Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Como diminuir a carência e a solidão

por Rosana Braga
Publicado dia 18/04/2019 22:44:50 em Almas Gêmeas

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Carência é fome de afeto. Solidão é fome de companhia. Porém, ter companhia de outra pessoa nem sempre significa acabar com a carência. Porque, acima de tudo, é aquele que sente carência ou solidão que tem mais poder e capacidade para diminuir ou acabar com elas.

Tem gente comprometida ou que vive rodeada de pessoas e, ainda assim, se sente extremamente solitária e carente. E tem gente solteira e que nem convive diariamente com um número tão grande de pessoas, mas que, ainda assim, está muito bem resolvida com seu próprio amor e sua própria.

De forma alguma quero subestimar a importância das relações. Elas são de fato essenciais e podem nos oferecer alegrias e prazeres incríveis. Mas é fundamental ter clareza de que relações também trazem em sua dinâmica sentimentos com os quais muitas vezes é difícil de lidar.

Além disso, para diminuir carência e solidão, é necessário que haja o mínimo de intimidade, convivência e profundidade nessas relações. A superficialidade, ao contrário, tende a reforçar o vazio e a frustração.

Mas para além da companhia de alguém, a solução mais eficiente, duradoura e inteligente que podemos desenvolver envolve 3 atitudes infalíveis:

Se não conseguir eliminar, não gaste mais do que 15 minutos.
Sim, esse é o tempo máximo de permanência nas redes sociais para quem está se sentindo carente. As redes sociais são o quadro lamentável de uma completa e grande ilusão. Praticamente uma mentira sórdida maquiada de verdade. O que você vai ver ali, além de não te preencher, vai despejar uma boa dose de ácido nesse buraco interior que você vem sentindo. Redes sociais, quando usadas simplesmente para bisbilhotar a vida alheia é veneno mortal. Mas não mata de modo rápido e certeiro, acabando com sua dor. Mata lenta e sadicamente, aumentando consideravelmente seu nível de carência e solidão.

Crie uma cesta de alimentos saudáveis.
Não! Não estou falando de chocolate, sorvete, hambúrguer e afins. Também não precisa ser de frutas e legumes. Não se trata de alimentos para o seu corpo e sim para a sua alma, para o seu coração, para a sua mente. Alimentos que ampliem sua percepção do mundo, que abram sua mente para novas possibilidades, que destravem seus medos e encorajem você a criar novos hábitos, a ter uma nova rotina, mais rica de discernimento, capacidade de escolha e autoconfiança. É preciso ter convicção racional e emocional para rejeitar pessoas nocivas e atrair pessoas nutritivas. Livros, filmes inteligentes, vídeos de profissionais com os quais você se identifica. Enfim, existe um sem fim de conteúdos maravilhosos e disponíveis para que você se dê conta de que há um mundo bem maior do que este desenhado ao redor desses sentimentos que estão te atormentando.

Busque conteúdo para fortalecer sua inteligência emocional.
Realmente não é fácil sozinha. A vida era bem mais simples e com muito menos opções, cobranças e pressões há alguns poucos anos. Hoje, com essa ideia de que você pode tudo e que tudo depende apenas de você, a vida pode facilmente se tornar um grande campo de batalha. E o pior é que você passa dia após dia lutando contra si mesma. Por mais que você faça, nunca parece ser bom o bastante, suficiente o bastante. Isso é loucura no pior grau. Pare de se criticar e de se destruir lentamente. Apenas se questione o que é importante para você e se estiver difícil atingir suas metas, busque ajuda profissional. É tão natural quanto procurar um dentista quando está com dor de dente. Não seja tão rígida consigo mesma.

Carência e solidão nunca vão acabar completamente.

Por mais triste que isso possa parecer, acredite: não é! Estar neste mundo é sentir que falta alguma coisa o tempo todo. E falta mesmo. Estamos em processo de amadurecimento, aprendizado e evolução. Não somos completos por natureza. Nunca seremos. Pelo menos não aqui, nesta dimensão. Além disso, a falta é o que nos impulsiona para a busca, para o crescimento. E a solidão nos lembra o tempo todo que somos individuais, diferentes, separados por uma infinidade de detalhes que nos tornam de fato solitários. Mas podemos criar laços, conexões que aliviam fortemente essa sensação. Amigos são perfeitos para isso. Pessoas com quem temos afinidades e com quem podemos compartilhar nossas ansiedades, nossos medos e nossas lacunas.

No mais, acolha-se sempre. O mais que puder. Acaricie seu corpo, perdoe seus erros e nunca se esqueça de que somos todos vítimas de uma mesma falta de certezas. Nada é certo. Nada é garantido. Nada está posto e é definitivo. E isso pode mesmo nos tornar vulneráveis, mas pode também, felizmente, tornar a vida uma deliciosa, surpreendente e mágica aventura.

Diminuir sua carência e sua solidão é mais fácil algumas vezes e mais difícil outras vezes. Tenha fé na vida. Confie no fluxo. E aposte, sobretudo, que não faria o menor sentido estar aqui simplesmente para sofrer. O sofrimento é parte da condição humana, mas a alegria está sempre à espreita, esperando você enxergá-la e abraçá-la.

Apenas abra seus braços e permita-se!
>> Clique aqui e use novas lentes para ver o mundo e as relações!


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstar
O artigo recebeu 3 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
foto
Rosana Braga é Especialista em Relacionamento e Autoestima, Autora de 9 livros sobre o tema. Psicóloga e Coach. Busca através de seus artigos, ajudar pessoas a se sentirem verdadeiramente mais seguras e atraentes, além de mostrar que é possível viver relacionamentos maduros, saudáveis e prazerosos.
Acesse rosanabraga.com.br para mais conteúdos exclusivos!
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Cuide da sua energia
artigo O Invisível, visível, 2
artigo Quando as Estrelas Descem Para Dançar no Coração do Homem
artigo O poder do desinteresse








horoscopo



As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa