auravide auravide

Comece agora! Participe da transformação global!


Mesmo uma viagem longa começa com o primeiro passo. Se ficarmos inertes, esperando e sonhando alcançar uma meta, não conseguiremos chegar a lugar nenhum. Nestas ultimas semanas estivemos envolvidos pela mídia com os assuntos inerentes à cassação do Senador Renan Calheiros. Não pretendo fazer política, mas sim oferecer reflexões a respeito desse fato. Muito li e muito ouvi a respeito desse assunto (até a exaustão!) e as opiniões foram, em sua maioria, de maior repudio e indignação diante um fato tão vergonhoso que envolve a maior instituição política do país, o Senado, instituição essa que deveria nos representar de maneira digna e honesta e cujos representantes deveriam defender os interesses dos Estados, nossos interesses, os interesse de todo o povo brasileiro. Estudei desde o primário a historia da Roma e da Grécia antigas, e ainda revejo, em minha mente, as imagens do senado romano com aqueles senadores envoltos em suas togas brancas (imaculadas!) debatendo os assuntos de interesse da política romana e procurando agir com ética e moral. Não estou afirmando que todos eles, esses senadores romanos fossem honestos, mas pelo menos, pareciam ser! A honestidade não é inata em todo ser humano, pois faz parte daquele cabedal de qualidades que adquirimos ao longo das encarnações. No entanto, eu creio que ela pode e deve ser adquirida se pretendemos evoluir nesta nossa encarnação aqui na terra. Nossos políticos nem se importam de ‘parecer honestos’ já que a honestidade não faz mais parte de seu vocabulário!

O que me espanta ainda mais é a inércia do povo que, anestesiado sob o efeito do trânsito de Netuno sobre o ascendente do Brasil, cruza os braços e se refugia em devaneios e sonhos sem fazer absolutamente nada de concreto! Poucos meses antes da reeleição do Presidente Lula, publiquei no STUM um artigo intitulado: ”O Brasil está doente?” onde procurava refletir sobre essa apatia que invade o nosso povo nestes últimos anos. Eu sou da opinião que não faz nada, quem não reage, também é conivente com essa situação que está aí.

No entanto, todos nós pensamos mais no nosso ego do que no ‘bem comum’, ou seja, focalizamos nosso umbigo e nos esquecemos do TODO! È claro que quando temos atribulações familiares, doenças, problemas financeiros, problemas afetivos, etc., temos a tendência a nos focalizarmos no assunto que mais nos angustia e nos esquecemos que, para mudarmos nosso estado de coisas, precisamos nos afastar, ver o problema de mais longe, ou seja, de fora da Terra! Sempre que um grave problema nos afligir, podemos recuar, recuar com a imaginação, subir ao céu, voar até Marte (por exemplo) e olhar o nosso lindo planeta lá de longe. Veremos que nosso problema se tornará ínfimo diante da imensidão do Universo. Como já afirmei em vários artigos, nosso ego é alimentado pelos conselhos de Lúcifer. Lúcifer, o Anjo caído, fala aos nossos ouvidos e nos impele a agir somente em benefício próprio. Esse é seu papel. Mas sua ação não é de todo maléfica. Explico: se Lúcifer nos incita a agir em nosso próprio beneficio, buscando uma melhora financeira (por exemplo), podemos usar então essa nossa condição mais prospera (quando a conseguirmos) para ajudar os menos favorecidos. Dessa forma estaremos entrando no fluxo da Lei do Retorno, ou seja, estaremos colocando nosso pequeno grão de arroz numa grande panela para que, juntamente com os grãos colocados ali por outras pessoas, possamos fazer um prato bem farto que alimente a todos aqueles que precisam.

Podemos agir assim em relação a todas as coisas de que necessitamos: se precisarmos de amor, devemos primeiramente conseguir amar (a nós mesmos e aos outros) e então conseguiremos ser amados, e depois devemos compartilhar esse amor com aqueles que não recebem amor nenhum! Se desejarmos que os outros ajam de maneira honesta, devemos primeiramente agir de forma honesta nós mesmos, e devemos usar o comportamento ético em qualquer ação de nosso dia-a-dia. Em relação ao nosso planeta, para conseguirmos ajudar a Terra a superar esse momento de transformação global, temos a obrigação de fazer nossa parte, nos conscientizando para agir de forma sustentável, pois sabemos que nossa ação irá acarretar uma série de reações em cadeia. Se a ação for benéfica, irá ocasionar benesses, se ela for maléfica, ocasionará destruição.

Esta semana, em conexão com a energia astral gerada pelo inicio do Ano Novo Judaico, e pelo inicio da Primavera no nosso Hemisfério (Ingresso do Sol em Libra) podemos aproveitar para efetuar uma transformação global, seja no microcosmo que no macrocosmo.

Escaneando com nossos olhos essas três letras do alfabeto hebraico (da direita para a esquerda):


Estaremos focalizando uma energia transformadora que, ao se fixar em nossa mente nos ajudará em nossa tarefa. O nome do Gênio cabalístico é ASALIAH, e seu salmo de oração é o 103.

Uma boa semana a todos!


estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1




graz
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. grabnn Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa