Home > Astrologia
O ano Novo Solar e a Lua Cheia no Perigeu

O ano Novo Solar e a Lua Cheia no Perigeu

por Graziella Marraccini

Essa semana não irei falar novamente da Técnica de Libertação Emocional, EFT* que já foi objeto dos dois mais recentes artigos e que estarei ensinando no próximo workshop do dia 26 de março. Aos interessados, aconselho entrarem no meu site pessoal e ler mais sobre o assunto para descobrir o que esta técnica maravilhosa pode fazer por você. Ainda temos lugares mas se apressem para fazer sua inscrição!

Então, neste artigo, vou escrever sobre o Equinócio do Outono e a Lua Cheia no Perigeu e, conseqüentemente, sobre como a astrologia interpreta a recente catástrofe natural no Japão.

Circulam na internet vários e-mails sobre a excepcional Lua cheia do dia 19 de março. Mas não tenham medo! O fato de a Lua estar 'mais perto da Terra' não é tão importante de causar fatos excepcionais já que isso acontece de forma bastante regular pelo menos duas vezes por ano. Como a Órbita da Lua não é circular mas 'oval', como aquela dos corpos celestes que se movem em elipses em torno de outros objetos mais massivos que eles próprios (estrelas ou planetas), então, toda a órbita elíptica tem um ponto de maior e outro de menor aproximação do astro central. No caso da Lua (ou de qualquer objeto natural ou artificial em órbita entorno da Terra), chamamos a menor distância de perigeu (do grego peri, próximo, e gee, derivado de Terra) e a maior de apogeu. Citando a wikipedia: Esses termos também recebem a denominação apsis (plural apsides). As apsides lunares não têm relação direta com as fases. Porém, ocasionalmente uma Lua Cheia coincide com o perigeu e com isso pode se apresentar até 30% mais brilhante que uma Lua Cheia no apogeu. Ela também fica significativamente maior. Em 19 de março, a Lua esteve nesta fase Cheia e no Apogeu a uma distância de a 356.577,00 quilômetros da Terra. A última vez que isto aconteceu foi há 18 anos e esse fato pode criar uma sincronicidade com acontecimentos de maior gravidade - naturais ou não - sobre o nosso planeta. Vejam bem que não estou falando de 'influência direta', já que a influência da Lua sobre nosso planeta é bem conhecida por todos e as lunações têm sua influência sobre as marés amplamente comprovada, entre outras coisas. (Leiam os artigos sobre a Lua no meu site). Estou citando a sincronicidade porque o meu raciocínio de astróloga me induz a examinar os fatos terrestres em sincronicidade com os aspectos planetários. A 'super-lua - se assim a podemos chamar - certamente nos oferecerá um belo espetáculo, porém, ela pode nos indicar também fatos de extrema gravidade?

Ao examinar o mapa da Lua Cheia do dia 19 - às 15h10 (Hora Oficial) - vemos uma configuração bem difícil no céu: a Lua se opõe ao Sol, mas também a Marte (últimos graus de Peixes) e a Urano (já em Áries) que estão alinhados com ele. No dia 20, tudo muda: o Sol ingressa em Áries, às 20h20, dando início à Primavera no Hemisfério Norte e ao Outono no Hemisfério Sul. Neste momento, a configuração se torna mais dramática: a Lua fica alinhada a Saturno, em oposição Júpiter e Mercúrio. E o Sol está alinhado com Urano. Vamos examinar, então, como a astrologia interpreta esta configuração.

É sabido que quando o Sol cruza a linha do Equador Celeste inicia o Ano Novo Solar. O Sol ingressa a 0º de Áries todos os anos, mas nem sempre no mesmo momento exato do ano anterior. O início do Ano Solar marca o início da Primavera no hemisfério norte porque toda a simbologia astrológica é baseada na observação do céu a partir daquele hemisfério. Quando o Sol abandona o hemisfério sul rumo ao hemisfério norte, nosso hemisfério começa a esfriar, pois os dois hemisférios recebem os raios solares de maneira igual, daí, este momento astronômico ser chamado de Equinócio. Existem dois pontos celestes onde o Sol secciona o Equador (na ida para o hemisfério norte e no seu retorno ao hemisfério sul) e são eles chamados de Pontos Equinociais. Um acontece a 0º de Áries, (que é também chamado de ponto vernal) por volta do dia 20 de Março e outro a 0º de Libra por volta do dia 22 de setembro.

Mas que ano solar será este? Podemos comemorar o inicio do novo ano como fazemos no reveillon? A que tudo indica, este será um ano de reviravoltas espetaculares em muitos sentidos. Um ano 'louco', onde os acontecimentos irão nos surpreender o tempo todo, pela rapidez e pela estranheza. Urano, que ficará em transito em Áries nos próximos 8 anos aproximadamente, já demonstra qual é sua natureza: ele promove cisões, separações, contestações, greves. As pessoas, em anseio de liberdade, promovem mudanças radicais, rebeliões contra chefes e dirigentes. Estamos assistindo a esta onda de violência que está varrendo a África do Norte. Sua natureza destruidora pode também indicar um aumento dos acidentes de avião, trens e motocicletas. E a 'onda' também varreu o Japão. O Japão precisará recomeçar, se reinventar para dar início a um novo ciclo. Assim, esta analogia astrológica pode indicar o início também de um ciclo de descobertas científicas, de progresso de invenções e avanços na tecnologia. Estamos cada vez mais conectados uns com os outros e graças à internet e outros meios de comunicação digital, as catástrofes (naturais ou não), que um tempo levavam dias ou meses para serem conhecidas, agora nos chegam de forma instantânea. Porém, ao mesmo tempo a mobilização geral é imediata, os movimentos humanitários são rápidos e as nações se unem solidários para ajudar uns ao outros. Certamente que a conjunção da Lua com Saturno do dia 20 indica um período de dificuldades, de mortandade em grande escala, (já falamos em mais de 4.000 mortos no Japão) de tristeza e restrições. Por outro lado, a quadratura entre este planeta (Senhor do Carma), Plutão (Senhor da Morte) e sua oposição com Júpiter (Senhor da Expansão e da Oportunidade) estará aos poucos diminuindo, mas ao mesmo tempo ele terá aberto nossos olhos para nos ajudar a compreender a verdadeira dimensão desta catástrofe. E ainda é possível interpretar essa configuração de planetas no signo de Áries como um recado do céu: "sim, é possível recomeçar! Façam algo novo, usem a criatividade, abram novos caminhos para que, com a tecnologia do futuro, possam abandonar os perigos da tecnologia obsoleta do passado, aquela tecnologia que destruiu e poluiu o planeta, trazendo consigo o espectro da morte!"
Não vou falar de catástrofes, pois já se disse o suficiente sobre o 'fim dos tempos'. O fim sempre traz consigo a semente de um novo início! O 10 é igual ao 1, na Árvore da Vida. A Roda da Fortuna termina no 10 mas inicia no 1.

Lembro-me que esta semana li num artigo sobre a descoberta de um novo planeta em nosso sistema solar. Chamado Tyche, é quatro vezes maior que Júpiter e distante do Sol 375 vezes mais do que Plutão. Enorme como ele é, como nunca foi visto antes? Será ele o símbolo da nova expansão da mente humana para além das fronteiras de nosso sistema solar? Estaria a humanidade entrando em sintonia com esta deusa que na mitologia romana foi chamada de Fortuna? Como a ajuda da Deusa Fortuna, estaria o mundo dando mais uma volta inteira para se preparar para um novo recomeço? São muitas as indagações para as quais não encontramos respostas adequadas. A Deusa Fortuna (cujo nome quer dizer Sorte - boa ou má) é vendada, ela não sabe onde irá distribuir aquilo que ela possui em sua cornucópia. Do mesmo modo que a moderna figura da Justiça, ela irá distribuir seus desígnios aleatoriamente: nós é que devemos estar preparados para merecer seus favores! Caso contrário, obteremos somente punições.

Vamos iniciar este novo ano solar em sintonia com o Universo, com novos projetos e com formas novas de nos envolver com a sociedade onde nós vivemos. Podemos fazer a diferença! Basta querer. Cada pequena semente é importante. O tempo urge, a Terra tem pressa! Elevemos também nossas preces aos céus, ao Criador, pedindo que Ele ajude todas as almas que estão desencarnando neste expurgo coletivo a encontrar Paz na Casa do Pai! Que o sacrifício deles não seja em vão. Que Deus nos proteja e nos conceda a Paz!

Uma semana cheia de Harmonia e Luz para todos!
São Paulo, 16 de março de 2011

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 1
Atualizado em 21/03/2011 12:07:56

Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. faça seu mapa astral Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Para atendimentos e consultas.
Email: contato@astrosirius.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Você é auto abusivo?
Toques conscienciais para uma amiga triste com a dor da perda
Consciência é vida e vida é consciência
Será que o Reiki pode me ajudar?
Obesidade: como tratar?
Medo da morte


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
terça-feira, 22 de outubro de 2019

energia
I-Ching: 42 – I – AUMENTO
Momento de crescimento, que significa melhora não só no aspecto material mas também no espiritual. Ele acontece quando as ações e, acima de tudo, os sacrifícios são feitos em favor dos outros.


energia
Runas: Eihwas
50% já está conquistado, o resto e com você. Aja!


22
Numerologia: Idealismo
Dia para dedicar-se a obras que beneficiem todos ao seu redor. As atitudes devem ser abrangentes enfocando grupos de pessoas. Mantenha os pés firmes no chão e aja de forma a melhorar as coisas para os outros.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa