Home > Almas Gêmeas
O que eu faço quando estou com ciúmes?

O que eu faço quando estou com ciúmes?

por Rosana Braga

Outro dia, fiz essa pergunta para os meus seguidores do Insta e Face e dei 3 opções para que escolhessem o que cada um acreditava que eu faço quando estou com ciúmes.

As opções eram as seguintes:
Finjo que não estou nem aí!
Fico muito brava e vou tirar satisfação.
Falo o que estou sentindo e o que está me incomodando.

Confesso que o resultado foi surpreendente para mim. Porque por mais que eu saiba que as pessoas costumam idealizar umas às outras e, especialmente, alguém que é psicóloga especialista em relacionamento e autoestima, não imaginei que os percentuais seriam tão diferentes.

O fato é que 14,55% das pessoas acreditam que eu finjo que não estou nem aí quando estou com ciúme! Apenas 3,65% que eu fico brava e vou tirar satisfação! E 82%, que é um número bem alto, acreditam que eu falo o que estou sentindo e o que está me incomodando!

Claro que a atitude mais madura e eficiente é a de falar o que a gente está sentindo e o que está incomodando. Ou seja, o mais acertado é ter clareza na comunicação, assumir que os sentimentos são nossos e criar um vínculo e uma cumplicidade com o parceiro.

Mas dois pontos dessa questão chegaram a me preocupar.

O primeiro é que ainda existem pessoas que acreditam que fingir não estar sentindo nada é uma boa opção. Ou seja, vivem "de mentira", mascaradas, protegidas, não entregues, negando sua vulnerabilidade, fazendo "joguinho" na ilusão de que isso fará com que pareçam mais seguras e bem-resolvidas do que o outro.

Porém, realmente aposto (por tudo o que estudo e vivencio nas minhas sessões de psicoterapia com meus pacientes) que quando não podemos nos posicionar por inteiro, com toda a nossa força, mas também com toda a nossa fragilidade, torna-se impossível construir um relacionamento afetivo baseado em conexão e verdade.

Portanto, não, eu não finjo que não estou nem aí! Essa não é uma opção, até porque eu nem conseguiria. Ao longo desses 25 anos de processo de autoconhecimento, meu canal emocional felizmente está desobstruído. Sei que sempre terei ajustes a fazer, mas fingir não faz parte deles.

E o segundo ponto é que menos de 4% acreditam que eu fico brava. E eu fico. Várias vezes. Sim, mais vezes do que gostaria, mas fico e compreendo que esse comportamento faz parte da minha personalidade intensa, bem como da minha vulnerabilidade. Sem contar que considero humano e compreensível que nem sempre conseguimos demonstrar o que estamos sentindo de modo elegante, equilibrado e maduro.

E ainda que eu seja uma estudiosa do tema, também sou humana, mulher e tenho crenças a serem observadas e cuidadas para sempre, como todas as pessoas conscientes de sua história e de seu passado.

Enfim, a ideia desta reflexão é que eu, você e todos aqueles que estão empenhados em evolução afetiva e pessoal, consigam aceitar que não existe o ponto da perfeição ou a linha de chegada. O trabalho é para sempre. A vida é um constante movimento de erros e acertos, aprendizados e enganos, dores e prazeres.

Assim como a onda do mar que avança e recua, e assim como a lua que se torna plena para, em seguida, esvaziar-se, e assim como o dia ilumina e a noite escurece, fazemos parte de um ciclo sagrado cujo objetivo é ganhar em sensibilidade, percepção e amorosidade.

Que possamos cada vez mais sentir e, de bem com todos os sentimentos, tornar o mundo um lugar bem mais acolhedor!

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 6
Atualizado em 19/09/2019 10:55:29

foto
Rosana Braga é Especialista em Relacionamento e Autoestima, Autora de 9 livros sobre o tema. Psicóloga e Coach. Busca através de seus artigos, ajudar pessoas a se sentirem verdadeiramente mais seguras e atraentes, além de mostrar que é possível viver relacionamentos maduros, saudáveis e prazerosos.
Acesse www.rosanabraga.com.br para mais conteúdos exclusivos!
Email: rosanabraga@rosanabraga.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Como ganhar espaço interno
Como anda o meu julgamento?
A geração dos homens banana
Como livrar-se das angústias
Estar feliz não é ser Feliz
Reprograme seu cérebro: Como lidar com emoções intensas?


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
sexta-feira, 22 de novembro de 2019

energia
I-Ching: 42 – I – AUMENTO
Momento de crescimento, que significa melhora não só no aspecto material mas também no espiritual. Ele acontece quando as ações e, acima de tudo, os sacrifícios são feitos em favor dos outros.


energia
Runas: Eihwas
50% já está conquistado, o resto e com você. Aja!


22
Numerologia: Idealismo
Dia para dedicar-se a obras que beneficiem todos ao seu redor. As atitudes devem ser abrangentes enfocando grupos de pessoas. Mantenha os pés firmes no chão e aja de forma a melhorar as coisas para os outros.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa