TOC: transtorno obsessivo compulsivo

TOC: transtorno obsessivo compulsivo Autor Valéria Centeville - valtvp@gmail.com

O transtorno obsessivo compulsivo normalmente está relacionado a traumas ocorridos em vidas passadas ou na vida atual.
Cadu chegou ao consultório com esse diagnóstico que obteve do seu médico psiquiatra. Segundo ele, sua casa tinha que estar sempre super organizada e limpa. Caso contrário, "surtava", ou seja, tinha ataques de medo e raiva e sentia como se algo horrível fosse acontecer.
Perguntei aos seus mentores espirituais o que estava gerando essa doença e, numa sessão de regressão, eles mostraram uma vida passada de Cadu em que ele havia passado por uma guerra na qual muitas pessoas haviam morrido e muitas casas tinham sido destruídas. 
Cadu era um menino nesta encarnação anterior. Ficou órfão e viveu um cenário de muita desorganização e sujeira. Sentiu-se muito impotente diante de tantas perdas, pois ficou sem casa, sem comida, sem família ou um grupo que o acolhesse.
Acabou sobrevivendo de forma muito dura e conseguiu formar uma família, mas não conseguiu ser feliz, pois o cenário de destruição e sujeira o perseguiu durante toda a sua existência. Para compensar sua sensação de impotência sobre a vida, desenvolveu rituais de limpeza e de organização que traziam a sensação de ter algum controle sobre a sua vida.
Na encarnação atual, Cadu era muito controlador, vigiava tudo nos mínimos detalhes devido ao medo de falhar e acontecer alguma tragédia.
Cadu tinha uma personalidade perfeccionista patológica que não admitia erros e isso gerava muitas dificuldades nos relacionamentos, pois não conseguia perdoar.

Nas sessões seguintes, seus mentores espirituais mostraram também outras vidas passadas nas quais seu espírito viveu situações em que se sentiu muito impotente perante à vida. Os rituais que praticava eram uma tentativa de controlar o futuro e evitar que alguma tragédia acontecesse. Mas eram práticas que o faziam perder mais de duas horas por dia e ficava muito irritado com assimetrias e qualquer pequena sujeira ou pequeno erro.
Foram tratadas, no total, dez encarnações passadas traumáticas nas quais havia ocorrido perdas significativas.

Aos poucos, os mentores espirituais de Cadu mostraram para ele que não existem pessoas encarnadas perfeitas e que é impossível que tudo saia perfeito o tempo todo.
Cadu passou a aceitar melhor as imperfeições próprias e dos outros.
Com essa mudança, seus relacionamentos melhoraram e passou a ter paz de espírito.
Suas personalidades passadas que estavam em pânico foram acalmadas e passaram a ajudar na encarnação atual, contribuindo com seus talentos e habilidades.
Os Eus passados que estavam com raiva foram apaziguados. Os rituais não cessaram completamente, mas ficaram bem mais suaves e fáceis de lidar. Sua qualidade de vida melhorou muito e sua produtividade também. Cadu tornou-se uma pessoa muito mais tranquila e feliz. 
A Terapia de vidas passadas já ajudou muitas pessoas a mudarem suas vidas para melhor.
Ela também pode ajudar você! Gostou do texto?
Então curta e compartilhe! Fazer o bem sempre faz bem!
Gratidão, paz e amor,
Valéria Centeville e Leonel Vicente -Terapeutas de vidas passadas.
WhatsApps: 11 9 8444 9975 e 11 9 4236 6486.
valtvp@gmail.com
www.povodooriente.net

www.terapiadevidaspassadas.com
Texto Revisado


Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 5

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp

Autor: Valéria Centeville   
Terapia de vidas passadas. Captação mediúnica. Terapia Reencarnacionista. Terapia Regressiva. Hipnoterapia (hipnose). Terapia Espiritual. Terapia Floral. Canalizações de mensagens dos mentores espirituais. Orientação espiritual. Tarô cigano.
E-mail: valtvp@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Atualizado em 20/10/2019



© Copyright 2020 ClubeSTUM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso.