auravide auravide

Você viajaria sem conhecer o destino de sua viagem?


Viajar sem rumo e sem destino é coisa de andarilho. Apesar de que podemos até achar interessante ir andando pela vida 'sem destino', no final, isso seria bem arriscado, não é mesmo? Ou seja, isso seria coisa de 'Louco'! O arcano nº 0 do Tarô, que inicia a caminhada do homem em sua encarnação, significa que o ser humano, ao empreender sua viagem, irá precisar conhecer o roteiro; caso contrário, andará pela vida como alguém perdido, sem rumo e sem destino. No entanto, o Louco possui um roteiro em suas mãos e poderá escolher usá-lo, ou não, para alcançar o seu destino.

Assim, ao tomar consciência do seu roteiro, ele se tornará um 'Mago', (Arcano nº 1 do Tarô), e continuará, então, sua caminhada com todas as ferramentas na mão. De fato, ao adquirir o conhecimento necessário para fazer suas escolhas e exercer seu livre-arbítrio ele se tornará artífice do próprio destino, co-autor junto com Deus! Usando o conhecimento astrológico e cabalístico, podemos compreender qual será a melhor forma de usar nossas ferramentas para poder seguir no rumo certo. Podemos conhecer o roteiro pré-escolhido por nosso átomo divino, aquele que os ocultistas chamam de 'Átomo Nous', e que reside no ventrículo esquerdo do nosso coração. Ele é como um passageiro que ao tomar um carro -um táxi, por exemplo- indica ao motorista não somente o destino, mas também o caminho que ele quer seguir. Se deixarmos que o motorista nos leve até o destino indicado sem apontar o percurso, este poderá se perder ou até mesmo 'nos enrolar', não é mesmo?

Em astrologia cabalística, consideramos que o Átomo Divino -nosso Sol- serve para unir os quatro mundos divinos de manifestação. Essa manifestação permeia os quatro níveis diferentes: o divino, o espiritual, o psicológico e o físico. O físico é representado pelo nosso signo Ascendente, com o qual nos manifestamos no mundo material; o psicológico é representado pelo signo lunar, onde manifestamos emoções, sentimentos e também condicionamento psíquico; o espiritual irá depender de nosso grau de conscientização ética e moral -conseguida ao longo das várias encarnações-, e pode ser representado pelos planetas Júpiter e Saturno, principalmente. E o Divino... ah, este é somente para poucos iniciados e tem uma enorme analogia com o planeta Netuno! Leiam mais sobre este planeta em meu site pessoal.

Então, o corpo físico é uma máquina Elemental que funciona pelo relacionamento entre sólidos, líquidos, gases e calor, ou seja, pela manifestação dos elementos Terra, Água, Ar e Fogo. Enquanto o mecanismo é orgânico na origem, ele não pode funcionar sem estas interações elementais que fazem funcionar todas as válvulas, bombas, conduites etc. de nosso mecanismo biológico. Somente a perfeita integração e interação destas partes produzem um funcionamento harmonioso e saudável de nosso corpo.
No entanto, esta integração também depende de muitos outros fatores. Num segundo nível, nosso corpo precisa de um bom funcionamento químico que opera através dos órgãos, como rins, fígado, coração, etc. É deste funcionamento químico que depende a nossa inclinação física em qualidade passiva ou ativa, por exemplo. Num terceiro nível, nosso corpo funciona de maneira eletromagnética (impulsos energéticos) para regular o nível químico/molecular dos hormônios e das enzimas, por exemplo. Desta feita, para se manifestar, o fenômeno da vida irá precisar de muito mais do que um campo de forças agindo entre pontos de ação, fluxos e refluxos, etc.
O fenômeno da vida é algo que precisa de uma força eletromagnética para existir, ou seja, de um campo de energia que é proveniente do cérebro de onde partem todas as ordens para que nosso corpo funcione! Mas o cérebro, este, de quem recebe as ordens?

A meu ver, ele recebe ordens do passageiro -SOL-, que conhece o destino e que conhece o roteiro. Somente se estes dois elementos -coração e mente- interagirem de forma harmoniosa e integrada, nós poderemos dar ordens ao motorista do carro -Lua-, para que ele domine e dirija nossos instintos -Mercúrio, Vênus, Marte- e nos leve, íntegros e felizes, ao nosso destino final. À medida que melhoramos nosso autoconhecimento, podemos superar o limiar que separa o Destino Inconsciente (lunar) do Destino Consciente (solar) e, então, poderemos ouvir nosso verdadeiro Eu Interior e nos sentiremos em perfeita harmonia com ele, promovendo nossas livres escolhas. Caso contrário, o Ego Social -Lua-, condicionado pelo ambiente do nascimento, nos guiará por uma vida sem rumo e sem destino, de modo similar ao Louco do Tarô.

Porém, caros leitores, podemos entrar em contato com o nosso Eu Interior onde reside o átomo Nous. Ele é o nosso Centro, o Centro da nossa Árvore da Vida, e tem analogia com nosso coração. Apesar dos cientistas considerarem o coração simplesmente como uma 'bomba', ele é muito mais do que isto. Ele, que representa nosso Sol, conhece o roteiro e o destino que devemos alcançar. Então, vamos escutar o que ele nos diz, não com os ouvidos físicos e nem mesmo com nosso intelecto condicionado pelo Ego, mas com nossa intuição! Essa Voz Interior pode ser ouvida quando nossa mente se acalma, ou seja, através da técnica da meditação. Poucos minutos diários de meditação podem fazer milagres!

Eu já refleti varias vezes sobre esses assuntos -força da mente, necessidade do autoconhecimento, Eu Interior, Ego, etc.- em outros artigos já publicados no STUM e no meu site pessoal nas seções de astrologia, cabala e também na seção que ensina a Técnica de Libertação Emocional *EFT. Leiam e reflitam, conheçam mais!

Então, que tal começarmos a tomar as rédeas de nosso destino? Que tal conhecermos o roteiro que teremos que seguir? A astrologia em suas várias modalidades pode oferecer este roteiro, pois é a disciplina que lê e interpreta o 'design' que Deus reservou para nós.

Onde nos leva este raciocínio? A deduzir que todos nós temos um Sol que nos representa e que ele está adormecido ou acordado. É ele que deve ser o verdadeiro condutor do nosso carro! Você já se perguntou como é o seu Sol? Você se perguntou se é ele que fornece o roteiro ao motorista ou se ele está 'dormindo no banco de trás' do seu carro? Você conhece o seu roteiro de vida? E o seu destino, verdadeiro propósito desta sua encarnação? A resposta pode estar numa simples leitura de seu mapa astral, ele é a chave de sua encarnação. Com o conhecimento, consertar o roteiro pode ser bem simples: ainda dá tempo de voltar a percorrer o caminho original. Sua vida será mais harmoniosa, equilibrada e feliz.

Aguardo suas reflexões, observações, comentários. Escrevam no email abaixo indicado, terei prazer em responder e orientá-los! Desejo a todos uma semana Iluminada!

São Paulo, 11 de fevereiro de 2011



estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


graz
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology. Conheça meus serviços on-line
5 perguntas Frequentes, visite Canal do youtube e Facebook
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Astrologia clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa