Meu conceito de Compaixão!

Meu conceito de Compaixão! Autor Paulo Salvio Antolini - [email protected]
Facebook   E-mail   Whatsapp


Em 2009, escrevi sobre a Compaixão. Em maiúscula porque considero um sentimento nobre. Quando disse a um cliente meu conceito, ele me olhou intrigado e me pediu que explicasse melhor.
Para tal, relembremos como defini Compaixão.

“Compaixão é a compreensão amorosa sobre a limitação temporária de alguém!”
 Significa que tenho em mim a crença que todos podemos melhorar. Acreditar na capacidade humana de se aprimorar e, principalmente, acreditar que nossa missão nesta vida é, basicamente, nosso crescimento e evolução em todos os sentidos.

Ter a compreensão é ter o entendimento das dificuldades humanas. Não significa, em seu nome, sermos omissos ou permissivos.
Ter a compreensão amorosa significa perceber a situação como ela realmente é, agir coerentemente com o que esta situação exige, porém, sem o julgamento crítico que reduz o outro a zero. É fazer o que precisa ser feito, sem a maldade ou a altivez de quem se intitula o dono da verdade.

É ter a consciência que ninguém é superior ou inferior a alguém e que em um futuro, próximo ou distante, aquele que hoje não está bem, terá vencido seus obstáculos e poderá inclusive estar nos ensinando o que ainda não sabemos, pois seremos nós a estarmos na limitação temporária.

Limitação temporária: bloqueio, dificuldade, obstáculo que existe agora, mas será vencido a qualquer momento.

Na visão espiritualista, onde a morte não existe, a superação irá ocorrer ou nesta existência, ou nas próximas, porém, com certeza, ocorrerá.

Em varias situações de consultório escutei: “essa pessoa não tem jeito, não tem solução, não mudará nunca!” Então, eu pergunto: você acredita em Deus? “É claro!”, resposta pronta e imediata. Então falo que é impossível acreditar em Deus e não ter FÉ! Pois crer em Deus é ter em si um estado de FÉ, cultivado a cada momento.

Crer não pode ser e não é algo sentido apenas em um momento. A FÉ é um estado permanente e que se manifesta exatamente nos momentos mais desafiadores de nossas vidas.

Quando temos Compaixão, temos também uma ação de Generosidade com aqueles que mais necessitam.

Texto Revisado


Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 20

Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp

Autor: Paulo Salvio Antolini   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Atualizado em 16/09/2020



© Copyright 2020 ClubeSTUM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso.