Home > Almas Gêmeas

Que tipo de mulher você é: autêntica, oculta ou insegura?

por Rosana Braga

Que tipo de mulher você é: autêntica, oculta ou insegura?

Quem é você? Que tipo de mulher você tem sido? De que modo tem vivido seus relacionamentos, seja com sua família, seus pais, seus filhos, seus amigos, colegas de trabalho ou amores?

Quanto você tem se permitido ser? Quanto tem se permitido pensar e sentir sem se culpar tanto, sem se achar tão inadequada?

Quanto tem se permitido estar de fato? Falar e fazer o que acredita ser o melhor para você sem se submeter ao que os outros esperam de você? Sem sucumbir ao medo do julgamento dos outros? Sem se deixar paralisar pela insegurança de não ser aceita e amada exatamente por quem você é?

Quantas vezes você tem se calado ou se mascarado, tentando desesperadamente agradar as pessoas para, enfim, se sentir parte de um grupo que parece ser o certo, o bonito, o perfeito?

Eu realmente gostaria de ajudar você a sair do lugar de mulher oculta ou insegura para o lugar de mulher autêntica! E sabe por que? Porque eu tenho certeza absoluta de que isso é possível. Porque eu mesma já trilhei esse caminho de transformação! Porque eu era do tipo insegura e hoje me sinto muito bem comigo mesma!

E talvez você esteja imaginando que sou uma mulher sempre segura, o tempo todo! Que sempre sei o que fazer, o que falar. Que sempre acerto e consigo exatamente o que quero.

Será? Será mesmo que isso existe? Será que alguma de nós se sente realmente perfeita e plena o tempo todo? Será que alguma de nós, bilhões de mulheres pelo mundo a fora, consegue viver sempre sem dúvidas, sem medos, sem lágrimas e sem frustrações?

Não! Pode apostar que nenhuma de nós está livre desses sentimentos. Nem eu e nem ninguém! Mas é verdade que eu e muitas outras mulheres, apesar disso, são fortes e poderosas e seguras e realmente felizes. E você vai descobrir agora a grande diferença entre elas. O que realmente faz com que elas sejam ocultas ou inseguras ou autênticas!

Mas preciso te contar! Durante muito tempo eu também duvidei do quanto eu realmente poderia ser eu mesma e, ao mesmo tempo, ser melhor, aprender, evoluir e ser mais equilibrada e autoconfiante!

Durante muito tempo eu realmente me questionei se poderia ser uma mulher destemida e se eu realmente tinha o direito e a capacidade de estar no mundo, de me posicionar.

Muitas vezes não me senti merecedora do melhor que a vida tinha a oferecer. Parecia que faltava alguma qualidade, alguma característica, algum potencial. Sim, eu também me sentia perdida e sem saber como agir toda vez que alguém ou alguma situação era muito importante para mim. Era como se nunca fosse capaz de corresponder e ser a escolhida!

Mas felizmente terminei descobrindo, depois de tanto buscar respostas, que é a nossa autoestima e o quanto a gente se conhece e ama quem a gente é que nos coloca no lugar de guerreiras ou de vítimas. Que nos faz gatas borralheiras ou donas da nossa própria história!

E são as características desses perfis que nos definem e nos dividem no mundo como mulheres autênticas, ocultas ou inseguras! Quem você tem sido? Quem você deseja ser?

MULHERES AUTÊNTICAS - 12%
São mulheres de verdade, humanas, de carne e osso e que se sabem assim. Que aprenderam a gostar de sua singularidade, de suas características. Não porque são acomodadas e acreditam que não têm nada a melhorar. Não porque vivem repetindo aquela frase limitada "eu nasci assim, sou assim e quem me quiser vai ter de me aceitar desse jeito". Não! São autênticas porque se olham, se descobrem, investigam seus sentimentos, seus pensamentos. Buscam ajuda. Aprendem a se reconhecer e a se valorizar. Aprendem a acolher seus erros, reescrever seu passado, criar novas crenças e desenhar uma nova vida. A vida que realmente querem e merecem viver. E fazem acontecer. Uma mulher autêntica é, sim, segura, firme, bem-sucedida, que sabe o que quer, que fala o que pensa, que busca ajuda quando se sente em dúvida. Mas é, sobretudo, uma mulher que sabe que vai errar, que sabe que nem sempre a vida vai acontecer como ela gostaria, que sabe que tem dias que serão difíceis, tristes e dolorosos. Mas isso, definitivamente, não a torna menos valiosa. Que sabe que ela não merece menos do que o melhor por causa disso. E sabe por que? Porque ela tem a chave, a ferramenta certa que a coloca em contato com sua essência dia após dia. Atenta ao ritmo do Universo. Presente. Inteira. Íntegra. Ela sabe como enxugar as lágrimas, lavar o rosto e ir para a vida, pronta para viver novas aventuras, novas experiências e novos encontros. Mas, infelizmente, apenas 12% das mulheres sabem ser assim, autênticas!

MULHERES OCULTAS - 35%
São aquelas cuja autoestima está tão baixa, cuja insegurança está tão grande, que é quase como se elas não existissem. Uma mulher oculta não se permite, não faz nada, continua paralisada e morrendo de medo de tudo. É uma mulher que se esconde de si mesma. Que mente para si própria e se engana. Passa a vida preferindo acreditar que não consegue, que não pode, que não tem recursos, que não é possível mudar. É uma mulher que desistiu de si mesma e da vida a que tem direito. Está camuflada entre as pessoas vivas de verdade. Apenas acordando e se movendo como uma grande obrigação. Mas, felizmente, uma mulher oculta pode, sim, mudar tudo isso. Só que, primeiro, precisa se dar uma chance! Precisa querer! Precisa tomar uma atitude diferente, nova.

MULHERES INSEGURAS - 53%
Aqui está a maioria! Não são ocultas, mas também não são autênticas. Não são completamente infelizes, mas também não se sentem satisfeitas consigo mesmas. Não vivem paralisadas, mas também não estão vivendo a vida que gostariam. Estão como que conformadas. No famoso estilo "vamos levando". Permitindo que seu potencial e seu nível de merecimento fiquem no lamentável nível "medíocre". Ora se relacionando, ora sozinhas. Mas com aquela sensação decepcionante de que estão deixando o melhor da vida para trás. Querem mudar, mas não sabem como. Não sabem qual o primeiro passo. Aliás, algumas até sabem, mas algo parece impedi-las de entrar em ação e realmente fazer acontecer.

Depois de 46 anos de vida, dois casamentos e um filho, penso que realmente posso te dar uma sugestão! E penso e sinto e sei disso porque também coleciono muitos equívocos, muitos desencontros, um quadro depressivo e uma quase desistência do meu maior sonho.

E quando coloco tudo isso em perspectiva, quando olho para o caminho que trilhei e tudo o que estudei, pesquisei e trabalhei para chegar onde estou hoje, aqui e agora, sei que não é possível sozinha. Que juntas somos muito maiores e mais fortes!

Hoje eu sei que minha escolha e minha missão de vida é compartilhar o que aprendi. Afinal, não foi à toa que o destino me levou a ser psicóloga, Coach de relacionamento e autoestima, publicar 10 livros e atender centenas de pessoas (de Portugal, Noruega, Inglaterra, França, Irlanda e, claro, do Brasil).

E não foi à toa que nos encontramos nessas linhas. Você é minha convidada a uma nova jornada. À jornada que vai conduzir você a viver o amor e a vida que você merece! Me dê uma chance. Dê a si mesma uma chance. E vamos descobrir juntas o que a vida tem guardado para você?

Sim, eu vivo disso. Eu cobro por isso. É justo. É assim que a vida funciona. Dar e receber. O ciclo da abundância e da prosperidade. Uma troca constante e ininterrupta de valores e saberes. De aprendizado e evolução. E é por isso que te dou garantias! E se você topar, vai se surpreender com o quanto você merece e nunca acreditou!

>> Clique aqui e VIVA A VIDA QUE VOCÊ MERECE!!!


Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp



foto
Rosana Braga é Especialista em Relacionamento e Autoestima, Autora de 9 livros sobre o tema. Psicóloga e Coach.
Busca através de seus artigos, ajudar pessoas a se sentirem verdadeiramente mais seguras e atraentes, além de mostrar que é possível viver relacionamentos maduros, saudáveis e prazerosos.
Acesse www.rosanabraga.com.br para mais conteúdos exclusivos!
Email: rosanabraga@rosanabraga.com.br
Visite o Site do Autor
Publicado em: 07/03/2019 15:42:25

Veja também
Seja paciente consigo, as mudanças requerem tempo para nossa adaptação
Por que Deus não me responde?
O Poder das Decisões
Lidando com as oscilações em nosso caminho
Diga não às vozes em sua cabeça
Por que é tão difícil mudar?


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
quinta-feira, 18 de julho de 2019

energia
I-Ching: 13 – TUNG JEN – COMUNIDADE COM OS HOMENS
A união e a confraternização trazem sucesso. Unindo-se a outros, você poderá realizar coisas importantes.


energia
Runas: Isa
Espere o momento oportuno, planos em suspenso.


18
Numerologia: Compaixão
Diga uma palavra terna, faça uma boa ação, enriqueça a vida dos que estão à sua volta com um gesto de carinho. Compartilhe generosamente seu conhecimento, seja compreensivo e ofereça ajuda.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa