Kuan Yin, “Patrona da Paz”, “Guardiã do Repouso e da Luz da Cura”,

Autor Angela Jabor - angelajabor@hotmail.com

Nenhuma descrição de foto disponível.

Kuan Yin, “Patrona da Paz”, “Guardiã do Repouso e da Luz da Cura”, carrega a Chama Perolada da Compaixão – o caminho que leva à paz, pois traz serenidade, quietude, amor, alegria e cura.
Enquanto o sofrimento de pena nos coloca numa posição superior aos outros, a compaixão é um sentimento que nos leva a ajudar as pessoas a se livrarem de seus sofri-mentos, sem que nos envolvamos com eles. Portanto, devemos nos colocar ao lado delas incondicionalmente, sem que haja de nossa parte qualquer tipo de julgamento e sim um pro-fundo sentimento de ajudá-las a aliviarem os seus problemas.
A compaixão é como um sintoma radiante e contagioso de luz. Se você irradiar a luz que existe dentro de você, acabará difundindo-a por meio do seu exemplo. Quanto mais compaixão você tiver pelas pessoas, mais compaixão elas terão por você e, assim, passarão a viver num estado maravilhoso de bem-aventurança, serenidade e paz. Comece a praticar, diariamente, a compaixão na sua vida e contemple as pessoas à sua volta em vez de julgá-las. Não as menospreze, não sinta inveja nem lhes deseje o mal, só ame-as e permita que o sentimento de amor torne-se um canal entre vocês, na maneira de como se tratam e conver-sam. Demonstre e expresse a energia criativa da sua compaixão e de sua beleza interior.

Há uma história que acho interessante para colocar aqui. Conta-se que:
“Um rapaz procurou Sócrates e disse que precisava contar-lhe algo.
Sócrates ergueu os olhos do livro que lia e perguntou:
O que você vai me contar passou pelas três peneiras?
Três peneiras?
Sim. A primeira peneira é a verdade.
O que você vai me contar dos outros é um fato?
Caso tenha ouvido contar, a coisa deve morrer aí mesmo.
Suponhamos então que seja verdade. Deve então passar pela segunda peneira: a Bondade.
O que você vai contar é coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho,
a fama do próximo?
Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar ainda pela terceira pe-neira: a Necessidade.
Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta?
E arremata Sócrates: – Se passar pela três peneiras, conte!
Caso contrário, esqueça e enterre tudo.
Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e levar discórdia entre irmãos, colegas de planeta.
Devemos ser sempre a estação terminal de qualquer comentário infeliz.”

Lembrando também que:
“Pessoas sábias falam sobre idéias!
Pessoas inteligentes falam de coisas!
Pessoas medíocres falam das pessoas!”

Aprenda a ter e sentir compaixão pelas pessoas e revele a grandeza do seu ser, mesmo nas pequenas coisas. Muitas vezes, o que julgamos ser algo pequeno e insignificante pode não ser para muitos. Se você não puder fazer o bem, não faça o mal. Só o fato de você não fazer o mal, você já está praticando o bem, principalmente para você, pois a pior maldade que você pode lhe fazer é levar o mal para a vida das pessoas. Assim sendo, co-mece a ter compaixão por você mesmo, pois, quando isto você aprender, verá o quanto mais fácil é ter compaixão pelo seu próximo.

Texto do livro "Kuan Yin a Deusa dos Milagres".
link



Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 1

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp

Autor: Angela Jabor   
EU SOU O QUE EU SOU. Nem mais, nem menos, simplesmente EU SOU ... Mais do que já fui, menos do que ainda serei, mas sempre: no passado, no presente, no futuro, independente do tempo, EU SOU O QUE EU SOU.
E-mail: angelajabor@hotmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Atualizado em 24/10/2019



© Copyright 2020 ClubeSTUM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso.