Home > Astrologia

Astro medicina: Os rins

por Graziella Marraccini

Astro medicina: Os rins

Falando nos princípios herméticos, gostaria de esclarecer que estes fragmentos do conhecimento oculto que são representados pelos Preceitos Herméticos, podem ser encontrados no livro 'O Caibalion' da Editora Pensamento. Hermes Trismegisto, o "Três Vezes Grande", foi considerado pelos egípcios um mensageiro dos Deuses e viveu no período próspero das dinastias divinas, implantando no Egito a tradição sagrada oculta. Ele fundou também as Escolas da Sabedoria anexas aos Santuários Maiores, onde se ensinavam medicina, astrologia, música, arquitetura, escultura, pintura e ciência política.

Num relacionamento a dois às vezes uma pessoa vive 'na sombra' da outra, e acaba vivendo através desta ligação, sentindo a necessidade de compensar no outro aquilo de que sente falta. O perigo maior vem do fato que a relação a dois seja vivida de forma que um esteja sempre convencido que todos os seus problemas são causados pelo outro. Desta forma nos mantemos fixados na projeção e não tomamos consciência da necessidade de elaborar e transformar os lados sombra refletidos no parceiro para poder crescer e amadurecer através da nossa própria conscientização.

Quando esse erro se somatiza, até os rins deixam que as substâncias vitais (albumina, sais), passem através do sistema de filtragem e percam desta forma os componentes essenciais à própria evolução (como acontece na nefrite, por exemplo). Eles perdem também a capacidade de reconhecer como suas substâncias importantes, assim como a mente não reconhece como seus os importantes problemas que ela deixa então para 'o outro'. Podemos observar a importância dos rins no caso da sociabilidade e da capacidade de contato, com a importância dada às bebidas numa reunião social. No brinde, o tocar dos copos, já estabelece o contato. Deixam-se do lado as formalidades após o primeiro copo de vinho ou de cerveja, e com isso melhoramos nosso contato com o outro. Quem não bebe, ou bebe pouco, demostra que não quer estimular os seus órgãos de contato e desta forma ele mantém a distância. Normalmente, nestas reuniões, preferimos substâncias altamente diuréticas, como o café, o chá, a cerveja e o alcool. (Após a bebida o fumo também estabelece a relação com o outro, já que estimula outro órgão duplo: os pulmões. Falaremos deles na próxima semana).

Os cálculos renais se formam pela degeneração e cristalização de certas substâncias presentes em excesso na urina (ácido úrico, fosfato de cálcio e ossalato de cálcio). Os cálculos devem ser eliminados de qualquer maneira, muitas vezes através de um processo dolorosissimo e comparado com um parto. A correspondência no plano psíquico é fácil de ser vista: o cálculo é formado por substâncias que na realidade deveriam ter sido eliminadas já que não podem contribuir com o desenvolvimento e o bem estar do corpo. Isto corresponde ao acúmulo de temas que já há muito tempo deveríamos ter eliminado, por terem sido vividos e não mais serem necessários ao nosso desenvolvimento psíquico. Se nós não eliminarmos estes temas já vividos, bloqueamos a nossa evolução e produzimos como que uma barreira, um dique. O sintoma da cólica que nós leva a fazer os movimentos de expulsão que tentávamos impedir, mostra aquilo que é necessário para a eliminação do problema: fazer saltos, pular sobre o problema para desbloquea-lo e eliminá-lo.

O calor também é indicado para eliminar os cálculos. Este calor é um indicativo do calor humano, da expressão de afeto e amor que buscamos no contato com o outro, e a necessidade dos líquidos nos lembra o movimento de lavagem e limpeza necessários para a eliminação dos problemas.

Quando o paciente necessita de um 'rim artificial' ele chegou ao estágio final deste problema de contato, quando ele substituirá o companheiro ideal com uma máquina, que fará a filtragem. Muitas vezes em casa, ligado à sua cama (local de tantas intimidades...), muitas vezes num hospital onde ele irá se conectar três vezes por semana. Este é o parceiro ideal, de confiança, ao qual o paciente entrega todo o seu sangue. Somente se assumirmos nós mesmos a responsabilidade pela nossa própria vida poderemos nos liberar deste 'parceiro ideal'. Através do transplante, chegamos ao extremos de desejar o 'rim do outro' para continuarmos a nossa própria vida. Mas, se não soubermos eliminar os problemas que guardamos em nossa psique, o novo rim também sofrerá o risco de degeneração.

Perguntemo-nos: Quais problemas tenho nas relações com o próximo? Fico amarrado aos velhos problemas e impeço o movimento da evolução? Quais 'pulos' me sugere o cálculo renal? Eu assumo as responsabilidades de minha própria evolução.

'Tudo é duplo, tudo tem dois pólos; tudo tem seu par de opostos; o semelhante e o dessemelhante são uma só coisa; os opostos são iguais em natureza mas diferentes em grau....' O CAIBALION

Partindo do princípio hermético acima, examinaremos as doenças causadas com os órgãos duplos, e particularmente os rins. A polaridade de nossa consciência faz com que nós não sejamos conscientes de nossa inteireza, mas faz com que nos identifiquemos com um só aspecto daquilo que é. Aquilo de que sentimos falta é a nossa sombra, que nós não conhecemos. Em nossas relações devemos o tempo todo tomar consciência de nossa sombra e integrá-la em nós. E o fazemos através da projeção.

A polaridade, indica o principio do masculino e feminino, do preto e do branco, do dia e da noite, etc... Nós, seres humanos, também usamos o princípio da polaridade e tentamos achar aquilo que nos falta através da projeção externa. Por isso procuramos nos outros aquilo que na realidade está dentro de nós mas que é nosso lado sombra, com o qual não temos contato.

Os rins são órgãos duplos em nosso organismo, e como todos os órgãos duplos, representam a nossa relação com os outros. Quase sempre nos sentimos atraídos por pessoas opostas a nós. Maiores são os contrastes maior a atração. Numa relação a dois então estaremos trabalhando simplesmente a nossa própria sombra projetada no outro, e por isso nós o amamos.

Em astrologia os rins estão relacionados com signo de Libra, que é regido pelo Planeta Vênus. O signo de Libra corresponde à Casa VII do Zodíaco, que é a casa do casamento e das associações.

Por esta razão quando apresentamos doenças nos rins, isto se deve muitas vezes a uma falta de amor, à carência afetiva e a problemas de relacionamento com o nosso companheiro/a. Os problemas com os sócios e com a sociedade em geral também entram nesta relação já que para a astrologia o casamento e a associação ou sociedade estão na mesma casa. Precisamos esclarecer que estes problemas de relacionamento não dizem respeito à sexualidade, mas aos problemas de relacionamento e contato.

Os rins filtram o sangue que para manter o organismo em harmonia precisa ter um equilíbrio perfeito entre ácido e básico, entre Yin e Yang, entre masculino e feminino. O erro de acreditar que nossos problemas e conflitos sejam causados pelo 'outro' causam portanto os problemas renais. Continuaremos nossa análise na próxima semana.

Devemos nos perguntar: Que problemas tenho nas relações com os outros? Será que estou fixado na projeção e penso que os defeitos do meu parceiro/a são somente dele?




Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp



Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. faça seu mapa astral Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Para atendimentos e consultas.
Email: contato@astrosirius.com.br
Visite o Site do Autor
Publicado em: 05/09/2011 09:51:52

Veja também
Conversando com um amigo feliz
O que nos ajuda a tomar uma decisão correta?
Comprometa-se consigo mesmo a melhorar e atingir metas na vida
Por que meus filhos não conseguem ir para a Vida nem ser felizes?
Fracasso ou Sucesso?
Fibromialgia e vidas passadas


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
terça-feira, 17 de setembro de 2019

energia
I-Ching: 18 – KU – A REAÇÃO
Agora é o momento certo para deixar de hesitar e agir. Energia e boa vontade são indispensáveis.


energia
Runas: Raidho
Analise novas oportunidades, mudanças para melhor.


17
Numerologia: Finanças
Dia de disciplinar, organizar, estabelecer planos, ser prudente e enxergar longe. Procure progresso e o atrairá, esteja alerta para possibilidades de ganhos, pois as oportunidades surgirão.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa