Resistência à mudança

Resistência à mudança
Autor Paulo Tavarez - paulo.tavarez@cellena.com.br
Facebook   E-mail   Whatsapp


Não há nada de errado com os governos, o problema está em você que tem a necessidade de ser governado. 

Não há nada de errado com a justiça, o problema está em você que não compreende a dinâmica da Vida e sente-se injustiçado, por isso, necessita dessas instituições.

Tampouco haveria algo de errado com as religiões, pois elas existem para trazer segurança e conforto àqueles que, como você, vivem na ignorância de sua Verdadeira Natureza e são incapazes de enfrentar os desconfortos da alma. 

A ignorância prende e escraviza a humanidade, não à toa o Mestre Jesus dizia que apenas através do conhecimento da Verdade as pessoas poderiam se libertar.

A ignorância é mãe de todos os medos, cria um mundo ilusório cheio de regras e condicionamentos e nos mantêm encarcerados nele. 

Pobre homem é aquele que acredita ser livre. Goethe tinha razão: ninguém é mais escravo do que aquele que se julga livre sem o ser. Não é possível encontrar a libertação nesse mundo de terceira dimensão. A liberdade só poderá acontecer quando conseguirmos nos libertar de todos os conceitos, condicionamentos, padrões, medos, enfim, quando conhecermos a Verdade.

Pilatos apontou o dedo na cara de Jesus e perguntou: “O que é a Verdade?”. Jesus ficou em silêncio, pois seria impossível explicar o que é o amarelo para uma pessoa cega. A liberdade não pode ser explicada com palavras, pois as palavras fazem parte da linguagem semiótica da mente, são símbolos e mais símbolos que são incapazes de explicar aquilo só poder ser conhecido através da experiência. 

Jesus ficou calado, olhando para aquele homem que representava, naquele momento, toda a humanidade imersa na ignorância. Uma personagem talhada de condicionamentos, nada mais do que isso. 

O estágio desse planeta ainda é muito atrasado, estamos todos vivendo experiências de servidão, temos pouco espaço para sermos nós mesmos e vivemos em busca de aprovação do outro. 

O mundo não vai mudar, somos nós quem temos que mudar, mas isso irá exigir uma disposição enorme para enfrentar um processo de desconstrução interna. 

O maior obstáculo que iremos encontrar, também está em nós, pois somos conservadores e não queremos sofrer os desconfortos comuns da mudança.

Enquanto isso, convivemos com a dor, pois a Lei de Evolução é um princípio Universal, portanto, estamos todos compelidos a evoluir e a nossa resistência estará sempre criando sofrimento. 

Como ensinou Sidharta Gautama, o Buda: “Mudar não dói, o que dói é a resistência à mudança”.
Texto Revisado
 


Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 71

Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Sobre o Autor: Paulo Tavarez   
Conheça meu artigos: Terapeuta Holístico, Palestrante, Psicapômetra, Instrutor de Yoga, Pesquisador, escritor, nada disso me define. Eu sou o que Eu sou! Conheça mais sobre mim em: www.paulotavarez.com - Instagram: @paulo.tavarez
E-mail: paulo.tavarez@cellena.com.br
Visite o Site do autor e leia mais artigos.