Menu

Reprogramar uma Vida. Necessário, mas, nada fácil

por Saul Brandalise Jr. em Autoajuda
Atualizado em 02/07/2024 10:55:56


Certamente, você foi atraído pela identificação do conteúdo do texto, afinal, quem não quer reprogramar a sua vida e evoluir?
Todos nós queremos, na realidade.

Sempre pode haver um ponto em que estamos insatisfeitos com os resultados que obtemos, em nossa vida presente. Se há dinheiro suficiente poderemos ser vítimas da monotonia ou precisaremos nos recolher, pois em qualquer situação social, somos reconhecidos. Perdemos a liberdade. Para quem tem dinheiro, liberdade pesa muito.

Se não temos recursos suficientes e o buscamos a qualquer "preço", poderemos cometer falhas no percurso, que nos custarão muito caro. Nossa autoestima, nosso caráter, nossa fé, poderão pagar um alto preço evolutivo. A vida é Causa e Efeito.
Fez, agiu, atuou? Na vida, há retorno. É assim que evoluímos.

Enfim, pouco dinheiro é problema. Muito dinheiro pode ser problema maior ainda para nossa evolução... Quem tem pouco pode se adaptar, mas, quem tem muito pode perder o foco mental. Virar vítima de seu Super Ego e se tornar um arrogante vaidoso, até mesmo sem sentir. Em verdade, somos, o resultado da somatória de todos os valores em que acreditamos e aplicamos em nossos atos. Valores familiares, sociais, religiosos, ou Filosofia de Vida, e do meio profissional em que vivemos. E é com eles, os nossos Valores Mentais, que poderemos conseguir sucesso, felicidade e alegria ou, por outro lado, tristeza, mágoa, dor ou raiva.

Quanto mais ignorantes formos, dos Valores de uma Encarnação, mais facilmente nos deixaremos envolver por promessas absurdas, das "leis sociais", "religiosas", "familiares", por manias de nosso povoado ou por verdades equivocadas, que nossa mente adestrada cria. Provavelmente este é o ponto exato, que exige de todos nós, a reflexão necessária, para começarmos a reprogramar a nossa vida. Jamais viveremos uma única encarnação. Passaremos, como humanos, por todos os signos. Não usamos tão pouco do nosso cérebro por acaso.

O primeiro passo não é andar. Por paradoxal que possa parecer é preciso PARAR. Olhar para nossas decisões passadas, avaliar e entendermos o momento ruim, e o bom, que estamos atravessando. A esta atitude pode-se dar o nome de Ato de Humildade. Fácil de fazer? Obviamente que não. Sempre vamos encontrar desculpas, e justificativas, por nossas falhas, e até erros, que são falhas repetidas, e não evoluídas e corrigidas.
Neste momento podemos estar procurando buscar os culpados pelas situações que passamos. Claro que para nós, todos os demais podem ser os culpados. Esquecemos que tudo acontece porque permitimos, aceitamos ou nos subordinamos. As falhas e erros foram nossos...

Sim, permitimos que as pessoas interfiram em nossas vidas. Permitimos que parentes, amigos, empresa, familiares e religiões adentrem nossos territórios mentais e, na maioria das vezes, o fazemos por comodidade, ou adestramento religioso ou familiar. É mais fácil nos deixarmos levar pela corrente de nossa vida, do que criarmos obstáculos, ao nosso favor evolutivo. Somos únicos. Nossa impressão digital prova isso.

Reprogramar nossa vida exige, após nos conscientizarmos de que fomos nós os culpados pela situação que vivenciamos, uma reestruturação nos nossos chakras. Certamente estarão desalinhados. Somos pura energia e cabe a eles, os chakras, a correta distribuição desta energia pelos nossos corpos, que vão do Sutil ao Físico.

Obviamente, que não se trata de uma tarefa fácil reprogramar uma vida. Garanto, contudo, que é possível. Faça uma lista do que você não quer mais para si e ponha "as mãos à obra". Sempre comece pelo mais difícil. Jamais pelo mais fácil. Por quê?


Porque se você resolve os problemas mais fáceis pode se achar vitorioso e quando chegarem os mais difíceis poderá fraquejar. Esta sopa tem que ser tomada muito quente e nunca pelas beiradas... como se diz no ditado popular... Sopa quente, come-se pelas beiradas. Aqui é quente mesmo a primeira bebida. Ataque sempre o problema mais forte. Resolvendo este, muitos deixarão de existir.

Nunca, durante o processo, se preocupe com o que os outros vão achar de suas atitudes. A maioria pode achar você "um(a) banana", só que te mentem e afirmam o contrário. Principalmente se você tiver uma forte posição em uma empresa ou na família. Neste momento "seja egoísta" e faça o que seu coração mandar, pelo menos uma vez na vida. Para mim, isso chama-se cuidar da Autoestima Evolutiva, nunca será egoísmo.
Seu quarto chakra vai adorar a sua nova posição.

Cuidado, não se trata de uma tarefa fácil, afinal, todos, em sua volta, estão acostumados com você da forma que lhes é conveniente...

Cuide-se, saiba decidir ao seu favor. Cresça Mentalmente. Reprograme a sua Vida, ao seu Novo processo Evolutivo.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 55


saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoajuda clicando aqui.

Deixe seus comentários:



Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 


Siga-nos:
                 


© Copyright 2000-2024 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa