Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Astrologia Humanística ou Psicoastrologia

Publicado dia 2/21/2001 1:57:15 PM em Astrologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

O que significam estes termos?

Tudo é processo, cada parte se conjuga com as outras, cada ciclo de influência se mistura com outros ciclos e o resultado é a vida concreta de todos nós.
Por exemplo, se o seu ASCendente é Áries Vc. não é apenas um ariano de ASCendente, mas é também o relacionamento do símbolo de Áries (p. ex. significando “o Eu separativo”) com o símbolo de libra (a cooperação e interdependência com o outro). A maioria dos defeitos de Áries estão relacionados estreitamente à má compreensão do ascendente Áries para com os outros (Libra), individualizando-se demasiadamente (egoísmo) ou se impacientando com os outros quando estes não concordam ou não perseguem os mesmos interesses (falta diplomacia e equilíbrio, pra não dizer respeito pelo outro, o que é uma qualidade libriana). Vice versa, os defeitos de um ASCendente Libra podem ser o excessivo interesse na felicidade dos outros com uma correspondente e proporcional incapacidade de identificar suas próprias necessidades, o que significa um esforço para agradar todos todo o tempo (falta então autonomia na decisão, rapidez nas ações e coragem de agir tipicamente arianas).

Na Astrologia Humanística este processo é vital tanto para o ASCendente Libra quanto para o Áries, assim como para todos os pares de opostos expressos simbolicamente no zodíaco, pois estes são potencialidades humanas complementares uma à outra e se buscamos uma integração interior faz-se necessária uma atitude de humildade e de aprendizado contínuo com nossos conflitos e paradoxais divisões ou partidarismos íntimos:

Touro “aprende” com Escorpião; Gêmeos com Sagitário; Câncer com Capricórnio e assim sucessivamente. Tudo se apresenta aos pares. Vejamos alguns exemplos:

- Alguém muito duro não saberá dar o braço a torcer, alguém muito ativo não saberá o que é ter tolerância e paciência quando a hora é de espera e não de ação. Alguém muito sério não saberá o que é descontração e divertimento. Alguém muito social não saberá o que é solidão e recolhimento interior.

- Se estamos saudáveis há tempo e lugar para tudo dentro de nós. Sentímo-nos plurais e multifacetados e cada parte de nós é uma ferramenta preciosa e para tudo existe ação e inação, atividade e inércia, rigidez e flexibilidade... Desde o princípio dos tempos a natureza se alternou entre seco e úmido, entre luz e escuridão, entre o quente e o frio... Com o tempo nos convencemos de que nenhum destes pares de opostos é melhor ou pior, certo ou errado, pois tudo depende da hora e do momento precioso em que temos de ser espontâneos, instintivos e autênticos. Há o general que ganha a guerra avançando e há aquele que também ganha a guerra, porém recuando na hora certa.

- “Se por baixo não tá dando é melhor tentar por cima” e, no entanto vemos a nós mesmos repetindo e repetindo um sempre o mesmo refrão: “É por baixo (ou para a frente; ou para a direita) que eu vou!”

- Estamos desequilibrados quando nos viciamos em somente agir (mesmo e principalmente quando não é o caso); em somente ficar esperando a hora de agir, com segurança e certeza dos resultados (hora esta que freqüentemente nunca chega); em resistirmos com todas as forças a uma necessidade de mudança que, no fundo e sendo honestos, sabemos ser a única coisa certa a fazer. Todos esses conflitos entre polaridades trazem insucesso, fracasso e sofrimento a cada um de nós.

- Aquele que só se revolta não está mais em paz do que aquele que só se conforma. Aquele que só fala não está melhor nem pior (em termos de integração psíquica) do que aquele que só se cala. Os extremos se encontram dentro de nós e levar um dos lados às últimas conseqüências é uma atitude costumeira, contudo é também causa de doenças, neuroses, separações entre pessoas e conflitos no âmbito íntimo.

Então que fique claro que a Astrologia Humanística não divide a pessoa em suas partes mas persegue a compreensão do funcionamento do seu todo. Se eu descrever as partes de alguém não estarei compreendendo nem abarcando o imenso manancial de possibilidades de que uma pessoa é dotada, pois em qualquer um de nós há potenciais (nossos) que estamos a exercer bastante e outros potenciais (igualmente nossos) de que nunca aprendemos a tirar qualquer partido ou proveito.
Ou seja: existe em nós um campo CONSCIENTE e um campo INCONSCIENTE. Existe em cada um LUZ e SOMBRA. Existe em cada um (homem ou mulher) o masculino e o feminino (inclusive independentemente da preferência pessoal ser hetero ou homosexual)
- De acordo com a Astrologia Humanística podemos falar, para dizer o mínimo, em
Homem (corpo) Masculino (Polaridade) e Homem Feminino.
Temos que falar em Mulher Masculina e Mulher Feminina.

- As sociedades e culturas vêm e vão, seus ciclos têm começo, meio e fim. Tudo passa: dentro de um século, todos os seres humanos (incluindo Vc. e Eu) estaremos mortos e diante da impermanência de tudo e de todos nos cabe desenvolver a humildade e o reconhecimento de quão pouco sabemos sobre nós mesmos e sobre o mundo que tanto e tão fortemente aprendemos a dominar e que falhamos fragorosamente em compreender.

- Somos seres situados dentro de ciclos que integram e pertencem a outros ciclos ainda maiores e, em um plano bem mais vasto e amplo, está um universo orgânico e inteligente, ansioso por nossa compreensão e cooperação.
A busca de integração dos nossos opostos e integração das partes que nos constituem é contínua e diante deste desafio divino só temos duas opções a saber:
Aprender e/ou........e/ou.............e/ou...........aprender...
Então, já que é assim, nos resta o divino ato de tocar com ritmo, compasso e alegria o nosso instrumento no todo desta orquestra.

Todos os serviços agora oferecidos através do <> perseguem demonstrar e ilustrar sobre a totalidade manifesta NO TODO do mapa. Está feito o convite para que Vc. venha conosco nesta busca de compreender O PROCESSO DE FUNCIONAMENTO do mapa astrológico pessoal na interação (dinâmica) entre seus símbolos.
Esta perspectiva mais global ilumina e esclarece a relevância - para o todo - de cada uma das partes envolvidas.

Se é seu desejo estudar a Astrologia Humanística esteja atento para o lançamento, em breve, de nosso curso on line. Demonstre o quanto antes sua intenção de participar.

Se deseja uma síntese do seu mapa cadastre seus dados e receberá uma análise personalizada contendo a interpretação do Signo Síntese de Todo o Mapa (pode ser diferente do signo ASCendente ou do signo Solar, por exemplo); a interpretação do Signo Sombra (aquelas partes nossas das quais invariavelmente fugimos) e os resultados da Equação Elemental dando a Vc. a visão clara das proporções (conforme aparecem no mapa) dos Quatro Elementos (Fogo, Terra, Ar e Água), das Modalidades (Cardinal, Fixa e Mutável) e das Qualidades Primitivas (Quente/Frio, Seco/Úmido ) sendo estas últimas responsáveis pelo “tempero,” pelo ritmo, pelo estilo e características psicológicas que aparecem em cada um de nós.

por Luiz Francelin


Obrigado por votar

O artigo recebeu 2 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor
Luiz Francelin é colaborador do Site
Email: luiz.francelin@bol.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Vencendo os problemas
Quando vai haver algo de realmente novo em você?



Continue lendo
Energias negativas não entram nas pessoas por acaso
Ano novo, vida nova?
Destruindo a felicidade!
Amor narcísico

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa