Como arrancar a erva daninha do coração?

Como arrancar a erva daninha do coração? Autor Adriana Mantana - [email protected]
Facebook   E-mail   Whatsapp


Seu coração tem alguma erva daninha? Aquela lá no fundo que você já tentou de “tudo” para retirar e ela continua firme e forte dentro do seu coração.

Pela definição, na natureza, quando existe alguma erva daninha no jardim, as outras plantas correm risco de vida. Pois ela cresce de forma totalmente desordenada e pode sufocar as outras plantas que acabam morrendo.

Agora, vamos para o seu coração, e a erva daninha que pode estar nele matando a sua alegria de viver, sua motivação, autoestima e autoconfiança.

Palavras que você ouviu na infância foram fixadas firmemente em seu coração, além das palavras, mágoas, ressentimentos e repressões que você sofreu ao longo da vida. Os seres humanos são seres totalmente programáveis (fato) e reprogramáveis (aleluia).

Um exemplo clássico: engole este choro menina!

E o choro para onde foi? Fixou firmemente dentro do coração e se tornou uma erva daninha emocional e psíquica.

Depois disso, você foi se tornando cada vez mais fria e distante, como se não aproveitasse verdadeiramente a vida. Aquele tipo de pessoa que não aceita nem ajuda, nem cuidados, nem carinhos, ou seja, tem dificuldade de receber os presentes que a vida vire e mexe oferece.

Isto é péssimo porque, pela Roda da Abundância, não dá para girar a roda, sem o doar e RECEBER. Você literalmente precisa fazer os dois movimentos para fluir com leveza. E se você tem a erva daninha no coração, você só doa e tem dificuldade em receber.

O convite aqui com este texto é para você olhar para o seu coração e perceber quantos bloqueios você tem em relação a receber. Enquanto você continuar alimentando estes traumas, mágoas e ressentimentos, não haverá espaço em sua vida para receber. Porque você é forte demais, tão forte que existe uma armadura e um escudo em volta do seu coração, que cria uma camada de proteção. Só que isto machuca muito, pois, além de lhe proteger de fatores externos, lhe “protege” da vida, na verdade, o impede de viver verdadeiramente.

Como arrancar a erva daninha do coração? Identificando, limpando e integrando em você suas partes perdidas.

O universo não exclui nada, então, compreenda que enquanto não passar por estas três fases não conseguirá viver plenamente.

Inclua quem você excluiu, por conta da dor que viveu no passado. Se não conseguir sozinha, procure ajuda profissional para fazer este movimento de cura. A chave para tudo está em limpar e integrar os excluídos, aqueles que implantaram a erva daninha, no seu coração. E também as suas partes perdidas, é claro.

Caso queira agendar uma sessão de atendimento online comigo CLIQUE AQUI

Abraços.

Adriana Mantana.

Texto Revisado


Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1

Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp

Sobre o Autor: Adriana Mantana   
Bióloga, Terapeuta Integral, Consteladora, Renascedora, Terapeuta ThetaHealer®, Terapeuta de Barras de Access™, Floral de Bach, Radiestesista, Operadora de Mesa Quântica Radiônica, Cromoterapia, PNL, Mestre em Reiki Usui, Hooponopono, Cristaloterapeuta, Giver Deeksha, Terapeuta de Integração Quântica do Ser® e Ativista Quântica. CRTH 4103
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Atualizado em 09/12/2019



© Copyright 2020 ClubeSTUM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso.