Mitomania: a mania de mentir

Mitomania: a mania de mentir Autor Valéria Centeville - [email protected]
Facebook   E-mail   Whatsapp


A mitomania é o hábito compulsivo de mentir.
Normalmente, o mitomaníaco mente pra ser aceito, valorizado e/ou amado. O problema é que a mentira tem pernas curtas e, com o passar do tempo, o mentiroso compulsivo vai perdendo amizades, pessoas queridas, trabalho e, até mesmo um relacionamento conjugal, pois ninguém confia na palavra de um mentiroso patológico.

Rodrigo (nome fictício) chegou ao consultório sem emprego, sem um relacionamento amoroso e quase sem amigos. Vivia com a mãe que já era uma senhora bem idosa.
Desde criança, acostumou-se a mentir para impressionar as pessoas. Dizia que seu pai era presidente de uma empresa muito famosa, mas não podia ir buscá-lo na escola porque era um homem de negócios muito ocupado.

Quando adolescente, comprava roupas falsificadas que traziam os nomes de marcas famosas. Dizia-se rico para quem cruzasse o seu caminho, mas, na verdade, era pobre. Estudava a vida de pessoas famosas e mentia, dizendo que era amigo dessas pessoas. Conhecia um pouco de Direito e falava para as pessoas que era advogado.
Fazia tudo isso pra se sentir poderoso, aceito e valorizado. Fingiu ser rico para conseguir se casar com uma mulher de quem ele gostava muito. Mas logo sua máscara caiu.

Ela se sentiu muito traída e enganada por ele e pediu o divórcio. Foi por isso que ele veio fazer terapia: pra tentar reconquistá-la.
Disse-me que queria parar de mentir pra reconquistar sua amada e pra não perder mais nada.

Pedi auxílio aos mentores espirituais e eles mostraram que essa tendência de mentir já vinha de várias encarnações passadas.
Essas personalidades passadas achavam tão normal mentir que o incentivavam a continuar vivendo nesse padrão para obter vantagens.
Ou seja, todos esses Eus passados atuavam em sua psique como auto-obsessores, dificultando sua regeneração na atual encarnação.

Todas as personalidades mentirosas vividas em outras encarnações foram tratadas e entenderam a importância de falar a verdade para que as pessoas pudessem confiar nelas. Esses Eus passados foram reintegrados na alma de Rodrigo e passaram a ajudar a atual encarnação a viver na verdade.

Com o tratamento, a vida de Rodrigo ficou bem mais fácil e simples e ele passou a usar sua criatividade para escrever livros. Através de suas histórias, conseguiu se sentir realizado e encontrou uma mulher que o amava do jeito que ele era. Acabou conseguindo ganhar muito dinheiro fazendo o que mais amava: escrever.

A terapia de vidas passadas já ajudou muitas pessoas a mudarem suas vidas para melhor.
Ela também pode ajudar você! Gostou do texto? Então curta e compartilhe!
Fazer o bem sempre faz bem!!!
Gratidão, paz e amor,

Valéria Centeville e Leonel Vicente -Terapeutas de vidas passadas.
www.terapiadevidaspassadas.com
www.povodooriente.net
WhatsApps 11 9 8444 9975 e 11 9 4236 6486
[email protected]

Texto Revisado


Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 3

Compartilhe Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Sobre o Autor: Valéria Centeville   
Terapia de vidas passadas. Captação mediúnica. Terapia Reencarnacionista. Terapia Regressiva. Hipnoterapia (hipnose). Terapia Espiritual. Terapia Floral. Canalizações de mensagens dos mentores espirituais. Orientação espiritual. Tarô cigano.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.