O curador Reiki

O curador  Reiki
Autor Ula Léa Schreiner (Sandesha) - [email protected]
Facebook   E-mail   Whatsapp



O CURADOR REIKI


A natureza possui uma capacidade intrínseca e natural de auto preservação, de auto-regeneração e cura, lançando mão de mecanismos próprios na direção da vida, da harmonia e do equilíbrio.
Basta observarmos a força da vida em nossa volta e em todos os reinos. Vejamos por exemplo o reino vegetal com sua capacidade de regeneração e expansão, desde uma semente que germina, até a regeneração de uma mata.
Vemos essa inteligência natural nos animais ao lamber suas feridas ou ao buscar resguardo. Vemos uma mãe que instintiva e amorosamente leva a mão ao local de dor de seu filho. Vemos em cada ser humano ao se tocar em locais de desarmonia, desconforto ou dor.

Portanto, todos somos curadores naturais, e curar é antes de tudo o reencontro com a Força da Vida, com a Sabedoria Maior presente em todo o Universo.
De forma equivocada, conceito de curador as vezes ainda nos remete a idéias de que apenas alguns, com dons especiais ou capacidades extrasensoriais, são curadores. Outras vezes nos leva a delegar nosso poder de cura à tecnologia e ciência. São elementos facilitadores, mas longe de serem a Fonte de onde a cura provém, que está dentro de cada um. Curar é algo natural.

Em se falando de Reiki, que quer dizer “Energia Universal de Vida”, neste contexto fica fácil entender sua abrangência, disponível a qualquer um que queira, como um direito e potencial de todos os seres.

Para se tornar um Curador Reiki, ou um Reikiano ou Canal Reiki, se faz necessário passar por um processo de abertura, uma transmissão presencial dada por um Mestre Reiki. Denomina-se de Iniciação em Reiki ou Processo de Sintonização. Trata-se de um ritual como cerimônia sagrada, e tem a função de fazer a religação do aluno a essa energia.

Juntamente com a Iniciação vem o aprendizado do método, com todas as forma de aplicação, informações sobre a belíssima história do Reiki e a linhagem de mestres até o aluno no momento presente.
Um Mestre Reiki não é um mestre espiritual, não exerce poder sobre seus alunos, mas é alguém que se colocou à serviço do Reiki, da cura, da Luz e expansão de consciência, disponibilizando aos interessados conhecimentos e recursos de ativação e aplicação que também recebeu.
Nosso primeiro Mestre, Dr. Mikao Usui, no Japão era tratado como Sensei que quer dizer professor de alto grau, daí sua a tradução para o inglês como Master e por sua vez para o português como mestre.

No processo de sintonização ao Raio Reiki, acontece um ajustamento vibratório, aumentando a freqüência vibratória e limpeza dos chakras, o que vai permitir a canalização e a transmissão da Energia Universal de Vida. Para melhor entendimento, vamos exemplificar comparando a uma sintonização de um aparelho eletrônico em determinada freqüência ou estação, através das ondas próprias.

Podemos também chamar esse processo de harmonização, uma vez que alinha os vários níveis da fisiologia energética humana, desbloqueando, purificando e vitalizando os canais internos.
Ocorre em todos os centros vitais ou chakras, responsáveis pela captação e distribuição da energia, que assim reativados funcionarão nos moldes originais, aumentando a freqüência e vibração da pessoa, proporcionando uma melhor capacidade de curar e prevenir desarmonias a si próprio e aos outros.

O iniciado passa a perceber cada vez mais um fluxo de energia preenchendo-o e irradiando através de suas mãos. Trata-se de uma condição adquirida e permanente para toda a vida.
Desencadeia-se dessa forma um processo de evolução e cura pessoal, também no nível da consciência, quando há um salto quântico dos centros básicos de sobrevivência, sexo e poder ao chakra do coração, centro do amor Universal.
No Método Reiki, convém lembrar que um curador é aquele que se coloca disponível, vazio, tal qual um bambu oco, para dar passagem a essa Energia Universal de Vida. Canalizar Reiki é compartilhar amor por todos os seres, é mais do que ser alguém que faz, é mais que ser alguém que ajuda aos outros, é sim, deixar a Luz fluir e confiar.

Com sua prática vai se desenvolvendo um estado interno, desprovido e desapegado de expectativas ou exigências, além de qualquer julgamento, em total humildade e entrega. O “Canal Reiki” deixa então de ser alguém, um ego, deixa de esperar um resultado de acordo com concepções próprias.
Espera o Divino atuar, entrega para a Sabedoria maior, enquanto aquele que recebe vai reconectando com essa Energia, inteligente por si mesma, e sem nada fazer, sem nada controlar, tudo acontece. E estar saudável é estar conectado com a verdadeira Fonte.

Um Reikiano que aprendeu a se colocar como canal, vai desenvolvendo uma clareza do que vem do ego, e do que vem da Fonte, sempre que se colocar em estado de oração e presença, canalizando. Não se trata de oração recitada ou repetitiva mas de um estado psíquico de gratidão.
Reiki é uma dádiva que resgatada de práticas milenares, hoje nos é dada a todos, em Simplicidade, Verdade e Amor.

Por Ula Léa Schreiner ( Ma Bodhi Sandesha)
Mestre Reiki e Terapeuta Holística

INSTITUTO HOBEN LOTUS
[email protected]
41-3264-2388
www.stum.com.br/sandesha



Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 34



Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp
foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Ula Léa Schreiner (Sandesha)   
Terapeuta há 26 anos. Mestre Reiki com formação no Brasil, Índia e Espanha, Theta Healer pela THInK, Renascedora, Professora de Reiki, Meditação, Numerologia e Cabala. Com extensa formação holística é graduada e pós graduada em Odontologia, Especializações latu sensu em Terapia Floral e Psicologia Transpessoal e Docência e Prática de Meditação.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.