auravide auravide

A ingestão de óleos essenciais é segura?


Apesar de ser uma técnica utilizada em países como a França, a ingestão não é indicada para pessoas que não tenham conhecimento profundo em Aromaterapia. Mesmo na França, os óleos essenciais são prescritos como se fossem remédios e apenas por médicos e profissionais habilitados. Óleos essenciais são muito concentrados e são necessários dezenas ou centenas de quilos da planta para produzir um litro de óleo essencial. Então imagine o quão concentrado o óleo essencial é.

Além disto, cada óleo essencial é composto por dezenas de componente químicos.
Alguns são extremamente irritantes em contato com a pele. Através da ingestão, o óleo essencial entra em contato com membranas mucosas, que são muito mais sensíveis e suscetíveis à irritação. Existem outras formas de tratamento interno, que não seja a ingestão. Através da massagem, o óleo essencial é capaz de penetrar na pele, entrar na corrente sangüínea e atingir o órgão desejado. Mas sempre diluído em óleo vegetal ou creme de base vegetal, pois, como descrito acima, o óleo essencial é muito concentrado.

De acordo com o livro "Essential Oil Safety", de Robert Tisserand e Tony Balacs, "é recomendável que os óleos essenciais, para serem tomados oralmente para propósitos médicos sejam apenas administrados por médicos ou profissionais que tenham alto conhecimento de toxicologia de óleos essenciais" (pag. 32-33); "Uma desvantagem da administração oral é que alguns ingredientes de óleos essenciais podem irritar a membrana gastrointestinal... cujo efeito pode ser imprevisível... podem induzir a náuseas...

CONTRAINDICAÇÕES NO USO ORAL:

Alcoolismo, uso de anticoagulantes (aspirina..), problemas de coagulação, amamentação, câncer, cirrose, endometriose, epilepsia, febre, glaucoma, hemofilia, hepatite, problema nos rins, gravidez, lupus erimatosos sistêmico, problema na tiróide". (pag. 230-231)

Para todas estas condições existem alguns óleos essenciais contraindicados. Há quem vá dizer que no uso externo (massagem, inalação, compressas, etc), também há várias contraindicações. Porém, por via oral, a taxa de absorção do óleo essencial é muito maior (e lógico, mais arriscada!). Como aromaterapeuta, eu não recomendo o uso por quem não tenha conhecimento suficiente para tal ou não esteja apoiado por um profissional habilitado.

Atenciosamente,

Beatriz Yoshimura
Aromalife Comercial
Bellarome - Distribuidor SP
Tel: (11) 3326-7371 / 9128-0119
[email protected]


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


clube WebMaster é o Apelido que identifica os artigos traduzidos dos Associados ao Clube STUM, bem como outros textos de conteúdo relevante.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa