auravide auravide

Previsões Mundiais para 2008 - Parte 2

por Graziella Marraccini
Publicado dia 10/01/2008 16:46:45 em Astrologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Continuando as Previsões Mundiais para 2008

CICLOS DE NETUNO

Netuno é o planeta do onírico, do sonho, da inspiração e da espiritualidade. Mas é também o planeta das confusões e do caos, das máfias e das drogas. Ele rege o signo de Peixes, XII° da roda zodiacal. Em Astrologia mundial, Netuno é também ligado aos assuntos relativos ao mar e às águas de maneira geral, assuntos que ficarão na pauta ainda durante todo 2008. Netuno rege ainda a chuva, a neblina, os pântanos e lagos, assim como o gás natural. Ele rege também as minorias étnicas, os índios e outros excluídos da sociedade, assim como os hospitais, casas de saúde, prisões, favelas, os pobres e desvalidos e a industria farmacêutica em geral. Netuno transita esse ano ainda no signo de Aquário, ou seja, está agindo no ar, no céu, reino de Urano, com o qual mudou de trono!

Ciclo Netuno/Saturno: formam uma oposição entre abril e maio de 2008. Num artigo sobre o Brasil analisei o fato de um aspecto tenso entre esses dois planetas (a oposição entre Saturno e Netuno) estar influenciando a Casa I e a Casa VII do Brasil de forma particularmente negativa, anestesiando o povo que assiste indiferente a todo o desvario da classe política atual, sem agir. Em nível mundial, as pessoas se sentem sem esperança e particularmente deprimidas. Em astrologia mundial, Netuno indica um aumento dos movimentos de fé e atos de fanatismo religioso, e pode indicar suicídios sociais e fugas em massa de prisões e lugares de confinamento, pode indicar problemas com drogas e as máfias ligadas ao tráfego de entorpecentes. Sob sua influência e do lado mais positivo, haverá um aumento dos movimentos sociais destinados a aliviar a pobreza e a miséria dos países mais pobres cujo sofrimento não pode mais ser ignorado. As diferenças sociais, entre países ricos e pobres, continuarão a promover êxodos e deslocamentos e até colapso social. Aumentam as contaminações por vírus e contágios coletivos, pelo ar, com possibilidade de provocar mortes coletivas em pessoas e animais. Aumenta também o perigo de acidentes no mar e a contaminação das águas, que será fonte de preocupação, assim como aumentarão os problemas ligados ao gás natural.

O ciclo Netuno/Marte: um trígono entre os dois planetas, em fevereiro e março e novamente em setembro (ação positiva) e uma oposição em junho, e outubro (ação negativa) indicam que serão evidenciados os assuntos ligados ao mar, ao trafico de drogas, à máfia e às quadrilhas que sonegam e fraudam, aos seqüestros, às favelas, e podem ocorrer grandes ações da polícia contra o tráfico, como apreensões e invasões de policiais nas favelas, etc. Enfim, geralmente os aspectos negativos são ruins no sentido de indicarem um aumento da violência e os aspectos positivos marcam importantes avanços na contenção da mesma ou, pelo menos, indicam a possível prisão de quadrilhas e criminosos, desmantelamento de tráfico, etc. Teremos notícias mais positivas ligadas aos avanços na despoluição dos mares e mananciais, evidenciando os assuntos ligados ao cinema, fotografia, assuntos marítimos, e também assuntos relativos ao gás natural e aos recursos hídricos de nosso planeta.

CICLOS DE URANO

Urano é outro planeta que possui uma energia difícil de ser analisada. Seu nome tem como arquétipo o Deus Urano da mitologia Greco-romana. Em nível mundial sua ação é bastante verificável pois provoca grandes reviravoltas súbitas e violentas. Sua natureza excêntrica (como o é sua própria revolução) indica que ocorrerão em nosso planeta mudanças radicais, violentas e definitivas que no longo prazo podem até mesmo ser benéficas. Seu arquétipo, que é ligado ao Deus do Céu e das Estrelas, salienta as mudanças no mundo da aviação, da conquista espacial, podendo provocar avanços na tecnologia e na conquista do espaço. Ele indica, porém, um aumento das rebeliões e greves, mesmo se cria avanços e progresso especialmente na ciência e tecnologia. Ele rege o signo de Aquário, portanto é sempre ligado à idéia do progresso, mas para dar lugar ao ‘novo’ muitas vezes ‘o velho’ precisa ser destruído, ou pelo menos, reformado! Pois é Urano o indicador dessas reformas. Os partidos da oposição e de esquerda, de maneira geral, são regidos por esse planeta. Urano transita atualmente no signo de Peixes, ou seja, ele agita o mar, reino de Netuno com o qual ‘trocou de lugar”! Os acidentes ocorridos no mar e aqueles causados pela violência das águas (aumento dos temporais, tempestades, raios e ventanias súbitas) são fruto dessa influência. O nosso clima continuará ‘louco’ enquanto Urano o estiver influenciando!

Ciclo Urano/Júpiter: o ano já inicia sob a influência de um sextil que irá até junho. O aspecto retorna em outubro. Nesse período serão evidenciados os assuntos relativos à dívida externa dos países, à inflação, ao intercâmbio comercial e à autonomia dos países (em relação ao FMI e banco mundial, etc.). Não teremos problemas com a inflação este ano já que os aspectos não são tensos. A mídia salientará a necessidade de incentivos financeiros para incrementar o desenvolvimento industrial, e pode indicar tensões no âmbito dos julgamentos internacionais. A conquista do espaço também será salientada pela mídia, mas nem sempre positivamente. Podem ocorrer oscilações também no campo da indústria que se queixará de falta de crescimento em nível mundial. Esse será um período de extremos, tanto no positivo quanto no negativo. O intercâmbio comercial entre países sofrerá vários atritos durante o período citado. Podem ocorrer rebeliões e movimentos separatistas entre países, assim como incidentes nas fronteiras.

Ciclo Urano/Marte nunca é muito positivo, mesmo nos seus melhores aspectos devida a própria natureza dos planetas: uma oposição ocorre entre julho e agosto e é um aspecto tenso que pode indicar o aumento dos acidentes aéreos, de trem e motocicleta, e também com grandes máquinas e navios. Ocorrerão cisões nos partidos políticos de esquerda e movimentos grevistas. As manifestações e demonstrações populares podem degenerar em violência, com possíveis grandes enfrentamentos com policiais, intervenções militares e até incursões aéreas. Os aspectos positivos em abril e em outubro indicando avanços em tecnologia e melhora da industria de maneira geral. CICLOS DE SATURNO

Saturno foi o planeta regente de 2006 e sua ação foi amplamente descrita também no artigo ‘Saturno em Virgem’. Saturno está em Virgem desde setembro de 2007 e está em retrogradação no inicio do ano, até o dia 3 de maio. Em astrologia mundial, Virgem é o signo ligado ao ambiente de trabalho, à rotina da vida diária, e também se relaciona com a área da saúde, dos cuidados com os pequenos animais, com os problemas domésticos. Tem relação com os empregos públicos, com o funcionalismo de maneira geral e também com os empregos e com o serviço de maneira geral.

Ciclo Saturno/Urano: este é um ciclo importante e estará ativo em janeiro e novamente com intensidade crescente a partir de setembro de 2008, adentrando os primeiros meses de 2009. Saturno é o planeta da ordem, da restrição e da limitação, Urano é o planeta da rebeldia. Urano, na mitologia grega, era o Deus do Céu e das Estrelas, Deus do infinito, onde não existe linha do tempo. Saturno, filho de Urano com Gea, é o Deus castrador, dono do tempo, agente de cristalização da matéria que mantém nosso espírito aprisionado. Quando esses dois planetas se opõem um ao outro, ocorrem grandes energias reformadoras entre o céu e a terra. Nem sempre sua ação é benéfica, mesmo se, no longo prazo, pode se tornar favorável por abrir o caminho para novos campos de ação. Acontecem defeitos em produtos (carros e máquinas entre outros), terremotos, desaquecimento da industria, movimentos radicais em favor de reformas. Caem pontes, viadutos, edifícios e aviões. Acontecem terremotos com grande poder de destruição. Esses dois planetas, Saturno em Virgem e Urano em Peixes, indicam que as rebeliões, confusões, fugas etc. ocorrerão em prisões, hospitais, e também nas áreas do funcionalismo publico. Portanto, o período das eleições no Brasil será tumultuadas!

Ciclo Saturno/Júpiter, em trígono, está ativo no período até fevereiro e novamente de agosto a dezembro. Como a natureza de um é restritiva e do outro é expansiva, existe uma espécie de ‘queda de braço’ entre os dois planetas, mas o resultado pode ser uma espécie de equilíbrio energético que promove também um equilibro social, especialmente no campo financeiro. Júpiter em Capricórnio e Saturno em Virgem facilitarão certamente a classe trabalhadora. Focalizaremos ainda o mundo dos capitais e investimentos e veremos muitas medidas importantes com tratados econômicos a nível mundial. Esperemos que essas sejam ações em benefício dos pobres e dos países endividados, para aliviar a grande desigualdade social.

Ciclo Saturno/Marte é indicador de eventos violentos, de guerras, de movimentos de tropas, de golpes militares e ações policiais, especialmente entre junho e julho de 2008. Existe o risco de um aumento dos atentados e também dos desastres naturais com mortes coletivas, da queda de pontes e edifícios; aumentam os acidentes de trem, aumenta a violência e a criminalidade de maneira geral e a conseqüente ação repressora das polícias no mundo inteiro. Podem ocorrer mortes por causa de incêndios de edifícios. Em março e outubro a ação é menos negativa, indicando movimentos militares, ações da polícia, e mesmo a tomada de medidas punitivas, muitas vezes de natureza militar, ou até mesmo legislativas.

CICLOS DE JUPITER

Júpiter: esse é o planeta da expansão e está ligado ao mundo religioso e dos capitais e investimentos internacionais. O astro rege também o turismo e o intercâmbio entre os países, assim como a religiosidade e as filosofias de maneira geral, sendo regente de Sagitário. A influência de alguns aspectos que esse planeta forma com os outros planetas já foram descritas anteriormente.
Júpiter forma um aspecto difícil com Marte em abril setembro e novamente no inicio de 2009. Como já havia comentado, a energia de Júpiter amplia a ação de Marte, e parece estimular as glândulas supra-renais das pessoas, que, com mais adrenalina, reagem quase sempre em ‘over’ a qualquer estímulo. É muito difícil controlar as reações das pessoas, por essa razão ocorrem muitas brigas, cisões, atos de violência e rupturas de todos os tipos, ações de guerra e agressões mesmo entre países; nas fronteiras acontecem movimentos separatistas e atos extremados de todo tipo. As pessoas se exaltam e costumam reagir com exagero procurando fazer justiça com suas próprias mãos. Por outro lado o mercado de risco dá sustos e os assuntos ligados à política e ao legislativo também serão salientados pela mídia, e nem sempre positivamente. Grandes julgamentos ganharão as manchetes, os países se enfrentam em tribunais, recorrem às leis internacionais para se defenderem, enfim, os ânimos ficam bem exaltados nesses períodos. Em abril o aspecto será mais intenso. Na manifestação positiva, especialmente em julho e em outubro, os mesmos assuntos serão postos em evidência, mas com ações positivas, indicando manifestações de otimismo e entusiasmo coletivos mesmo do ponto de vista econômico ou do comércio internacional.

Esta analise não pretende ser conclusiva, mas as indicações geradas pela observação dos aspectos astrológicos deveriam ser levadas mais a sério, especialmente por parte dos dirigentes, de maneira a que se possam aproveitar os fluxos energéticos sempre da maneira mais positiva possível. Porém, como controlar todos os países? Como não perceber que a Terra segue seu curso de evolução de forma inexorável, e que nós, pobres habitantes deste planeta, estaremos sempre sujeitos a essas influências astrais como meros coadjuvantes de um carma coletivo, não somente em nível de país mas em nível mundial!

No artigo As Previsões para o Brasil 2008 fiz uma análise dos Eclipses de 2008 e sua influência sobre nosso país, portanto elas não serão analisadas novamente neste artigo.
São Paulo, 1º de janeiro de 2008


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Leia Também

Previsões Astrológicas para o Brasil 2008




Sobre o autor
graz
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. grabnn Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Email: contato@astrosirius.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo A imaginação constrói os problemas
artigo Adestrar x Educar
artigo Luz e sementes conscienciais
artigo O que é o ego?


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa