Quando foi que você deixou de fazer suas práticas?

Quando foi que você deixou de fazer suas práticas?
Autor Ana Carolina Reis - [email protected]
Facebook   E-mail   Whatsapp


Como foi que você deixou de fazer suas práticas?

Que práticas são essas?
Práticas que te conectam com seu eu verdadeiro, sua essência, que te lembram quem você é.
E quem eu sou? Do que você está falando?
Do eu que escuta além da sua aparência, seu corpo, suas emoções, sua mente.
Do eu eterno que habita sua alma.
Nem me lembro o que me conectava à minha alma... O que era mesmo?
O que te trazia felicidade, conexão, alegria, contentamento, simplicidade e sensação de inteireza?
O que te fazia sentir plena, energizada, preenchida, integrada, realizada?
É aí que você deixou sua prática. Se você nunca a encontrou, nunca é tarde para buscá-la. Há tantas formas de se conectar com nossa Presença Divina: a meditação, a oração, o caminhar em silêncio, o estar na Natureza, o cantar, o dançar... Enfim, a entrega, a rendição do pequeno eu ao mistério do infinito.
Se você sente esse chamado, te convido a velejar e despertar, aprender a navegar em universos multidimensional...
Vem?

Ana
@aurorapachamama

www.espacopachamama.com


Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2



Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp
foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Ana Carolina Reis    
Responsável pelo Espaço Aurora Pachamama. Terapeuta de Práticas Integrativas, com 20 anos de experiência (CRTH-BR 6400 ABRATH). Graduada em Psicologia. Mestre em Seichim e Reiki (Diversos Sistemas). Cristaloterapeuta pela "The Crystal Academy of Advanced Healing Arts". Autora dos livros: "Xô, depressão!" e "A Sabedoria dos Cristais".
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.