auravide auravide

Comporte-se como uma Princesa


Se você quer ser amada por um príncipe encantado, comporte-se como uma princesa!
Assertiva válida também para os homens: para atrair uma princesa, é preciso agir como um príncipe. No entanto, ainda que este seja o “sonho de amor” da maioria das pessoas, o que mais vejo são mulheres tratando seus homens como sapos e homens tratando suas mulheres como gatas borralheiras. Ou – o que é pior – mulheres se comportando como bruxas e homens, como monstros. Desse jeito, não há sonho que possa se tornar realidade!

Está mais do que na hora de nos comportarmos de forma coerente. Ou seja, precisamos oferecer ao nosso parceiro o mesmo amor que desejamos receber dele. E mais: precisamos enxergar nele (e confiarmos na sua capacidade de ser) o amante que desejamos ter ao nosso lado. Certamente, a rotina rouba muito de nossa inspiração romântica, mas este é o grande desafio do amor: sobrepor-nos às exigências do dia-a-dia e investirmos na possibilidade de vivermos não um casamento nem mesmo um namoro, mas um romance.

Se você ainda não percebeu o quanto seu comportamento influencia no seu relacionamento, pense comigo: você se sente mais estimulado a investir na sua relação quando percebe que suas atitudes são admiradas e aceitas pela pessoa amada ou quando recebe críticas e repreensões diante do que faz?
Quero crer que você tenha ficado com a primeira opção! Príncipes e princesas não precisam, necessariamente, estar inseridos em contos de fadas. Na vida real, pessoas apaixonantes existem e estão, cada vez mais, conscientes da preferência que têm no “mercado de relacionamentos”, principalmente porque são raras.

Assim, sugiro que você comece, o quanto antes, a se comportar como uma pessoa apaixonante. Bom-humor, gentileza, companheirismo e sinceridade são requisitos essenciais. Além disso, é preciso que você saiba – e lembre-se sempre – que qualquer relação de amor requer um mínimo de compaixão e perdão.

Mas não basta exercermos esses predicados somente no momento da conquista. Estamos todos fartos de brutos mascarados de Don Juan ou de neuróticas mascaradas de Afrodite. Queremos sedutores autênticos, comprometidos com a arte de amar um dia após o outro, minuto a minuto, a todo instante.

Estamos todos absolutamente fartos de homens que exercitam sua delicadeza somente da porta para fora, mas quando chegam em casa, transformam-se em carrascos, mal-humorados ou que se reservam o direito de ficar calados, por anos a fio, sem nada compartilhar, sem nada acrescentar, sem nada contribuir para que a vida da mulher amada seja mais prazerosa, mais feliz.
Assim como também estamos fartos de mulheres que se dedicam ao trabalho e aos amigos de maneira absolutamente notável, mas ao chegarem em casa, simplesmente riscam a palavra paciência de seu vocabulário e reclamam, criticam e cobram seus parceiros, fazendo com que eles prefiram estar em qualquer lugar do mundo naquele instante, menos ao lado delas.

E assim, mulheres se reúnem com as amigas para criticarem o homem com quem elas mesmas decidiram – por livre e espontânea vontade – dividir a sua vida; e homens se reúnem com os amigos para falarem sobre mulheres – desde que não sejam as suas. Porque ambos já desistiram de conquistar seus parceiros e vivem conformados com o fato de que relacionamento é assim mesmo.
E se você pensa que estou falando de casamentos com 20, 30 ou 40 anos de duração, não se iluda. Muitos casamentos ainda nem aconteceram e um não agüenta mais o outro. Os namoros estão sendo esmagados pela insensibilidade e pela falta de companheirismo. E o mais triste é que as pessoas estão se conformando com este tipo de relação porque não acreditam que possa haver algo diferente.

Mas como fomos criados para o amor, para o prazer e, principalmente, para a felicidade, nunca paramos de esperar... Mulheres esperam, dia após dia, por um príncipe que chegue de repente e transforme toda a sua vida. E homens, por mais duros que possam parecer, também esperam por uma mulher que os aceite, que os acompanhe e os façam sentir-se mais fortes, mais preparados para os desafios da vida.

Sugiro que você tente compreender, de uma vez por todas, que o amor depende muito mais de como do que de quem. Isto é, a sua própria mulher ou o seu próprio homem pode ser a princesa ou o príncipe que você tanto deseja encontrar. Basta que um e outro mudem sua postura, seu comportamento e sua maneira de se relacionar. A partir de então, uma nova história de amor poderá ser escrita e o final será feliz, inevitavelmente.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2


foto
Rosana Braga é Especialista em Relacionamento e Autoestima, Autora de 9 livros sobre o tema. Psicóloga e Coach. Busca através de seus artigos, ajudar pessoas a se sentirem verdadeiramente mais seguras e atraentes, além de mostrar que é possível viver relacionamentos maduros, saudáveis e prazerosos.
Acesse rosanabraga.com.br para mais conteúdos exclusivos!
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Almas Gêmeas clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa