auravide auravide

Sem Barreiras


Mônica* Enviou um e-mail em 31 de Outubro deste ano para o STUM parabenizando a equipe por conseguir fazer com que ela, que mora provisoriamente em um pais da Europa Central, se sentisse em casa com os assuntos abordados, as matérias e os interativos oferecidos pelo site.

Em outra mensagem de 1 de Novembro, ela pede informações sobre material disponível na NET para do-in, visto que ela estava com dores nos pés e nas mãos. Nesse dia me encontrava justamente no STUM (Em São Paulo, Capital) e o Sergio Scabia me pediu uma “dica” sobre a possível causa destes problemas físicos.

Após uma sintonização à distância da Mônica, captei que suas dores nas mãos e nos pés eram decorrentes de problemas no seu 5° mês de gestação.
A solução encontrada foi a de usar esta seqüência de perdão e de devolução de energia, feita quando em estado de relaxamento:

"Peço perdão pra minha mãe por tudo que ela me causou durante a minha gestação e também a perdôo por tudo e peço perdão por tudo que causei a ela durante a minha gestação.
Neste momento quero romper todos o grilhões que possam estar me prejudicando entre eu, minha mãe, minha gestação e a hora de meu nascimento e quero devolver à minha mãe uma energia dela que está em mim.
Peço perdão à minha mãe e também a todos aqueles que participaram do meu nascimento por tudo que lhes causei e também os perdôo por tudo. Sei que tudo que fizeram foi pensando em fazer o melhor. Não os culpo por nada. Estamos todos livres".

"Neste momento eu devolvo esta energia à minha mãe... 1; 2; 3; JÁ!!"


O retorno da Mônica no dia seguinte confirmava as dificuldades de relacionamento que ela tinha com a mãe, relatando que estava começando com os exercícios e que já se sentia melhor.

Mais confiante com o resultado, Mônica retornou perguntando mais coisas e apareceu então em cena o pequeno filho Pedro* de 4 anos. Ele tinha uma enorme dificuldade de ir para escola, tossia constantemente e chorava.

Resultado, mais uma “Sintonia à distancia” e a captação revelava problemas com o pai no momento da fecundação, durante a gestação e na hora do nascimento.

Foi então enviada a orientação de que ela e o marido fizessem o exercício do perdão pro filho, mas o marido se recusou a faze-lo, alegando que amava o Pedro e que não teria sido possível ele sentir algum sentimento de rejeição proveniente dele.

Foi sugerida também uma Formula de Florais desenvolvida para harmonizar estes fatos agora conhecidos.
Pela resposta da Mônica, dizendo que não havia a possibilidade de encontrar em sua cidade as essências sugeridas, a Intuição mandou que fossem enviadas as fotos das Flores escolhidas, e que pela primeira vez fossem usados de uma forma bem diferente... e assim a Mônica começou a mentalizar as Flores e a transferir a energia inerente para o chakra cardíaco do menino Pedro e do marido.

Neste momento Mônica teve um “insight” espetacular.

Resolveu então pedir nada menos que a interferência dos Anjos da Guarda do marido e do filho, para que eles propiciassem o perdão reciproco...

Mas, apesar das grandes melhoras, tanto na Mônica como no Pedro, sabíamos que podia ser feito algo mais e então partimos para a “captação do Inconsciente”, quando foram acessados os inconscientes da Mônica e do Pedro, para buscar as causas raiz da situação atual.

O resultado desta sessão que ocorreu em 19/11/02, fez com que se percebesse uma serie de ocorrências que tiveram inicio com graves problemas na hora do nascimento do Pedro, que chegou a ingerir liquido amniótico, quase morrendo asfixiado.
Retornando cronologicamente, foram detectados mais fatos relevantes durante a gestação e fecundação. Apareceu também um interessante aspecto de estrategista militar de sucesso em outra existência.

Acessando o inconsciente da Mônica verificamos insatisfação dela quanto ao momento atual e, voltando mais profundamente, encontramos dois registros de vidas anteriores.
- O primeiro quando o atual marido era seu filho e ela mantinha um relacionamento bastante frio com ele. Buscando em seguida a causa raiz deste fato, verificamos que em outra vida anterior, com os dois se amando de paixão, aconteceu algo que deteriorou profundamente a relação. Ele mentiu sobre a sua virilidade e após o casamento, esta mentira (e somente a mentira, e não a impotência em si), arruinou consequentemente o casamento.

Durante as captações se efetuaram os perdões e foi passado para a Mônica todo o histórico dos registros acessados, sugerindo que ela própria reforçasse os perdões mentalmente.

Agradeço a todos da equipe Vidanova pela possibilidade que estou tendo de divulgar este trabalho para que outros capacitados possam utilizar estas praticas tão divinas e eficazes.
Quero concluir, não com as minhas palavras, mas transcrevendo na integra a ultima mensagem da Mônica de 22/11/02, pra que V. perceba por si que de fato “Não existem Barreiras”.

Olá Eraldo, Olá Sergio, Olá Maria Alice,

Muito obrigada por estarem comigo em pensamento, energia e sempre com disposição em ajudar a todos nos!!!
Olha, acabei de ler e reler a sua mensagem. Tudo foi uma grande surpresa para mim. Coisas que eu já havia sentido e nunca comentado com ninguém, e sua mensagem veio confirmar muita coisa.
1) Pedro - realmente achamos que durante o parto, Pedro engoliu o liquido amniótico, pois tive complicações na hora do seu nascimento e demoraram a decidir e correr comigo para a sala de cesariana. Pedro nasceu "azul", pois deve ter-lhe faltado um pouco de oxigênio também. Foi um nascimento difícil, tanto para mim quanto para ele.
Ainda ontem comentei com sua professora que ele adora brincar com armas, falar em bombas, etc. Ela disse que é normal, uma vez que ele é menino, e está nos genes. Eu pensava que era devido a vivermos num lugar onde houve guerras e ele sentir/captar tudo isso. Mas, já que foi um comandante, está entendido.

Já não lhe dou o remédio para tosse faz uma semana. Ele ainda tossiu um pouco durante este tempo, mas está quase 100% bom. Espero e tenho fé que continue assim. Sigo fazendo mentalmente os exercícios com os florais todas as noites.

2) Sim, estou insatisfeita com toda essa situação de trabalho, futuro incerto, decisão quanto ao que fazer em 2003, etc. Confesso que depois que o meu filho nasceu, tenho tratado meu marido muito friamente. Talvez isso seja minha reação à impotência dele em outra vida. A magoa ficou e agora estaria lhe dando o "troco". Para minha surpresa, ontem senti uma grande mudança em mim, grande vontade de ficar mais perto dele, de ter intimidade. Isso o fez muito feliz e sinto que há amor entre nós.

Vou fazer o exercício do perdão (de mim para meu filho e marido). Amo muito os dois, e com certeza só quero a paz e amor entre todos nós.

Sim, autorizo o Vidanova publicar meu caso, mas por favor, a mudança de nomes e lugares é muito importante, pois tudo isso é muito particular.

Um grande abraço e muito obrigada por me fazer entender o porquê de tantas coisas que acontecem na nossa vida.
Paz, Amor e Harmonia para todos vocês!
Mônica

* Mônica e Pedro são nome fictícios.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


eraldo
Eraldo Manfredi é ...
O querido colaborador e amigo Eraldo Manfredi nos deixou no dia 16 de agosto 2006, após longa e corajosa luta contra doença. A contribuição e a dedicação de Eraldo foram de inestimável valor para o stum e para muitos usuários e sua ausência - somente física - deixa em todos nós uma saudade imensa.
- Clique aqui e conheça o Interativo do Perdão.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa