auravide auravide

Clicks para viver melhor


O garotinho está sentado no meio da sala com uma engenhoca nas mãos. Em pouquíssimos minutos, uma das duas coisas vai acontecer. Ou ele vai conseguir descobrir qual a tecla que deve apertar para encher a tela à sua frente com imagens animadas ou vai desistir, confuso e ligeiramente irritado.

Vamos apostar no menino, certo? Como é característico das crianças pequenas e de alguns adultos em momentos muito especiais, neste instante tudo nele -- corpo, mente, energia -- está convergindo para o desafio que está nas suas mãos. Visto assim tão perfeitamente concentrado, parece um arqueiro pronto para disparar a flecha mais certeira... Um segundo mais e seu cérebro vai ser bombardeado por uma explosão de 0.3 segundos de ondas gama de alta freqüência que vão encher de energia uma pequena estrutura dentro do seu lobo temporal direito. O pequeno vai respirar fundo e suas pupilas vão dilatar, talvez ele solte um grito: ahá! Viva! Se fosse grego, nosso menininho poderia até gritar como o sábio Arquimedes: eureka (achei!)! E sairia correndo e pulando pela casa, inundado pelo mais puro e genuíno sentimento de felicidade!

Inspirações, insights, idéias luminosas, percepções ou... clicks! (A tradução mais simpática para o aha! inglês) Momentos assim são divisores de águas, profundamente transformadores. Marcam aquele segundo em que as criaturas subitamente acordam, modificam-se e crescem...

Provocar as mudanças que queremos na nossa vida está muito longe de ser uma tarefa fácil. Milhares de livros, palestras e programas sobre motivação aparecem todos os dias, tentando ajudar as pessoas a modificarem hábitos ou padrões de comportamento que, embora tragam dor e sofrimento, parecem colar em nós de um jeito impossível de remover.

Afinal, por que mudar é tão difícil? Fomos perguntar para o escritor britânico Mike George, editor-chefe da revista Heart and Soul e que está no Brasil para lançar seu novo livro: "Os sete clicks essenciais para uma vida melhor".

E a resposta: "Porque ficamos dependentes de forças externas que nos estimulem a ser feliz. A felicidade verdadeira é chamada "contentamento" e não nasce de algo externo, ela é gerada dentro de nós. Quando estamos neste estado de alegria e contentamento o tempo nunca é um problema. Três coisas motivam realmente os seres humanos: criatividade, propósito e significado. Todas elas se perdem ou são destruídas por crenças erradas como por exemplo acreditar que a vida é uma competição pela sobrevivência do mais forte... A base da nossa resistência a mudanças é o medo e o medo nasce do ego. É o ego o verdadeiro sabotador dos sucessos humanos, embora possa até não parecer..."

É neste imbroglio entre ego resistente, crenças aprendidas, valores mofados e hábitos petrificados que os clicks entram para virar nosso mundo certinho e comportado de pernas para o ar...

“Todo mundo já teve um click”, explica o escritor, click é aquele instante de profunda compreensão a respeito de um problema difícil de resolver, um clarão que ilumina uma situação difícil de entender".

Mike George, que também é conferencista da (Brahma Kumaris do Brasil, a organização, fundada na Índia, em 1936, por Brahma Baba, tem hoje cerca de 5000 filiais em 80 países e se dedica ao ensino da meditação e de valores universais que promovam a paz, o entendimento e a harmonia entre as pessoas. ) Brahma Kumaris(*), World Spiritual University e autor de mais dois livros, explica que um click faz você se sentir abençoado, ainda que sem razão aparente, apenas pela súbita percepção de que aquilo é exatamente a coisa certa a fazer ou dizer... Você nem precisa sair à cata de provas ou comprovações, nem mesmo de pensar a respeito, o click não é "pensamento"... é absoluta certeza nascida de uma experiência que mexe com seu ser inteiro e faz você se sentir assim como o menino da historinha, inundado, diferente, pronto para receber a vida... clicks transforam seres humanos acomodados em visionários, sim!

Muito bem, os clicks podem mudar nossa vida, mas a gente precisa aprender a procurá-los ou favorecer momentos em que eles naturalmente ocorram. E este é o objetivo do autor de "Os sete clicks essenciais", fornecer inspirações capazes de nos tornar profundamente receptivos e mobilizar uma ação, aquele gesto que precede as mudanças, nos tira da rotina e nos liberta de padrões que tantas vezes só nos fazem sofrer...

Segundo o mestre, insights nascem nos jardins sombreados da nossa alma, lá onde raramente vamos. Imagine que neste pátio perfumado existe um portão trancado com uma velha chave enferrujada. Apenas aquele que pratica a meditação, o autoconhecimento e o serviço ao próximo consegue fazer girar a chave. Parece trabalhoso?

Não desanime. Pratique o desapego, ensina o professor. Tente não se identificar tanto com o que acontece ao seu redor. Cultive a calma, como quem amorosamente cuida de um jardim. Páre já o que está fazendo e ache um cantinho onde possa sentar-se confortavelmente e, por alguns minutos, voltar-se para dentro e “observar” seus pensamentos e emoções, sem mergulhar neles. Imagine que este turbilhão que agita sua mente mente são nuvens num céu bem azul, varridas pelo vento, sempre passando, simplesmente acontecendo... Relaxe... Isto é meditar... é o início...

Quer experimentar um dos clicks do professor Mike George? Escolhi o primeiro deles para você:

”Não fale. O maior poder é o poder do silêncio e o eu essencial é silencioso. Você já parou para pensar porque as bibliotecas têm um ar especial? São lugares onde muitos se congregam, mas onde o silêncio é lei. Silêncio em um ambiente significa presença de mentes silenciosas e mentes silenciosas não estão apenas relaxadas, como também se concentram melhor e criam com mais liberdade. Imagine que você está na biblioteca da sua mente, folheando a sabedoria acumulada nas prateleiras da sua vida - ouça o silêncio, perceba a imobilidade. Peça a qualquer uma de suas vozes interiores que possa vir a interromper sua atenção para, por favor, calar-se! Uma mente em silêncio permite que você ouça o coração.”

Para saber mais: Viva Melhor, os sete clicks! essenciais para uma vida sem estresse, de Mike George, Publifolha e 1001 Meditações, de Mike George, Publifolha.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


adilia
Adília Belotti é jornalista e mãe de quatro filhos e também é colunista do Somos Todos UM.
Sou apaixonada por livros, pelas idéias, pelas pessoas, não necessariamente nesta ordem...
Em 2006 lançou seu primeiro livro Toques da Alma.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoajuda clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa