Home > Astrologia
Previsões Mundiais para 2002 - Parte 1

Previsões Mundiais para 2002 - Parte 1

por Graziella Marraccini

Iniciamos o ano de 2002 com um clima de terror no ar, ainda chocados pelos acontecimentos de setembro de 2001, que acabam levando toda a humanidade a novos questionamentos que irão mudar, sem dúvida, o rumo de nosso desenvolvimento. Já nas previsões feitas à partir do Alinhamento Planetário ocorrido em maio de 2000, havíamos previsto uma necessidade da humanidade repensar a distribuição das riquezas da terra, pois não é possível continuar ignorando que a nossa civilização gerou ao mesmo tempo muita riqueza e muita miséria, e que o abismo entre ricos e pobres, países desenvolvidos e subdesenvolvidos, está cada vez maior.

Neste momento, ao nos debruçarmos sobre os aspectos planetários que se apresentam, queremos fazer uma luz (mesmo que pequena) que poderá servir, quem sabe, para que tomemos o rumo certo para fazer face aos desafios futuros.

Os planetas lentos, Urano, Netuno e Plutão, que marcam principalmente os ciclos destes carmas coletivos, continuam seu caminho em Aquário, os dois primeiros, e em Sagitário, o último.

Plutão é significador de destruição, morte e regeneração, de poder e manipulação, de corrupção, atentados, atos extremistas, desequilíbrio de todo gênero. Ao falarmos em morte, devemos pensar no processo de morte que requer um processo de transformação da matéria para gerar uma nova vida. Esta é a influência do planeta Plutão, que rege também o sexo (a AIDS), a reprodução humana (e também a genética, a clonagem, etc.), os generais e as figuras poderosas, as multinacionais, a máfia, os computadores, a reserva de mercado, a psiquiatria e psicologia, as catástrofes coletivas, e em particular aquelas que envolvem túneis, esgotos, e metrô. O petróleo é também regido por Plutão assim como os países do Oriente. O trânsito de Plutão no signo de Sagitário, continuará pressionando a humanidade no sentido de buscar novos conceitos filosóficos de vida, buscando um comportamento mais ético e justo, e motivando os movimentos de justiça que farão com que muita 'sujeira' que estava escondida por baixo do tapete acabará saindo à luz do dia.

A oposição de Plutão com o planeta Saturno, ainda estará muito ativa, tendo um pico entre maio e junho de 2002. Isto demostra que esta guerra que os EUA estão movendo no Afeganistão ainda irá longe, pelo menos até o mês de julho de 2002. Plutão é o último planeta conhecido de nosso sistema solar e indica que a psique coletiva está com medo do desconhecido, daquilo que nos está sendo enviado dos limites de nosso sistema solar. Na Cabala, atribuímos a Keter (a primeira Sefira) a energia do planeta Plutão, aquele que dá e que destrói a vida. Saturno, no entanto, é o último planeta visível a olho nu, e por esta razão ele significa a matéria, a cristalização das coisas idealizadas e geradas por Plutão. Se Plutão é o Senhor do Reino dos Mortos, e espalha o terror por onde passa, (o medo do desconhecido), Saturno é a caverna onde nos refugiamos. Mas esta caverna é construída por nós e é frágil, pode ser destruída facilmente e não pode nos proteger. A única proteção real deve vir do esclarecimento da consciência. Saturno, em minha opinião, funciona como o Grilo Falante da fábula do Pinóquio, ou seja, ele é nossa consciência, aquela que nos ajuda a discernir o bem do mal. Em astrologia mundial, Saturno significa miséria, doenças, pessimismo, repressão, privações, defeitos em produtos, panes e, em sua oposição a Plutão, significa, mortes coletivas, destruição em massa, êxodo e fome, miséria coletiva, invasões, destruição de cidades, tudo em grandes quantidades. Ele pode marcar muitas vezes as erupções vulcânicas, os terremotos e a energia nuclear que tem alto poder de destruição. Por esta razão não está excluída a utilização de força nuclear neste conflito no Oriente Médio.

Este ciclo de destruição, Plutão/Saturno, que parece se acalmar entre janeiro e fevereiro terá um novo pico em junho, irá terminar em julho de 2002.

Netuno entrará em quadratura com o planeta Marte em março de 2002 e formará uma oposição em julho. Netuno é o planeta que rege tradicionalmente o signo de Peixes. Este signo é ligado ao mundo do crime, aos vícios, roubos e contrabando, à espionagem e ao SNI. As prisões, hospitais, asilos, (FEBEM), e são simbolizados por este signo zodiacal, que traduz a simbologia do Carma (ou Lei de Causa e Efeito). As questões ligadas aos indígenas, às minorias de oprimidos, aos famintos e desvalidos, continuarão sendo evidenciadas e farão ato de movimentos humanitários e coletivos. Poderá haver também aumento da espiritualidade, com chegada de novos gurus, chefes espirituais, com mensagens de libertação. As pessoas se voltarão para a fé como uma âncora para tanto sofrimento. Mas o aumento da religiosidade e da espiritualidade é uma faca de dois gumes: se de um lado abre um caminho de esperança, por outro lado pode aumentar os movimentos fanáticos em nome da religião. Isto indica um período onde veremos ações de seitas religiosas, crimes cometidos pela máfia e pelo crime organizado, seqüestros, e outros atos criminosos ligados ao mundo da droga. Existe também a possibilidade (novamente) de suicídios coletivos em nome do fanatismo religioso. Netuno é o 'planeta invisível' e portanto continuará existindo o medo invisível, ligado às bactérias, aos vírus, ao gás, às contaminações por agentes invisíveis.

O ciclo Marte/Saturno, que é ligado à guerra, repressão, golpes militares, à violência em geral, à criminalidade, e provoca também atentados, mortes devido a desastres naturais, incêndios e acidentes de trem, quedas de pontes e viadutos, (a quadratura deste ciclo ocorreu em dezembro de 2001) e forma uma conjunção em abril/maio de 2002, mostrando um período muito destruidor. Este período será particularmente difícil, já que Marte, ao se encontrar com Saturno, ativa a oposição Plutão/Saturno, já por si altamente destruidora. Existe um risco real de acidentes nucleares, de atos extremados, de muita violência e de atos de terrorismo. Me parece que poderá realmente ser o auge da destruição, uma espécie de 'bomba de Hiroshima' que acabará com uma destruição em grande escala, capaz de implodir a própria guerra. Estes meses (junho e julho), também estão sob a influência da conjunção Marte/Júpiter, que leva as pessoas a cometerem atos de violência exageradas, já que influencia a forma de expressão das pessoas, seus ímpetos e instintos e então elas decidem fazer justiça com suas próprias mãos. Existirá muita polêmica também em torno da política, com 'ânimos muito quentes'. Isto acontecerá não somente no Brasil (já que se aproximarão as eleições presidenciais) mas também nos EUA, onde haverá oposição entre democratas e republicanos, com grandes debates públicos e palavras agressivas de ambos os lados. A conjunção Marte/Netuno (que novamente é ativada em julho e agosto de 2002), indica um novo período que evidencia os sequestros, os crimes hediondos e os suicídios, aumenta os atos de violência cometidos pelo crime organizado, ligado às drogas, como aquele ocorrido em março. Em setembro, Marte forma um aspecto tenso com Plutão, indicando risco de acidentes nucleares, muita violência e atos de terrorismo.
Em agosto irá iniciar um período marcado pelo ciclo de Júpiter/Netuno. Este é um ciclo de euforia (mesmo do ponto de vista econômico) e haverá uma distensão internacional, e o mundo poderá mostrar um otimismo exagerado e por vezes utópico. O período, (que irá até junho de 2003) será marcado por movimentos de fé, aparecimento de seitas religiosas, aparecimentos de 'messias'. Podem acontecer progressos no transporte marítimo e nos portos, focalizando os assuntos ligados ao mar, ao comércio exterior, à diplomacia e ao intercâmbio entre países. Ao mesmo tempo, Júpiter formará uma oposição com Urano, num ciclo que irá marcar momentos importantes na aviação e na era espacial, no crescimento da industria, nas viagens e turismo, no intercâmbio comercial entre países. O mundo da computação e do avanço tecnológico irá sem dúvida ganhar grandes marcos. No entanto, este período poderá ser marcado também por movimentos de rebeliões (tipo 'libertação de ditaduras', etc.). Deve se tomar cuidado com a euforia exagerada que poderá fazer flutuar as Bolsas de Valores do mundo inteiro. Poderão ocorrer ganhos súbitos na aplicação de capital. O ciclo Júpiter/Urano é um ciclo que gera também inflação, que poderá voltar ás paginas dos jornais (de outubro a dezembro de 2002).

Em setembro de 2002 irá iniciar também um trígono entre o planeta Plutão e o planeta Júpiter. Sendo um aspecto ameno, (apesar da natureza de Plutão), parece indicar um período de transformação e regeneração onde se falará muito da crise econômica mundial, do direcionamento dos grandes capitais, podendo haver uma maior preocupação com a miséria humana, com a distribuição das riquezas, dos recursos subterrâneos (como o petróleo), e onde a humanidade dará grandes passos rumo a evolução da genética e da ciência. Se discutirá ética e justiça. Poderão ocorrer movimentos mundiais focalizando a psicologia e a psiquiatria, e as pesquisas efetuadas em Universidade. Existirão também movimentos destinados a modificar as legislações e os tribunais, e se falará novamente da privatizações de multinacionais.

Urano é o planeta do progresso, das invenções e da ciência. Ele comanda as mudanças radicais, os partidos de oposição, as rebeliões e os acidentes de aviação, ferroviários e de motos. É um planeta altamente destrutivo, e cai como um raio desestruturando a casa ou o planeta que ele toca, mesmo que seja com um aspecto favorável. No entanto, os movimentos libertadores são aqueles que fazem cair os ditadores e a palavra 'liberdade' implica sempre uma responsabilidade posterior sobre o ato praticado. Este planeta lembra bem aquela figura do Tarôt chamada "A Torre", onde se vê um raio que destrói uma torre, de onde caem coroados e pessoa comuns. É a Torre do Orgulho humano, que não compreende a limitação de seu poder. Urano estará envolvido numa oposição com Marte nos meses de agosto e setembro de 2002, o que aumentará de muito o seu potencial para a destruição inesperada. Os dois planetas tem a mesma natureza, somente em 'oitavas' diferentes. Podem significar acidentes, (inclusive com aviação, trens, motos e raios ou devido à radiações). Existe a possibilidade de cisões políticas e acidentes ou brigas ligados à sindicatos.

O ano de 2002 poderá terminar com uma inflação elevada, com uma focalização na melhor distribuição da riqueza, com movimentos humanitários para aliviar o êxodo e a fome dos mais desvalidos. Mas não esperem um mar de rosas pois 2003 começará com um retorno de Saturno em sua oposição com Plutão..... Mas veremos isso no final de 2002 já que não pretendemos modificar o destino da humanidade com nossas análises astrológicas.

Em 1º de janeiro de 2002, com o Sol em conjunção com Vênus em Capricórnio se opondo a Júpiter em Câncer, o mundo estará ainda sob o efeito do terror mas renovaremos assim mesmo os votos de otimismo e esperança como fazemos todos os anos. No entanto, existe uma tendência ao exagero, à frivolidade, ao otimismo, como se assim pudéssemos espantar os fantasmas que assombram a humanidade: a guerra, a destruição, o terror, a fome, a miséria, que todo o nosso 'progresso' não conseguiu afastar da face de nosso querido planeta. Júpiter forma uma conjunção com o Sol, Vênus e Júpiter dos Estados Unidos, espalhando um sentimentos de euforia e otimismo. Mas não se iludam, os EUA serão duramente golpeados já a partir de maio, e principalmente em junho/julho, no momento da retrogradação de Plutão. Não haverá repouso: a violência gera violência, é uma lei da natureza, lei que os muçulmanos (com a lei do talião) aplicam muito bem. Mas deixemos a análise do Mapa dos EUA para outro artigo separado.

Em 10 de junho de 2002 ocorrerá um Eclipse Solar que será total no México (em Puerto Vallarta). O Sol estará em Gêmeos em conjunção com Saturno e com o Nó da Lua em oposição a Plutão em Sagitário. São possíveis erupções vulcânicas e quem sabe até aquele famoso terremoto (the Big One) que todos esperam na falha de St. Andrews e que poderá atingir também a Califórnia e o Novo México. De qualquer maneira, por onde ele será visto, mesmo parcialmente, ele é um indício de destruição e morte em grande escala, envolvendo cidades e imagens horríveis.

O Eclipse tem um efeito até que a próxima eclipse aconteça, ou seja, até 4 de dezembro de 2002, quando ocorrerá a outra eclipse, desta vez com seu centro na África do Sul, e no centro-sul da Austrália. Desta vez o Eclipse Solar ocorrerá em Sagitário, em conjunção com o planeta Plutão. O bom aspecto com Júpiter me faz pensar num período de regeneração para a humanidade, onde poderemos, quem sabe, iniciar nosso 'caminho de volta'. Nunca como neste momento os movimentos humanitário serão tão necessários. É o momento para aproveitarmos do recado do céu para mostrarmos que seremos capazes de iniciar nosso movimento de transformação para levar nossa nau/terra para um destino melhor.

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 1
Atualizado em 17/12/2001 12:22:23

Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. faça seu mapa astral Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Para atendimentos e consultas.
Email: contato@astrosirius.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Umbanda - A alegria dos filhos de fé
Adeus aos preconceitos!
Feliz é aquele que sabe o que quer...
Você já despertou?
Fibromialgia
Depressão por inveja


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
quinta-feira, 21 de novembro de 2019

energia
I-Ching: 19 – LIN – APROXIMAÇÃO
É tempo de alegria e esperança. Trabalhe, seja perseverante e deixe que os outros se aproximem, pois agir em conjunto será muito benéfico.


energia
Runas: Kenaz
Abertura de caminhos, iluminação e proteção.


21
Numerologia: Otimismo
Cante hoje, mesmo que seja intimamente. Encontre seu melhor sorriso e o mantenha. Ria mesmo das dificuldades será bem fácil superá-las hoje. Dê atenção especial a si mesmo e irradie alegria àqueles que encontra.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa