auravide auravide

O que fortalece a sua autoestima e não te deixa ficar num relacionamento abusivo?


Certamente você já viveu alguma situação inesquecível, que despertou em você uma sensação de poder e alegria por ter ouvido o seu coração e seguido o pedido de sua alma. Por ter sido você mesma a despeito do que qualquer outra pessoa quisesse que você fosse...

Que momento foi esse? Que decisão você tomou no seu passado que terminou servindo de ferramenta para que você conseguisse superar uma dificuldade no presente? O que, na sua história, revela a sua força, a sua capacidade de ser autêntica e vitoriosa?

Segue um momento extremamente importante e delicado da vida de Bárbara, quando ela se deu conta de que ter se permitido ser ela mesma fez toda a diferença para conseguir lidar com a dor de ser abusada, maltratada e desconsiderada no seu último relacionamento.

“(...) Nem se deu conta de que Sofia havia entrado no apartamento.

_ Ei, Bá, o que houve? - perguntou Sofia sem entender nada, quando viu o rosto molhado da amiga enquanto ela ouvia "Ne me quitte pas"...

_ Nada, não, Sô! Não se preocupe! Está tudo bem! - respondeu Bárbara enxugando o rosto e baixando o volume da música.

_ Como nada? Cadê a Vitória? Ela não vinha te ver? Achei que ficaria para jantar com a gente! Até saí mais cedo do restaurante para preparar alguma coisa especial para vocês...

_ Ela já veio e já foi embora. Acho que fiquei emocionada porque falamos sobre o passado, nossa juventude... - e se interrompeu. Não queria dividir “o seu segredo” com mais ninguém, nem com Sofia, por mais que a amasse.

Sofia ficou olhando a amiga e logo entendeu que ela não queria conversar. E como Bárbara já estava bem melhor, inclusive já andava sem as muletas, perguntou:

_ Quer ficar sozinha, Bá? Posso ir para casa, sem problemas. Só vim porque achei que Vitória ainda estivesse aqui.

_ Não, lindona! Essa casa é sua, você sabe! Fica a vontade, janta, faz o que você quiser. Desculpe por não ser uma boa companhia hoje. Preciso me deitar. Acho que por hoje já esgotei minhas energias... - falou Bárbara se levantando do sofá, beijando a amiga e seguindo para o quarto.

E quando entrou e fechou a porta, parou diante do espelho, olhando para si mesma. De repente, como um relâmpago cheio de luz e vida, Bárbara se lembrou!

_ Claro! Meu Deus! Como pude esquecer??? - falou mais alto do que percebeu e torceu para que Sofia não tivesse escutado.

Quando Samantha havia questionado o que aconteceu dentro dela para que conseguisse colocar Pedro para fora e acabar com aquela relação que estava destruindo sua autoestima e seu amor-próprio, ela não soube responder. E o mais incrível é que Samantha garantiu que ela se lembraria. Ela tinha dito exatamente essas palavras - e Bárbara repetia agora em sua mente:

“Não se preocupe! Em algum momento, querida, você vai se lembrar!”.

E ela se lembrou. Queria pular de alegria, mas como ainda não podia fazer estripulias com o tornozelo, pulou com um pé só até a cama, se sentou e pulou sentada, sorrindo e ardendo de amor por aquele homem e por tudo o que viveram juntos.

Antes de voltar para casa, naquele domingo que passaram sem se desgrudar, ele havia segurado o rosto dela com as duas mãos, beijado seus lábios com muita delicadeza, olhado no fundo dos olhos dela, como quem queria falar com a alma, e dito:

_ Bárbara, você é uma mulher maravilhosa, linda, inteligente, sensível, dona de um espírito único e de muita luz. Sorte do homem que souber reconhecer isso. Promete para mim, agora, que você jamais vai deixar um bocó qualquer te magoar, te ferir, te tratar com menos respeito e menos amor do que você merece? - e esperou que ela respondesse.

Como Bárbara apenas sorriu, ele insistiu.

_ Promete para mim, agora, Bárbara! Eu quero ouvir você prometer! Nunca, jamais, você vai deixar um homem maltratar você!

E então ela respondeu:

_ Prometo, meu amor! Eu prometo! - e o abraçou demoradamente, desejando nunca mais se soltar daqueles braços, onde ela tinha certeza de que estaria sempre protegida.

Mas o telefone tocou e ela aproveitou para se soltar e sair correndo. Não queria chorar na frente dele. Sabia que isso o deixaria arrasado e muito preocupado com ela". (...)

Trecho do livro OUTONO NA GRÉCIA, de Rosana Braga. Adquira seu exemplar nas melhores livrarias, pelo site da autora ou pelo link da Amazon


estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1




foto
Rosana Braga é Especialista em Relacionamento e Autoestima, Autora de 9 livros sobre o tema. Psicóloga e Coach. Busca através de seus artigos, ajudar pessoas a se sentirem verdadeiramente mais seguras e atraentes, além de mostrar que é possível viver relacionamentos maduros, saudáveis e prazerosos.
Acesse rosanabraga.com.br para mais conteúdos exclusivos!
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa