auravide auravide

Saturno em Virgem


Com o ingresso de Saturno no signo de Virgem, fato que aconteceu no dia 02 de setembro passado, estamos iniciando um período bem interessante não somente para aqueles que nasceram com o sol neste signo mas também para nós todos que vivemos no Brasil. De fato, o nosso país ganhou sua independência sob o signo de Virgem (veja o artigo sobre a Revolução Solar do Brasil 2007). Assim, a passagem de Saturno neste signo acabará afetando nossa vida, pois estamos todos sob esse carma coletivo.
Na mitologia romana, Saturno era o Deus que protegia a agricultura, o plantio e a colheita. Ele correspondia ao Deus Chronus da mitologia grega, filho de Urano e Geia (a Terra) e pai de Júpiter (Zeus). Segundo a Wikipedia, designa-se por cronologia (do grego chronos, tempo + logos, tratado, estudo) a descrição ou registro de eventos organizados em função do tempo, numa seqüência ordenada de ocorrências. Por essa razão, sob a influência desse planeta nos sentimos presos ao tempo, como que atados por correntes de um destino que nos impedem de andar tão depressa e onde gostaríamos. Dessa forma, psicologicamente, Saturno pode representar um processo restritivo e limitativo em muitos sentidos. Saturno é o “cercado onde a mãe natureza coloca seus filhos” e esse cercado nos impede de ir para aonde queremos. Ele representa o limite, o nosso limite pessoal ou, no caso do Brasil, o limite imposto aos seus dirigentes. O seu papel é aquele de um pai, que nem sempre pode parecer bondoso aos olhos dos filhos, mas que certamente colocará barreiras e limites em seu caminho, fará cobranças e imporá deveres para que eles cresçam seguros e fortes, tornando-os independentes e responsáveis. Esse é o papel de um pai, não é mesmo? Na astrologia, Saturno simboliza o tempo, os obstáculos, a rotina, a velhice e os antepassados, a solidão e a fatalidade. Ele rege nossa estrutura óssea, os dentes, pele, cabelo e todas as cartilagens do corpo, assim como o sentido da audição e a vesícula. Sua ação é cristalizadora, endurecedora, e causadora de pedras e calcificações. Muitas vezes ele provoca quedas e contusões que nos obrigam a diminuir o ritmo, a ficar em repouso, a baixar nossa ansiedade, imobilizando-nos numa cama. È desta sua ação negativa que provém a sua fama de nefasto.

Saturno tem um ciclo aproximado de 29 anos. Ao percorrer seu caminho entorno do Sol, e ao fechar um circulo imaginário em torno de nós (ou seja de nosso Sol) ele fecha um anel que nos faz retornar ao ponto de partida, ponto este que parece representar um exame de conscientização e amadurecimento em nossa vida. Os ciclos de 7 anos, em astrologia, correspondem também aos ciclos lunares que indicam períodos de amadurecimento emocional. Assim, os múltiplos de sete são sempre muito importantes para qualquer acontecimento de nossa vida. Saturno possui energias tais que podem nos parecer duras e rígidas, dependendo de nosso mapa pessoal, ou seja, de nossa personalidade. Os signos de água (como Peixes por exemplo, que sofrerá a ação da oposição deste planeta) poderão sofrer mais com a passagem de Saturno, assim como os leoninos (de Fogo) sofreram nos últimos dois anos e meio!

Para os virginianos, Saturno não irá representar uma grande prova já que ele rege um signo de Terra (Capricórnio) e portanto um signo naturalmente relacionado com a materialidade, a rotina, o dever e a responsabilidade. Sua ação foi sentida duramente nestes últimos dois anos e meio, pelos leoninos, de natureza fogosa. O virginiano agüenta bem as responsabilidades, aceita restrições e rotinas sem se queixar e tem capacidade de ‘dar tempo ao tempo’. Uma das maiores qualidades dos virginianos é aquela da organização. Para organizar algo precisamos analisar, definir prioridades e ordem de colocação e finalmente definir valores. Já indiquei em meu artigo sobre Ceres, publicado no site, que esse corpo celeste recém descoberto poderá vir a ser o próximo regente de Virgem, por causa da analogia entre o seu mito e as atribuições astrológicas do signo. O mito de Ceres se relaciona com o plantio e a colheita, ou seja, com aquele trabalho laborioso que os trabalhadores do campo conhecem tão bem. Eles conhecem como ninguém o Deus Saturno em ação: esperam pacientemente a ação natural do tempo, pois, como nos ensina o Eclesiastes (capitulo 3):

1 - Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.
2 - Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
3 - Tempo de matar e tempo de curar; tempo de derribar, e tempo de edificar;
4 - Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
5 - Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar;
6 - Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de deitar fora;
7 - Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
8 - Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.
9 - Que proveito tem o trabalhador naquilo em que trabalha?
Assim, como vemos, é o Deus do Tempo que nos acorrenta inexoravelmente num eterno ciclo de morrer e renascer. Na Cabala, Saturno é relacionado com a Sefiroth de Nº. 3, Binah. É nessa Sefiroth que a energia pura proveniente do Ain Soft começa o caminho da cristalização que nos levará, através dos 22 caminhos, até Malkut, a materialização.

Será que a passagem de Saturno em Virgem ajudará também nossos dirigentes a se tornarem mais responsáveis? Será que os governantes deste país aprenderão que, se hoje eles nos enganam serão julgados lá adiante? Terá vindo o momento de colher os frutos do plantio? Terá vindo o momento de compartilhar o pão feito com o trigo colhido? Quantas perguntas ficam no ar! É claro que veremos um amadurecimento em muitos setores de nosso país e no povo de maneira geral, que acabará se tornando mais responsável em muitos setores. E nós também podemos fazer nossa parte.

Podemos começar a entrar nessa sintonia fazendo algumas reflexões importantes que irei indicando ao longo deste período e em meus próximos artigos. Essa semana, aproveitando também o ingresso da primavera, podemos começar por:
- Colocar ordem na casa, escritório, armários, etc.; (preparar a terra para o plantio).
- Definir prioridades em nossas ações; (priorizar as necessidades do plantio).
- Fazer distinções entre coisas importantes e de menos importância, coisas urgentes e de menos urgência; (selecionar as sementes que iremos plantar).
- Definir com clareza funções, tarefas e prazo para nossas ações. (definir quais frutos queremos colher lá adiante e quando queremos colhê-los).

Vamos arregaçar as mangas e começar já!
Uma boa semana a todos!


estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1




graz
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. grabnn Atende em seu consultório em SP com hora marcada no horário comercial.
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa