auravide auravide

O que acontecerá em 2008?


Chegamos perto do final do ano e as pessoas começam a sentir uma espécie de estranho frenesi que é gerado não somente pela excitação das festas e das férias, mas também pelo fato que, ao mudarmos de data em nosso calendário, temos a impressão que precisamos fazer algo novo, precisamos fazer promessas para o ano que está chegando.

Como faço todos os anos, estou começando a preparar as previsões astrológicas para 2008, cujo regente será o planeta Marte. Em breve essas previsões estarão publicadas no STUM e todos poderão lê-las. Porém, o que me chama a atenção neste momento são os emails alarmistas que recebo e que refletem a insegurança e o medo de muitos dos internautas em relação ao futuro. Recebo e-mails de pessoas que esperam o ‘final dos tempos’ em breve e que indicam até datas prováveis para que isso aconteça. Recebo e-mails de pessoas que me pedem para verificar se astrologicamente num determinado ‘dia’ dos próximos anos - resultado de pesquisas esotéricas ou outras revelações antigas ou atuais - o mundo irá acabar! Em geral, os e-mails são inteiramente pessimistas quanto ao futuro da humanidade!

Sinceramente, eu sou uma incorrigível otimista e não creio que o mundo irá acabar em breve e nem que ele irá acabar de uma hora para outra. Creio, sim, que estamos vivenciando um período de superposição de eras e que essa superposição provoca e provocará ainda profundas transformações em nosso planeta. A diferença entre os outros períodos perturbados que a humanidade já vivenciou e esse que nós vivenciamos agora, é que, antigamente, a mídia era bem mais precária e as noticias não se espalhavam com tanta facilidade; portanto, as pessoas se alarmavam menos do que agora. Ou pelo menos, quando uma notícia de ‘final do mundo’ circulava, ela atingia um numero menor de pessoas. É a mídia que espalha as notícias com tanta rapidez!

Realmente estamos vivendo uma transição muito importante. Em artigo publicado em junho de 2004 no site e intitulado “Será que a Era de Aquário já chegou?”, eu explicava o fenômeno precessional - ou seja a passagem das Eras - do ponto de vista astrológico (e astronômico). Muitas pessoas, na passagem do ano 2000, anunciaram o apocalipse, o final dos tempos! E nada aconteceu, o mundo continuou se curso como antes! A palavra apocalipse vem de grego “apoca’lipsis” que quer dizer, literalmente: “levantar o véu”. Isso significa portanto que nós estamos vivenciando um período em que os véus sobre os mistérios da humanidade serão retirados. Levantar o véu significa revelar, desvendar, descobrir, fazer a Luz sobre a Escuridão. Infelizmente, essa palavra tomou um sentido de Fim do Mundo. No entanto, creio eu, nós estamos começando a compreender melhor o que significam as noções de Deus e do Diabo! Estamos levantando o véu da ignorância onde fomos mantidos por tantos séculos e começamos a enveredar de olhos bem abertos no caminho da Consciência Cósmica. A Bíblia fala em apocalipse e descreve os quatro cavaleiros da Apocalipse que virão dos quatro cantos do mundo, dos quatro quadrantes, para semear guerra e destruição.
Mas não seriam esses os cavaleiros que fariam cair as barreiras entre as nações, que viriam nos abrir os olhos para nos revelar, enfim, que Todos nós somos UM? Os cavaleiros não estariam chegando simplesmente para o nosso próprio bem? Eu, sinceramente, veja a coisa dessa forma. Compreendo que nenhuma mudança se faz sem uma grande bagunça, um enorme transtorno. Se vocês já mudaram de casa (ou pior, de país, como aconteceu comigo mais de uma vez) sabem o transtorno que isso ocasiona! Além da apreensão sobre o novo local onde iremos nos instalar, existe o medo de não gostar do ambiente novo, de não encontrar um bom espaço para todas as coisas que possuímos; temores e tensão são causados pela incerteza e, enfim, porque ninguém gosta de se mudar a menos que saibamos com certeza o que nos espera no outro lugar. Ou seja, a ansiedade e o mal-estar são gerados pela transformação que sofremos em nosso dia-a-dia, mesmo se a mudança for desejada.

Não seria diferente, então, com a humanidade que, como um todo, passa pela mudança de eras astrológicas: deixamos a Era de Peixes e ingressamos na Era de Aquário. Estamos nesse período de transposição de Eras. Devemos nos preparar então para essa nova “casa” que virá, devemos mudar nossos hábitos, iniciarmos a desenvolver uma consciência coletiva ao mesmo tempo em que pensamos sobre nossa evolução pessoa. A mudança somente será bem sucedida se mudarmos a maneira de pensar e agir, pensando no bem do Todo com os ideais típicos de Aquário: igualdade, liberdade e fraternidade. “Ame ao seu próximo como a si mesmo”, disse Jesus, e ele já anunciava o trabalho a ser feito para a Era de Aquário.
Mas, como ele foi um profeta da Era de Peixes, pregava o sacrifício de si próprio para o bem do Todo. Dê a outra face, dizia ele: que dificuldade. No entanto, ele se sacrificou para o bem de todos! Eu tenho por mim que um novo profeta virá demonstrar os ensinamentos que precisaremos aprender na Era de Aquário, ou mesmo mais de um: por que não vários, espalhados pelo mundo?
E porque eles não viriam ‘de fora’ como já aconteceu no passado? A humanidade sempre precisa ‘ver para crer’, e, portanto, irão precisar de um Guia. Mesmo se podemos atualmente desvendar os ‘segredos com facilidade’ (eles nos são revelados em livros e até DVDs!); mesmo se temos acesso ao conhecimento oculto e às filosofias provenientes das várias religiões do mundo inteiro, ainda assim precisamos de algo concreto para ‘nos abrir os olhos’. Creio que é por causa disso que estamos ‘vendo’ que o clima mundial está mudando, tornando-se cada vez mais imprevisível com fenômenos destrutivos, que as guerras continuam com a maior força como se os povos nada tivessem apreendido do passado, que os vírus se espalham pela terra e matam cada vez mais, apesar dos avanços da medicina, que o fogo sai do controle e causa destruições em massa e que, finalmente, os homens parecem se entendem cada vez menos! Alguns, no entanto, os mais evoluídos espiritualmente (não ouso dizer ‘os eleitos’), se juntam em grupos, se mobilizam para fazer algo para ajudar a Terra e procuram compreender a razão de tanta destruição. Nunca se produziu tanta riqueza no mundo, e nunca a miséria foi tamanha! Por quê? Porque precisamos ‘abrir os olhos’ e somente a dor e o sofrimento poderão fazer isso. Com o sofrimento vem a esperança, com ela a necessidade do conhecimento e, conseqüentemente, a queda dos véus! Cada vez mais pessoas estão ‘abrindo os olhos’, procuram respostas para suas indagações espirituais. É chegado o momento da revelação, da Luz. Percebo à minha volta um interesse maior nos assuntos esotéricos e isso já é um indicio da mudança dos tempos. As pessoas se juntam em grupos, pesquisam, estudam, procuram nos livros, divulgam suas pesquisas na Internet, procuram conhecer melhor as filosofias e as religiões de outros povos, em busca das respostas para acalmar a inquietude que se apodera de seus corações. Não estou falando do surgimento de um determinado tipo de fanatismo religioso (que infelizmente existe), mas do sentimento de União com Ele, com o UNO. Quando falamos em levantar os véus falamos de esoterismo, e falamos daquelas doutrinas e conhecimentos que antigamente eram destinados a poucos iniciados que recebiam as revelações sob juramento, reunidos em sociedades secretas. Poucos tinham acesso aos mistérios! A Igreja manteve nas bibliotecas do Vaticano inúmeros mistérios guardados em manuscritos e livros. Quem não leu o livro de Umberto Eco “O Nome da Rosa”? Hoje em dia, no entanto, ninguém mais se espanta, se um conhecido lhe revela pertencer à Maçonaria, à Ordem Rosa Cruz, ao Circulo do Pensamento Esotérico, ou a outro grupo de estudos esotéricos. Pelo contrário, os assuntos como a Cabala, a Astrologia, e outros tantos similares, estão abertos para todos. Então, por que não estudá-los, por que não compreendê-los melhor? Em geral temos uma grande preguiça para tudo o que é espiritual e, quando abordamos algo espiritual, muitas vezes o fazemos buscando conquistar algo material. Meu artigo da semana passada tratou desse assunto.

Essa semana, em que nos preparamos para ingressar no signo de Sagitário (o ingresso acontece no dia 22 de novembro às 13:49 h – Horário de Verão no Brasil), podemos começar a conversar com o Todo pedindo sua ajuda para que nos seja revelada nossa missão. A Cabala diz que a Luz nos fala diretamente à alma quando sonhamos ou quando meditamos profundamente em união espiritual com Deus. Comecem portanto a ficar atentos aos seus sonhos e peçam ao Gênio Cabalístico LELAHEL para que os ajude de maneira que sua alma, durante o sono, tenha acesso à Luz, e esta afaste todos os medos e incertezas mostrando-lhes o caminho a seguir.



Lelahel é o 6º Gênio cabalístico, cujo Salmo de oração é o de nº 9. Especialmente à noite, antes de dormir, rezem esse Salmo e peçam a revelação sobre os assuntos que estão causando ânsia e indecisão.

Falaremos mais sobre os sonhos reveladores e sobre a miraculosa energia do signo de Sagitário na próxima semana.

Boa semana a todos!
São Paulo, 12 de novembro de 2007


estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1




graz
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. grabnn Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa