auravide auravide

Recomeçar, sempre!


Tendo nascido na Itália, me sinto ainda muito ligada pelo coração ao meu país de origem e não posso deixar de comentar algo sobre o terrível terremoto que destruiu a bela cidade de L’Áquila e algumas pequenas localidades vizinhas, na véspera do feriado da Páscoa. E, como astróloga que sou, acabo me perguntando automaticamente: poderíamos ‘ler’ esse acontecimento no céu? Terremotos ou catástrofes coletivas são previsíveis? Ouvindo os especialistas em Geofísica e Sismologia – entrevistados pela TV italiana - parece que não. Eles afirmam não poder prever nem a força e nem a duração do tremor, nem quando isso irá ocorrer. Podem somente registrar o ocorrido, e medir sua intensidade. De fato, apesar de ter havido algumas pequenas sacudidas do solo alguns dias antes do terremoto, ninguém esperava algo tão devastador. E nem seria possível saber com certeza quando o fenômeno irá terminar, apesar de que, em minha opinião, a magnitude da catástrofe pode ter explicação na Lua Cheia deste mês, que só fez agravar o desastre, assim como fez aumentar as marés e ainda as ondas imensas que varreram o litoral do sudeste brasileiro esta semana! Os técnicos esperam, e nós também, que aos poucos a terra pare de tremer e as pessoas consigam aos poucos retornar à vida, recomeçar. Também espero e rezo para que Deus ajude essas pessoas e lhes dê forças para recomeçar!

Analisando alguns aspectos planetários presentes no céu deste período, já havia comentado anteriormente a possibilidade de algum desastre de grande magnitude acontecer. A razão dessa previsão (publicada no STUM) é que existe atualmente uma briga de titãs no céu: Urano se encontra em oposição a Saturno! Quando aprendemos astrologia mundial, nos ensinam que esse aspecto astrológico tenso entre os dois planetas pode provocar: defeitos em produtos e máquinas - queda de aviões - queda de edifícios, pontes e viadutos - movimentos radicais e rebeldes - terremotos – aumento da mortandade causada por acidentes de motos, trens e aviões - crise econômica e desaquecimento da indústria - ações para a contenção do capitalismo - ações repressivas - movimentos de controle contra ações subversivas e grevistas com violência e mortes. No Brasil, estivemos recentemente sob o impacto das destruições causadas pela inundações em Santa Catarina e agora também no Nordeste, experimentamos fenômenos atmosféricos (tornados) nunca antes vistos, e ainda sofremos o impacto da crise econômica global. Quando estaremos fora disso? Recebi vários e-mails me pedindo para fazer algum comentário a respeito desse assunto.

Na realidade, como faço todos os anos, eu já havia publicado alguns artigos desde Setembro de 2008, quando essa oposição Saturno/Urano iniciou. (Leia os textos no final deste artigo). No entanto, fica claro que, à medida que os acontecimentos vão se delineando no tempo, o quadro vai ficando mais claro. Se Saturno, o castrador, se opõe a Urano (seu pai), o rebelde, coisa boa é que não vai sair dessa luta, não é mesmo? A ação dos planetas é comparada com duas forças, duas energias que se enfrentam (quando estão em oposição) ou se juntam (quando estão alinhados em conjunção), ação essa que se manifestará de acordo com sua natureza e nos significadores dos signos onde se encontram. Este mês, para piorar as coisas, Marte, outro planeta muito destrutivo (o Deus da Guerra), se uniu a Urano em sua luta contra Saturno! Esse aspecto irá durar até o dia 27 de Abril, aproximadamente, voltando em seguida em Agosto. Portanto, esse pode ser um período marcado por acontecimentos muito dramáticos e destrutivos. Entre meados de Agosto e final de Setembro, teremos outra ‘sacudida’, (não posso afirmar se será física ou econômica), pois dois outros planetas entrarão em jogo: Marte se oporá a Plutão enquanto Saturno e Urano voltarão a se enfrentar. Podemos esperar um momento de maior dificuldade, podendo acontecer alguns desastres muito graves e também poderá ocorrer outro susto na atividade econômica.

De qualquer maneira, já comentei algumas vezes que estamos num período de transição de Eras e que, quando isso acontece, a Terra passa por um momento de ajuste e de acertos cármicos, que podem ser compreendidos como úteis a essa transformação. Por essa razão, devemos ter sempre em mente que nossa ação individual, mesmo que insignificante, pode fazer a diferença e, portanto, não devemos desistir de agir. Se, ao saber que iria acontecer uma enorme inundação, Noé não tivesse construído um barco para abrigar os animais da terra, tudo teria sucumbido às forças das águas. Mesmo se interpretarmos o fato de maneira simbólica, podemos deduzir que o recado é esse: ‘precisamos construir nossa Arca se quisermos sobreviver à inundação’ (ou outra catástrofe)! Ou seja, devemos ter em mente que, se construirmos nossa ‘Arca’ de acordo com o recado do céu, poderemos nos salvar, salvar o planeta!
Os cabalistas ensinam que o Cosmo nunca envia um ‘castigo’ sem antes enviar o ‘aviso’. Ou seja, existem sinais que muitas vezes, distraídos que estamos com nossos afazeres materiais, não conseguimos interpretar. No entanto, se nossa Arca interior estiver sendo construída com bases firmes e sólidas, podemos ter certeza que sobreviveremos a qualquer abalo! De que modo, então, construir essa Arca, perguntarão vocês? Eu creio que o único caminho que nos é oferecido é aquele do comprometimento e da cooperação. Se estivermos comprometidos com o bem comum, se estivermos sinceramente unidos e fraternos em nossa luta, não iremos sucumbir. Se ficarmos alheios aos acontecimentos, como se não fôssemos responsáveis, se sucumbirmos às dúvidas e ao egoísmo, como se estivéssemos sós neste mundo, não conseguiremos construir uma Arca forte que resista às tempestades.
Podemos, portanto, construir nossa Arca todos os dias, com as orações, com as meditações, com o comportamento ético e moral, com as boas ações e os bons pensamentos, sempre agindo com o coração puro e cheio de amor fraternal. Aqueles que sofrem de algum mal neste momento devem ter uma só certeza: o sofrimento tornará mais resistente sua Arca. Portanto, não esmoreçam, não desistam, não tenham dúvidas, não se deixem abalar pelos tremores da terra e do céu! Se unam uns aos outros e gravem em seus corações uma só frase: “Tenho certeza de que meu Pai me indicará o caminho”.
Essa semana podemos meditar no gênio cabalístico de nome ARIEL:

YUD RESH AYIN

Leia da direita pra esquerda
46. Certeza absoluta

Podem meditar sobre essa manifestação sagrada de Deus e orar seu salmo de oração que é o de nº 114.
Deus estará ajudando vocês a superar as dificuldades e indicará o caminho!

São Paulo, 14 de abril de 2009



estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


graz
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. Conheça meus serviços on-line
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Astrologia clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa