Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Como vou saber que ele é meu par ideal?

por Graziella Marraccini
Como vou saber que ele é meu par ideal?
Publicado dia 08/04/2020 11:35:01 em Astrologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Não sei se é o trânsito de Saturno no signo de Libra, mas esta pergunta me foi repetida insistentemente no consultório nos últimos dois anos. É bem verdade que existem algumas coisas básicas que todos nós queremos saber quando consultamos um astrólogo, tarólogo ou similar: saúde, dinheiro e amor. De fato essas são três coisas que vão sempre juntas, não é mesmo? O dinheiro depende da remuneração que conseguimos obter com o nosso trabalho. Para trabalhar precisamos estar em boa saúde, portanto, devemos buscar o equilíbrio emocional que depende também do prazer que conseguimos através de nossa vida diária e principalmente amorosa.

Nesses últimos dias Saturno tem transitado em retrogradação no signo de Libra que, astrologicamente, tem relação com o casamento (e associações ou sociedades) e talvez seja por isso que muitos de nós estão fazendo o balanço de seus relacionamentos pessoais. È para isso que 'serve' a retrogradação: para voltarmos sobre os eventos anteriormente vivenciados para arrumar o que foi deixado inacabado quando da primeira passagem do planeta. O mesmo vale para todos os planetas. Portanto, quando construímos um relacionamento sobre alicerces inseguros, pouco estruturados, temos mais uma chance de reforçá-los e retificá-los graças a esta retrogradação. Por essa razão, não devemos nos queixar quando precisamos refazer ou analisar um mesmo assunto pois isso servirá finalmente para resolvê-lo.

Mas voltando ao assunto em questão: como saber se a pessoa com a qual estamos nos relacionando é a pessoa certa? A astrologia pode nos fornecer pistas através da técnica chamada Sinastria (existe um Teste de Relacionamentos no STUM) que analisa o mapa natal de duas pessoas para conhecer os traços harmônicos e os desarmônicos entre as duas personalidades. Podemos também analisar o mapa de mais pessoas, no caso de sócios, por exemplo, mas os planetas que serão analisados não serão os mesmos. Em casos de relacionamentos íntimos não podem faltar os bons aspectos entre os luminares - Sol e Lua -, entre estes e o Ascendente, e a harmonia entre os significadores de prazer e sexo, e, finalmente, também os bons aspectos de Mercúrio para garantir um bom diálogo entre os parceiros.

Costumo dizer que quando duas pessoas iniciam um relacionamento íntimo é porque alguns desses bons aspectos existem de antemão, caso contrário, os dois não se atrairiam! É possível que signos opostos se atraiam como ímãs, o que pode até garantir um relacionamento duradouro que dependerá certamente da maturidade dos dois sujeitos envolvidos na relação. De fato, é muito difícil conviver com alguém que representa o lado oposto da nossa medalha. Eu costumo dizer que não existem doze signos, mas seis signos/eixos que manifestam suas qualidades nos dois polos extremos. Áries é o oposto de Libra e como ele manifesta o mesmo desejo de conseguir 'conquistar a paz'. No entanto o primeiro parte para a guerra para poder conquistar a paz (á maneira americana!), e o segundo se senta à mesa das negociações buscando essa mesma paz (à maneira da ONU!). Então, os dois signos querem a mesma coisa e são, portanto, similares, podendo muito bem se atrair, se entender e se relacionar de forma a procurar um no outro o complemento ideal.

Acontece que as coisas não são tão simples assim! Primeiramente, porque para nos relacionarmos com alguém do signo oposto ao nosso, precisamos de muita maturidade e de um enorme esforço de aceitação dos nossos próprios defeitos. Segundo, porque, na maioria das vezes, o que nos causa a atração física não são os luminares mas dois outros planetas: Marte e Vênus. Marte tem relação com a libido, com a potencia sexual e a forma como a expressamos, sejamos homens ou mulheres. Vênus tem relação com o conceito de prazer e a forma como o buscamos. Ambos precisam estar em bom aspecto entre si - de preferência - ou com alguns pontos importantes do mapa dos parceiros, como o ascendente, a Lua e o Sol para garantir um mínimo de atração sexual. Mas existem outros fatores a serem analisados como Júpiter, por exemplo, que garante que os dois irão se divertir juntos, ajudarão um ao outro, e serão fatores de otimismo, alegria e bom humor e terão uma mesma filosofia de vida. E Saturno, onde ele entra nessa analise? É muito importante que Saturno de um parceiro não atrapalhe a Lua ou o Sol do outro parceiro. Pior ainda se Saturno formar um aspecto negativo com Vênus ou Marte, pois isso seria um fator altamente negativo que teria um efeito limitador, castrador e até 'brochante' no outro parceiro. E isso ninguém quer, não é mesmo? Mas Saturno pode ser um fator de proteção e de segurança quando em bom aspecto. A análise é bem complexa, mas pode nos ajudar muito.

Há alguns anos escrevi um artigo sobre alma gêmea, publicado no STUM. Nele fazia uma reflexão mais espiritual sobre os aspectos desta busca que parece nos mover na direção de outra pessoa. Segundo os cabalistas, parece que a nossa alma gêmea possui uma qualidade natural capaz de promover aquela sensação de bem-estar e de harmonia que tanto buscamos num parceiro. No entanto, precisamos encontrá-la dentro do corpo físico, que inclui as emoções e o intelecto, e que representa somente 1% da manifestação de 99% de seu total. Ou seja, enquanto a alma encarnada será movida por esse 1% ao procurar um parceiro estará cometendo erro após erro. Então, quando procuramos nossa alma gêmea, não é suficiente sentir atração física e emocional, precisamos também e principalmente reconhecer a Luz no interior da outra pessoa. A Luz que emana daqueles 99% que são a verdadeira essência da pessoa. O amor que depende de algo físico, ou seja, a atração, desaparece quando esta desaparece. Portanto, o amor baseado somente na atração física desaparece quando essa termina e não pode fazer durar uma relação. No máximo pode servir de principio para uma relação, especialmente quando, na juventude, buscamos a satisfação imediata proveniente do prazer sexual. Com essa premissa, deduzimos que esta relação pode servir para perpetuar a espécie (quando nascem filhos), mas não pode ser a única 'cola' para uma relação duradoura e feliz.O que podemos deduzir ainda desta mensagem: se não amamos a Luz no interior da outra pessoa, não amamos realmente essa pessoa! E não será nem o Tarot e nem a análise sinástrica a dizer se nosso parceiro é a nossa alma gêmea. A meu ver, encontraremos muitas 'almas gêmeas' durante nossa vida. Reencontramos essas pessoas porque temos pendências de outras encarnações e com elas temos, portanto, algo a aprender. Elas nos parecerão 'gêmeas' porque a atração dependerá daquele 1% do nosso corpo físico que estará se manifestando e não dos 99% restantes que representam nossa Luz Interior!

Vou concluir, respondendo à nossa indagação, que a astrologia pode nos ajudar a conhecer melhor o nosso parceiro, já que com ela saberemos como a pessoa é, qual é sua personalidade, como ela ama, como sente, como pensa, como reage, e esses são todos fatores importantes num relacionamento. Mas saberemos como ela é 'por dentro'? A meu ver, somente quando a Luz tiver potencial para se manifestar entre os dois parceiros de maneira a unir as duas almas, então, sentiremos que estamos diante de nossa alma gêmea. Até lá, continuaremos nossa busca lembrando que nosso par ideal precisará ser principalmente nossa 'alma complementar'.
Caros leitores, podemos aproveitar esse momento astral para fazer essa reflexão sobre nossos relacionamentos.

Aproveito para lembrar que ainda restam alguns horários vagos para consultas no Rio de Janeiro e Niterói onde estarei em Abril. Vejam na seção de Eventos como fazer a sua reserva ou entrem em contato através do meu email pessoal. Agradeço imensamente todos os emails que recebo e peço desculpas se, muitas vezes, demoro para respondê-los. Continuem a compartilhar comigo suas experiências.

Desejo a todos uma semana cheia de Luz, Harmonia e Paz Interior.
São Paulo, 21 de março de 2012




Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp

Sobre o autor
graz
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. grabnn Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Você tem realmente esse tal Livre Arbítrio?
artigo Contrato com a morte
artigo Estesia
artigo A mudança deve ser interna





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa