no submundo e outro no mundo superior com a luz e amor de sua mãe Ceres, deusa da agricultura. Assim se originaram as estações, onde passamos do frio ao calor, ou da escuridão para a luz.
Temos que reconhecer, sentir e vivenciar a dor, luto, raiva e revolta, egoísmo e ignorância. Somente assim, reconhecendo toda a sombra, será possível sermos completos e fortes o suficiente para suportar todo o peso de seguir na direção da luz.
Se não ficou claro, basta verificar o aconteceu com os seres que lutaram pela paz, liberdade e verdade neste planeta, como Gandhi, Luther King, John Lennon ou Joana d’Arc...

Foto da obra “Plutão e Proserpina” de Gianlorenzo Bernini (1598 – 1680) detalhe do site: arteeartistas.com.br
Texto Revisado

 


Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 1

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp

Autor: Fabrizio Ranzolin   
Fabrizio Ranzolin é astrólogo, escritor e professor em cursos holísticos alternativos. Membro CNA Astrologia do Brasil. Ativista ambiental na preservação da natureza.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Atualizado em 03/10/2019



© Copyright 2020 ClubeSTUM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso.