Você não precisa ser alguém!

Você não precisa ser alguém!
Autor Paulo Tavarez - paulo.tavarez@cellena.com.br
Facebook   E-mail   Whatsapp


Se você só pensa em chegar lá, vai sofrer quando perceber que não existe nada lá. Nunca existiu, o ‘lá’ é uma ideia apenas, esse ‘lá’ é uma ilusão estúpida, própria do nosso estágio infantil, ele não existe e nem vai existir, simplesmente porque só existe o ‘aqui’, só existe e sempre existiu o que É, aqui e agora. 

Quando negamos a realidade do que somos, quando negamos a experiência e nos refugiamos em um mundo idealizado, nós adormecemos. O grande problema e também o estranho paradoxo, é que adormecidos somos tomados por um desejo constante pelo despertar. Não é coisa de gente insana? Pois é, somos assim mesmo: negamos a realidade e lutamos para sair da ilusão e encontrar a realidade. É como o filho pródigo fanfarrão que torra a sua herança, quebra a cara e depois volta para o mesmo lugar.

Quando você pensa no futuro você entra no futuro e vive nesse futuro. O grande problema é que o futuro não existe, desta forma, não existe esse lugar e nem esse personagem que você criou. Você entrou aonde então? Certamente no mundo de Maya e lá ficou preso. Para o seu Eu Verdadeiro nada aconteceu, nada acontece, ele apenas, como o Pai do filho pródigo, permite que você tenha experiências, pois sabe que voltará com o rabinho entre as pernas, mesmo assim, ele estará de braços abertos. 

O que você ganha quando está nesse mundo de Maya? Simples: preocupação, ansiedade, insegurança e todos os vícios mentais elaborados com a matéria prima do medo. 

Esse mundo precisa ser queimado, destruído, esse personagem precisa morrer, deixar de existir, é isso que todas as forças do Universo trabalham pra realizar. Deus quer que você siga esse cordão de Ariadne até a saída, ele não compactua com essa triste escolha. 

Você não tem culpa de nada, pois sei da pressão que você sempre sofreu da família para ser alguém. Será que existe expressão mais estúpida? “Você precisa ser alguém na vida!” Que vida! Essa vida ilusória da qual somos compelidos a participar? 

Você não precisa ser alguém, na verdade, com o tempo, você vai entender que é justamente o contrário: você precisa deixar de ser alguém, mas isso é tema complexo que merece ser abordado em outro artigo, no momento, a única coisa inteligente que eu posso te recomendar é que você reconcilie-se com a Realidade.

Viver na imensidão do vazio é isso: apenas um sonho. Ao acreditar que você será feliz no futuro e que precisa lutar para isso, você está cometendo um erro que vai custar caro. Agindo desta forma equivocada você simplesmente não percebe que a vida está  passando diante de ti sem a sua presença. A Vida vai cobrar por essa rebeldia, pois você foi posto nesse mundo para testemunhar processos e angariar aprendizados e não agir como um bebê mimado dando tapinhas na colher que tenta alimentá-lo.



Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 44

Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Sobre o Autor: Paulo Tavarez   
Conheça meu artigos: Terapeuta Holístico, Palestrante, Psicapômetra, Instrutor de Yoga, Pesquisador, escritor, nada disso me define. Eu sou o que Eu sou! Conheça mais sobre mim em: www.paulotavarez.com - Instagram: @paulo.tavarez
E-mail: paulo.tavarez@cellena.com.br
Visite o Site do autor e leia mais artigos.