Somos Todos UM Autoconhecimento
O Portal de

Autoconhecimento

e Espiritualidade

Autoconhecimento


Home > Astrologia
Previsão para o Brasil em 2006

Previsão para o Brasil em 2006

por Graziella Marraccini


Análise do Mapa do Brasil Independência
182 anos de Independência do Brasil

Sempre que um ano novo se aproxima costumamos analisar o Mapa do Brasil Independência para melhor orientar nossos leitores no sentido de aproveitar as influências astrais favoráveis e evitar, na medida do possível, aquilo que as influências desfavoráveis podem provocar. Assim, estaremos nos integrando no carma coletivo de maneira consciente, atuando com nosso livre arbítrio e fazendo nossas escolhas pessoais.

Ao analisarmos as Previsões usamos os métodos clássicos que nos foram ensinados pela Astrologia ocidental tradicional: Direções primárias, secundárias, trânsitos planetários e lunações. Essa análise é feita a partir do Mapa Natal do Brasil, ou seja, do momento em que, segundo a história, o Brasil ‘nasceu’ como nação independente. Em 7 de Setembro, dia do aniversário do Brasil, costumamos publicar também a análise da Revolução Solar do Brasil.

DIREÇÕES PRIMÁRIAS

Direções Primárias: seu valor é confirmado pelas direções secundárias e pelos trânsitos. Elas servem de base de análise e sua ação pode durar até três anos.

O primeiro aspecto analisado é aquele do trígono entre o MC e Mercúrio, em março de 2006. Isso quer dizer provavelmente que estaremos recebendo boas notícias por meio da mídia, seja a respeito da atuação do governo seja pela boa atuação no campo financeiro, já que o aspecto age na Casa II do Mapa, que é a casa da vida financeira da nação.

Em maio, o sextil entre Urano e o Sol, na Casa V poderá indicar assuntos referentes ao mundo esportivo.

Em setembro/outubro, a oposição entre o Sol progredido e o Sol natal, indica um período difícil para o governo, com provável oposição pública. Esse aspecto pode ser um indício da dificuldade que o governo atual irá experimentar nas próximas eleições para Presidente.

Outubro nos mostra um trígono entre Urano e o Sol, indicando que haverá mudanças no rumo político do Brasil, mas, provavelmente, ainda com os partidos de esquerda no poder.

Mantendo essa base passaremos a analisar as PROGRESSÕES LUNARES:

Até abril, a Lua Progredida estará a caminho da Casa I, mas ainda influenciando a Casa XII do Mapa. A oposição da Lua que está no signo de Aquário, com o planeta Vênus, já está sendo vivenciada pelos brasileiros desde agosto do ano passado. Porém, nada daquilo que vivenciamos voltará novamente. Acabou o período negro das denúncias de corrupção! Lembrando que Vênus é o planeta regente de Touro e de Libra, os assuntos econômicos podem ser os mais evidenciados e também os acordos com os outros países. Este aspecto pode também mostrar uma insatisfação interior, uma sensação de falta de dinheiro para as pessoas em geral. As relações com os outros países podem ficar difíceis e os tratados com estes países podem ficar na pauta das discussões. Isso pode ser um reflexo dos problemas com as exportações. As atitudes do Brasil podem ser muito emocionais e ser dirigidas no sentido de insistir na posição do país como potência econômica. Esse aspecto dura até abril de 2006.

A mudança de energia inicia já em abril e vai até novembro. A conjunção da Lua Progredida com o Ascendente do Brasil indica mudanças de atitudes de nosso país em relação ao mundo lá fora. O Ascendente representa a forma como o Brasil se mostra aos olhos mundiais, e a conseqüente quadratura como MC, pode indicar também mudanças de atitudes, e maior foco nas questões étnicas e sociais, mudanças na personalidade coletiva e nas relações entre os estados. Como o aspecto irá até novembro, ele indica que ocorrerão mudanças, sem dúvida ocasionadas pelas próximas eleições presidenciais, já que o MC é indicativo do poder, do governo, do executivo e do partido do poder; tem relação com Brasília, com o Palácio da Alvorada. Muda o governo e muda a energia do país, assim, a meu ver, o governo atual não irá se reeleger.  

Em novembro/dezembro, e adentrando 2007, existem vários aspectos positivos no mapa do nosso país: um trígono com Marte e dois sextís com Urano e Netuno. Isso me faz deduzir que estaremos bem esperançosos no final de 2006, já arregaçando as mangas para iniciar novas atividades e novos projetos para o nosso país. Afinal, somos um povo muito otimista, já que a Lua do Brasil (que tem analogia com o povo) está em conjunção com Júpiter no Mapa Natal do país. (veja para isso a análise do Mapa Natal do Brasil no site).

Outra mudança de energia ocorre com a Lua Pré-Natal, que passa da Casa VIII à Casa VII, ainda no signo de Virgem. Esse é o signo onde se encontra o Sol do nosso país, que é sem dúvida um país de trabalhadores, isso seja dito! A partir de junho e até o final do ano, a conjunção da Lua com o Sol natal mostra que ocorrerá uma profunda modificação da opinião popular a respeito do governo e dos nossos líderes e políticos em geral. As figuras de destaques de nossa política serão muito questionadas.

Realmente o mapa apresenta uma mudança de energia bem clara já em novembro e adentrando 2007. Por outro lado, o Sol é também regente de Leão, signo que é ligado aos esportes em geral. O futebol estará em destaque na mídia e analisaremos nos trânsitos quais as chances do Brasil ganhar uma nova Taça.

A Casa VII é a Casa das associações e indica que estaremos focalizando os acordos e compromissos internacionais e sociais, as ações diplomáticas ganharão destaque na mídia, e também as relações externas e os assuntos relativos ao intercâmbio com os outros países.

Em novembro o trígono entre a Lua Pré-Natal e o planeta Saturno indica que estaremos focalizando ainda mais os assuntos econômicos, talvez com uma mudança nas ações da economia. Saturno tem analogia também com as doenças, os defeitos e panes de máquinas, os assuntos ligados à terra e aos latifúndios, e nos indica que nesse período estaremos focalizando esses assuntos e também aqueles ligados à pobreza e à miséria, assim como as pessoas idosas. De qualquer maneira esse é um aspecto positivo e pode ser muito útil para um amadurecimento do governo e do povo sobre esses assuntos.

Assim, pela análise das progressões lunares, vê-se claramente uma mudança de energia a partir de novembro e para melhor!

TRÂNSITOS PLANETÁRIOS

Ao analisarmos os trânsitos planetários, levamos em conta a posição astronômica atual dos planetas e sua relação com o Mapa do Brasil Independência. (Ver o Mapa do Brasil Independência no site). Os trânsitos planetários são muitas vezes extremamente esclarecedores quanto às energias que estarão influenciando o Brasil como um todo. Diferentemente das Direções que são movimentos imaginários do Sol, ASC, MC e principalmente da Lua sobre o Mapa da Independência, os trânsitos parecem ter uma influência mais direta, já que são baseados numa energia gerada no momento atual. Nas previsões mundiais, de maneira geral, eles parecem agir de forma muito evidente.

Por tradição, analisamos principalmente os planetas lentos que são aqueles de ação mais prolongada. São eles: Plutão, Netuno, Urano, Saturno e Júpiter.

Plutão, ainda transita no signo de Sagitário o ano todo, entre 26° e 28°, com retrogradação de 30 de março a 05 de setembro) e na Casa X do Mapa. Sabendo que Plutão permanece aproximadamente 18 anos num signo, percebemos porque ele está ocasionando esta grande transformação nesta Casa que é tradicionalmente ligada ao governo e aos governantes e chefes em geral. Lembremos que o signo de Sagitário tem relação com ética e moral, com a justiça e com a religiosidade, e que a Casa X é a casa da chefia, do governo. Assim, nesses últimos anos o poderoso planeta Plutão já esteve influenciando a grande mudança ocorrida (pela primeira vez tivemos um partido como o PT no governo) e as reviravoltas históricas que aconteceram em nosso país a nível de governo e que modificaram profundamente todo o sistema executivo e os partidos do poder. Um dos efeitos transformadores deste planeta age também no sentido de fazer vir à tona a podridão e a corrupção que existem escondidas por debaixo do pano. De fato, nos assistimos nestes últimos anos a uma tentativa de limpeza no ambiente político, executivo e legislativo do Brasil. Muito se fez, mas muito ainda há de aparecer e muitas modificações deverão ser feitas, principalmente nos partidos. O signo de Sagitário se relaciona também às leis, ao judiciário, e a passagem de Plutão por esse signo indica que ainda temos que fazer as necessárias transformações neste campo em particular para completar o efeito transformador de Plutão. Plutão começa a influenciar os planetas Netuno e Urano que se encontram na cúspide da Casa XI e é isso que pode estar influenciando principalmente as mudanças partidárias, já que a Casa XI, tradicionalmente ligada ao signo de Aquário, representa os membros do congresso, os sindicatos e partidos políticos de esquerda, o legislativo e o parlamento. Esse signo tem analogia também com a ciência e a tecnologia, e esse aspecto poderá nos presentear com belíssimas descobertas, especialmente na área da genética, transplantes e pesquisa de DNA. O aspecto com Urano e Netuno se intensifica ainda mais no final do ano de 2006, indicando que as verdadeiras modificações nos campos citados começarão realmente a tomar forma em 2007 e daí em diante.

Plutão forma uma quadratura com Mercúrio o ano inteiro, e principalmente nos meses entre junho e dezembro. Mercúrio é astrologicamente regente da mídia, da comunicação e transportes em geral, da educação primária e secundária e também do pequeno comércio varejista. A quadratura entre Plutão e Mercúrio, pode indicar ainda que outras denúncias ocorrerão envolvendo essas áreas e poderá salientar a necessidade de profundas transformações na área educativa de nosso país. A área dos transportes – estradas e portos - também acabará sendo foco de denúncias na mídia e quem sabe será objeto de modificações importantes, visando melhorar nossos portos para a sua maior eficiência.

Netuno, transita na Casa XII do Brasil (infelizmente) no signo de Aquário e já começará a influenciar a Casa I (muito fracamente) de abril a agosto. Ele permanecerá ainda alguns anos em Aquário, avançando sobre o Ascendente do país. Netuno transita durante 12 anos num signo e ingressou em Aquário em novembro de 1998. A Casa XII tem tradicionalmente analogia com o Carma coletivo, focalizando os assuntos ligados às prisões, hospitais e lugares de confinamento, salientando a condição dos oprimidos e excluídos da sociedade, pobres, desvalidos e minorias raciais, como os índios, por exemplo. Os pescadores e os assuntos do mar também são ligados a essa Casa, e também o são os assuntos ligados ao contrabando, tráfico, ao mundo da máfia, ao submundo de maneira geral. Por essa razão esses assuntos ainda estarão fazendo parte de nossa responsabilidade cármica coletiva e não serão facilmente resolvidos a não ser através de uma mobilização da sociedade como um todo. Nosso povo precisará se mobilizar ainda mais de forma coletiva, demonstrando seu espírito de responsabilidade social. Netuno é o planeta do onírico, do sonho, da fé, da inspiração e da criatividade (no seu lado positivo), mas o lado negativo deste planeta pode ser dos piores: ele evidencia todos os vícios da humanidade, os problemas sociais, o mundo do crime, das drogas, dos seqüestros, da violência, da pirataria, das transgressões e das máfias. Netuno aumenta o risco de epidemias e envenenamentos, contaminação das águas, contaminação dos mananciais, falta ou excesso de água, perigo de afogamentos e naufrágios. O país tem grande parte do signo de Peixes na Casa I (alguns astrólogos consideram até Peixes como sendo o Ascendente do Brasil já que a hora exata da declaração da Independência é só especulação). Para mim, o ASC em Aquário corresponde bem ao espírito do povo brasileiro, que possui um espírito de solidariedade e que diz de si próprio que é “um país do futuro!”. Mas o signo de Peixes também possui sua influência já que grande parte da Casa I está nesse signo. Peixes é o signo do misticismo, da fé, de religiosidade, da generosidade e da hospitalidade, mas também das ilusões, da dissimulação e da criminalidade, e também das ciências ocultas.  

Netuno forma uma oposição com Vênus o ano inteiro. Como já vimos nas direções lunares, este planeta estará recebendo aspectos da Lua Pré-Natal até abril de 2006, indicando possíveis mudanças de atitudes do Brasil com relação à sua política exterior e ao relacionamento com os outros países. Podem surgir problemas, talvez devido à pirataria de produtos ou com relação à reserva de mercado. Isto influencia negativamente os assuntos ligados à nossa dívida externa, e causa muita confusão e caos no mercado financeiro e de capitais. Vênus está também relacionado com os produtos femininos, com a moda e os cosméticos, com o mundo artístico, museus, cinema e teatro, festas e motivações sociais. O aspecto favorece as desilusões e desapontamento neste campo. O aspecto entre Netuno e Vênus, planeta ligado aos produtos femininos e de luxo, também pode ser a origem das confusões com a Boutique Daslu, a maior boutique de produtos de luxo de São Paulo. Esse aspecto se soma a um ‘paralelo’ que o planeta Plutão também forma com Vênus. Muito poderá ser ainda descoberto a respeito de sonegação de impostos e camuflagem de produtos por causa dessa dupla aspectação.

A passagem de Netuno na Casa XII (e sua oposição com Vênus), também pode indicar um aumento dos movimentos de fé, das manifestações religiosas, salienta os assuntos da moda e das artes, mas favorece também os suicídios, as fugas das prisões, as mortes por contaminação e epidemias; também amplia ainda mais os grandes problemas sociais, especialmente aqueles ligados à saúde, à alimentação e à moradia, ganhando destaque as ações sociais que serão marcos importantes de uma política de esquerda.

À medida que Netuno avança sobre o Ascendente, teremos maior incidência de epidemias e, como o planeta rege também o gás (e os gases e produtos tóxicos), aumentarão os perigos de contaminação, poluição e contágios. De qualquer maneira os assuntos ligados ao gás serão destaque na mídia.

Urano, em transito no Ascendente do Brasil (Casa I) já nos mostrou a `esquerdização` que o nosso país está tomando nestes últimos anos. Urano (que fica aprox. 8 anos num signo e ingressou em Peixes em janeiro de 2004) é um planeta de ações súbitas, reviravoltas imprevistas, e é considerado maléfico, rebelde, violento e destrutivo, causando mudanças radicais, rebeliões, separações e muita destruição repentina. A Casa I zodiacal, tem analogia com o povo, a Nação como `indivíduo`, ou seja, com a identidade nacional, a relação entre os Estados, as relações étnicas e sociais, a personalidade coletiva do Brasil. Do mesmo modo, Urano pode indicar um aumento dos conflitos internos do país, salientando os assuntos ligados a sindicatos e partidos de esquerda, focalizando as relações entre os Estados (e entre estes e o Governo). O aspecto indica cisões partidárias como aquelas que já vivenciamos no ano passado. As atitudes do Brasil em relação aos outros países também serão tensas e muitas vezes radicais.

O trânsito deste planeta no signo de Peixes onde se encontra grande parte da Casa I, mas também a cúspide da Casa II do país, salienta os problemas sociais, a pobreza e os problemas ligados às minorias sociais e raciais. Sua ação continua ocasionando muitas greves e até atos de insubordinação e rebelião, e até um pouco de anarquia geral. Urano é o regente de nosso Ascendente, Aquário, e nós temos uma vocação inata para `olharmos para o futuro`. O Sol do Brasil em Virgem tem analogia com a palavra Ordem que existe em nossa bandeira, e o Progresso com o Ascendente Aquário e não é por coincidência! Sempre teremos um papel de vanguarda em muitos campos, especialmente na ciência e tecnologia e na aviação. Como povo, porém, podemos pensar em fazer o futuro acontecer hoje e não deixar que isto seja somente um sonho utópico, que nunca acontece! A oposição de Urano com o Sol indica que teremos uma reviravolta no governo nas próximas eleições. Volto a manifestar minha opinião que dificilmente manteremos as coisas ‘como estão’. Como o Sol é representativo dos nossos governantes, a oposição de Urano com o Sol - de abril a setembro especialmente, mas agindo o ano todo, indica um aumento das greves e manifestações públicas de descontentamento e pode mostrar uma desestruturação dos partidos de oposição.

Até março, e novamente de outubro a janeiro, uma quadratura de Urano com a Lua natal mostra certa agitação social, manifestações publicas de insatisfação e atos de rebeldia. De fevereiro a abril e novamente de agosto até o final do ano, um sextil de Urano com Saturno indica possibilidades de falarmos muito em ‘reformas’, mas será que sairão do papel?

Ao mesmo tempo, Urano forma uma quadratura com Júpiter, demonstrando insatisfação com a política econômica do governo e com os bancos apesar da inflação baixa. Se falará muito em dividas (publicas ou privadas) nesse período que vai até fevereiro e novamente em outubro, novembro e dezembro.

De janeiro a abril e de agosto em diante, Urano forma um aspecto positivo com Saturno, indicando possíveis reformas sociais, mas um desaquecimento da industria.

Saturno transita na Casa VI do Mapa Natal e já influencia a Casa VII de agosto em diante.

Saturno é tido em astrologia como “o Senhor do Carma”, aquele que vem colocar as coisas em ordem, e pedir que as pessoas façam a lição de casa. Ele cobra nossa atitude responsável em relação ao signo em que transita (neste caso os assuntos de Leão) e também da Casa zodiacal que ele atinge, nesse caso a Casa VI (do trabalho e da rotina diária e da área da saúde) e a Casa VII (dos relacionamentos internacionais e parcerias comerciais). Ele causa privações, pessimismo, diminuição de lucros, e na Casa VI salienta as nossas pequenas mazelas da vida diária, a pobreza, o salário mínimo (cada vez mais mínimo), a situação dos pobres, dos velhos, da assistência previdenciária. A Casa VI tem analogia com os sindicatos, os trabalhadores, com a limpeza, a saúde e a higiene públicas, com os servidores, especialmente aqueles ligados aos hospitais e INSS.

O ingresso de Saturno no signo de Leão foi assunto de alguns artigos publicados no site.

Até junho Saturno forma os seguintes aspectos:

Uma quadratura entre Saturno e Marte indica disputas e conflitos relativos aos assuntos relacionados acima, especialmente com os países estrangeiros. São possíveis os movimentos de tropas nas fronteiras, os golpes militares e aumentam a violência e a criminalidade. Existe risco de atentados e desastres naturais assim como de acidentes de trem.

Até fevereiro e de maio a julho Saturno inicia uma quadratura com o Saturno natal, e isso provará um esfriamento e um pessimismo geral. Saturno natal está na Casa III, casa do comércio, do varejo, das comunicações, dos correios, da educação e da imprensa e mídia de maneira geral. A mídia será muito dura em suas afirmações, cobrando mais do governo e fazendo muitas críticas especialmente por causa dos problemas econômicos que o país vem sofrendo. Apesar das alardeadas melhorias, o povo ainda sofre com penúria enquanto o governo paga juros sobre juros de nossa dívida externa. Teremos críticas e atitudes de controle em relação com as estradas, os transportes, os professores de escolas e faculdades, e finalmente esse aspecto pode provocar um resfriamento nos relacionamentos com os países vizinhos.

As energias mudam muito a partir de julho quando Saturno forma uma conjunção com Vênus natal do mapa que se encontra em Leão, já influenciando a Casa VII. Esse é um aspecto positivo se pensarmos no lado positivo dos dois planetas: Vênus é um planeta benéfico, é astrologicamente regente dos signos de Touro e Libra e promove os produtos femininos, a moda, os consulados e tratados e acordos com os outros países. Rege o mundo artístico, os museus e galerias de arte, o cinema e o teatro. Promove equilíbrio e estabilidade e produz motivação e comemorações. Quem sabe essa conjunção não seja favorável ao desempenho de nossa seleção na Copa do Mundo de Futebol! Muito se falará também do custo da vida, dos produtos básicos e com a aproximação das eleições os assuntos econômicos ganharão destaque na mídia.

De qualquer maneira, apesar da ação desfavorável de Saturno, sempre restritivo, pessimista e frio, Vênus pode nos proporcionar bons momentos de alegria, talvez, mantendo nossos pés na realidade. À medida que Saturno adentra a Casa VII, o Brasil começará a tomar atitudes mais duras em relação aos outros países, mesmo em assuntos econômicos, defendendo a terra, o território e os produtos de exportação.

Júpiter é o mais rápido dos planetas lentos. Júpiter transita em Escorpião onde ficará até novembro de 2006, nas Casas IX e X do Mapa do Brasil. Depois ele ingressa na X/XI em Sagitário prometendo uma expansão econômica muito favorável ao nosso país. Porém, mesmo considerando Júpiter como planeta benéfico, devemos também lembrar que ele ”expande” tudo aquilo que toca, para o bem ou para o mal, dependendo do planeta atingido pelo aspecto. A quadratura de Júpiter com Vênus, até abril, indica que os assuntos sobre o endividamento ganharão destaque da mídia. As pessoas estarão se sentindo em dificuldades financeiras e poderão se ressentir pelas altas taxas de juros cobrados pelo mercado.

A oposição entre Júpiter e Saturno que vinha atuando desde novembro do ano passado e que continuará especialmente forte de abril a setembro, também foca os assuntos ligados aos bancos, ao dinheiro, à dívida externa e aos juros. Júpiter transita na Casa IX - mas ingressará na Casa X já em setembro/outubro de 2006 - em conjunção com o MC. Esse momento coincide com as eleições presidenciais e esse aspecto pode indicar que estaremos ainda ouvindo notícias sobre assuntos financeiros, economia e corrupção. Qual dos candidatos se encaixará melhor nesse aspecto astrológico para as próximas eleições presidenciais? Aquele que tiver Júpiter em melhor aspecto. Mas isso será assunto de outro estudo publicado a seu tempo. Aguardem as Previsões dos Candidatos.

À medida que Júpiter avançará na Casa XI ele formará uma oposição com a Lua/Júpiter do Mapa Natal, esses na Casa IV do Mapa; isso indica mudanças e flutuações emocionais para o povo a partir de novembro/dezembro de 2006. Os acontecimentos serão relacionados a Júpiter (prosperidade, dinheiro, esportes coletivos) e com a Lua (povo, locais públicos, costumes e tradições, assuntos do trivial). Como esse aspecto é uma oposição, sua manifestação poderá ser mais negativa que positiva. Aliás, sobre o assunto ”Copa do mundo” estaremos publicando semanalmente - a seu tempo - as nossas previsões. Fiquem ligados!

CONCLUSÃO

Como vemos 2006 ainda será bastante difícil, ainda mais que é um ano regido por Saturno! (veja artigo a respeito no site). Por outro lado, tudo o que iremos fazer será em benefício de um amadurecimento do país como um todo, um amadurecimento político e do povo de maneira geral no que diz respeito aos direitos sociais e à cidadania. Portanto, lutem pelos seus direitos, façam valer seu voto e um Bom Ano para todos!

Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Previsão para o Brasil em 2006
Avaliação: 5 | Votos: 1


Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   


Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. faça seu mapa astral Atende em seu consultório em São Paulo com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Para atendimentos e consultas, visite o site pessoal.
Email: contato@astrosirius.com.br
Visite o Site do Autor
Publicado em: 20/01/2006 12:18:13

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
quinta-feira, 16 de agosto de 2018


energia
I-Ching: 58 – TUI – ALEGRIA
É tempo de muita harmonia. O segredo do sucesso é ser alegre e sereno.


energia
Runas: Urus
Creia! As transformações trazem amadurecimento.


16
Numerologia: Interiorização
O dia pede calma e serenidade, leia um livro, ouça uma musica relaxante. Detenha-se nos planos pessoais e no caráter não-material de suas expectativas de vida. Siga o fluxo e faça uma profunda introspecção para descobrir aspectos do seu verdadeiro EU.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Você está preparado para as notícias ruins?
2. A violência online, a violência cibernética
3. Rompendo padrões
4. Viver vale a pena
5. Insatisfação é uma bênção
6. Você é uma mulher única?
7. No escuro de si mesma
8. O que eu posso aprender com esse desafio?



 
© Copyright 2000 - 2018 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade