Home > Autoconhecimento

Hoje, animal... Amanhã, anjo!

por Wilson Francisco

Hoje, animal... Amanhã, anjo!

Após a publicação do artigo "O Sacrifício do cãozinho, uma missão de luz", recebi muitos e-mails. Minha gratidão plena e de coração para os internautas que acompanham meus escritos me apoiando e aplaudindo ou me criticando. Envolvo todos em energia de paz, saúde e alegria. Cada um agrega em mim valores imprescindíveis para meu aprendizado aqui no Planeta Azul. Estou, inclusive, me colocando à disposição dos internautas e daqueles que possuem Pet Shop para oferecer apoio e orientação, através do Projeto Mutação.
M., a quem me referi no citado artigo, é proprietária de um Pet Shop. Ficou emocionada quando leu a história do seu cãozinho e foi até o Instituto, onde passei várias informações e realizamos processos tanto para o Pet Shop, como para os clientes. E ela me confidenciou que notou boas mudanças na sua loja, bem como nas clientes e nos animais.

"Sempre amei os bichinhos, mas enquanto casada, o máximo que pude ter foram passarinhos, diz Mareg uma internauta. Após a separação, numa noite (aliás, madrugada) apareceu um lindo gato siamês, belíssimos olhos azuis, na frente da minha casa. Primeiro, eu o espantei. Mas, ele, seguia me olhando, tão lindo. Eram 5 horas da manhã. Eu o acolhi, adotei o gatinho e o chamei de Gabriel, aquele que anuncia a boa nova. Levei no veterinário e começamos a dormir juntos (como se fosse meu ursinho de pelúcia), abraçados.
Estou com ele há 3 anos, tratando-o como deve ser feito. Mudamos, saímos da casa grande e viemos morar num apto. de 1 dormitório, ele sempre comigo, agora, na companhia de outra gatinha.
Há menos de 4 meses ele começou a definhar, está morrendo dia a dia. Nesse período estive envolvida com pessoas que eu acreditava amigas e me prejudicaram. Já fiz todo o possível pelo Gabriel: transfusão de sangue, soro, antibióticos, tudo, carinho, então... Mas ele está se entregando, não quer comer, parece que não quer mais viver, mas ainda fica de mãozinha dada comigo e aceita meus carinhos. E, cada vez mais acho que ele me protege como um bom anjo.

Célia me escreveu após ler o artigo e me disse poucas e boas, achando que eu apoiava o sacrifício dos animais em benefício da paz nas casas e famílias. Expliquei meu ponto de vista que é de um pesquisador e terapeuta. Entendo os animais domésticos como seres espirituais em trânsito para a angelitude.
A Mareg, sem consciência disso, acertou. O seu cãozinho é um bom anjo, porque todos animais, vegetais, seres humanos, minerais, aves e répteis, são, em essência, anjos.

"O sopro do criador torna-se pedra; a pedra converte-se em planta; a planta em animal; o animal em homem; o homem em espírito e o espírito em Deus". Diz uma frase cabalística muito antiga e que o filósofo de Tours, Leon Denis, estuda em sua obra "O problema do ser, do destino e da dor".

Como seres divinos criados por Deus, também já estivemos neste estágio adquirindo experiências e desenvolvendo valores e capacidades que vão pouco a pouco nos habilitando para mais amplas experiências.

Em processos que realizo no Instituto Alvorecer, consigo resgatar nas criaturas estes poderes ocultos, inacessíveis à maioria das pessoas.
Assim, para uma criatura que sente dificuldade de enfrentar a vida, podemos reacender a chama adormecida da gazela que há em nós e, com este tempero multidimensional, aquela pessoa, antes frágil e temerosa, pode ganhar coragem e ir ao encontro de suas metas e sonhos com mais intensidade, resignificando sua vida.
Há outros que possuem impedimentos nas estratégias, nas decisões e, então, enveredamos pelos labirintos do inconsciente, acessando a sua animalidade latente, para recuperar a astúcia e inteligência motora do gato. E há mulheres mal amadas ou seviciadas no passado por relacionamentos plenos de domínio e desajustes, para as quais será necessário resgatar de sua intimidade essencial a delicadeza do beija-flor ou poder transformador e a beleza da borboleta.

Recentemente, tive um caso interessante. Diante do que vi na sua atmosfera emocional / essencial, sugeri a L. que fizesse o exercício da borboleta, pois num relacionamento anterior fora ultrajada, além de trazer em seu íntimo a rejeição materna que negou a amamentação, quando bebê.
L. é uma pessoa reconhecida pelas qualidades e decisões que toma na empresa. No entanto, durante um mês foi incapaz de realizar o exercício da borboleta, tantos eram os bloqueios impeditivos instalados em seu psiquismo.

A Célia agora está convencida de que não sou contra os animais, mas sim que procuro alertar as criaturas para que cuidem melhor de seus pensamentos e atitudes, para que a energia de seu universo psíquico e da casa onde moram sejam mais acolhedores e seus animais exerçam uma função melhor, transformando-se em companheiros e amigos de jornada.
Ela continua: "Nós, que defendemos os animais estamos sempre de crista em pé porque as atrocidades não param, veja o massacre de 500 mil cães na China... Então, às vezes, esquecemos de desligar a metralhadora, vamos atirando em todo mundo que achamos estarem ofendendo nossos amados animais.
Wilson, se me permite, se puder, gostaria que comentasse essa escolha que os protetores de animais fazem, de resgatar e tentar recuperar animais em péssimo estado na ruas, maltratados, etc. O que significa essa tarefa? Qual o perfil dessas pessoas, por que escolhem sofrer com esses animais e muitas vezes criar dívidas, entrar em depressão, pois resgatar animais maltratados é uma coisa interminável? Pode fazer uma análise do porquê algumas pessoas escolhem isso? E o que estes animais estão simbolizando?

Olha, Célia, somos todos seres divinos, cada um com um papel a desenvolver no Planeta Azul. Não estamos aqui para recreação, fazendo um breve passeio, não. Como as estrelas, os sóis, todos os planetas, enfim, compomos uma comitiva multidimensional que Deus criou para executar tarefas e desenvolver a LUZ INTERNA que cada um possui em sua intimidade. E para tanto, vamos realizando incursões pelos subterrâneos da Terra, pelas matas agrestes, pelos mares profundos, nas metrópoles plenas de luzes e cores, cada um com seu perfil, com seu jeito próprio de ser.

Se o seu jeito divino de ser é proteger os animais, proteja-os. Se lavar pratos e realizar na cozinha deliciosos pratos para seus filhos o faz feliz, lave e cozinhe cantando. Se você é um artesão de qualidade, faça sua arte com um sorriso nos lábios, dedicando-se a enfeitar moradias e corpos. Se suas mãos são abençoadas quando tocam cabelos, unhas e sobrancelhas, execute a tarefa de embelezar mulheres e homens, com satisfação. Se sua inteligência é vigorosa e pode transformar e iluminar os caminhos daqueles que realizam a sua jornada na escuridão ou na miséria, modifique-os e os ilumine.

Madre Tereza de Calcutá deixou uma mensagem que entendo como extraordinária. Dizia ela:
"Muitas vezes, as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas.
Perdoe-as, assim mesmo.
Se você é gentil, as pessoas podem acusá-lo de egoísta, interesseiro.
Seja gentil, assim mesmo.
Se você é um vencedor, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros.
Vença, assim mesmo.
Se você é honesto e franco, as pessoas podem enganá-lo.
Seja honesto, assim mesmo.
O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa, assim mesmo.
Se você tem Paz e é Feliz, as pessoas podem sentir inveja.
Seja Feliz, assim mesmo.
Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você, assim mesmo.
Veja você que, no final das contas, é entre você e Deus.
Nunca foi entre você e as outras pessoas".


Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   



Wilson Francisco é Terapeuta Holístico, escritor e médium espírita. Desenvolve o Projeto Mutação, um processo em que faz a leitura da alma da criatura e investigação do seu Universo, para facilitar projetos, sonhos e decisões, descobrindo bloqueios, deformidades e medos que são reprogramados energeticamente. Participe do Projeto Mutação confira seus artigos anteriores
Email: wilson153@itelefonica.com.br
Visite o Site do Autor
Publicado em: 11/08/2016 17:43:51

Veja também
Sentimentos
3 dicas para não deixar seu relacionamento acabar!
Fogo, Terra, Ar e Água
Antídoto contra Abuso emocional e Violência física
Caminhando de Volta para o Lar...
O Momento do reencontro


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
domingo, 20 de janeiro de 2019

energia
I-Ching: 08 – PI – MANTER-SE UNIDO
Momento favorável à solidariedade. O isolamento enfraquece, a união faz a força. Colabore.


energia
Runas: Jera
Desfechos benéficos e resultados tangíveis para hoje.


20
Numerologia: Cooperação
O dia pede calma e tranqüilidade. Trabalhe em cooperação com os outros. Nada de agitação uma posição de quietude será benéfica hoje. Inspire outros a atingirem seu potencial máximo. Tenha cumplicidade.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Ano novo regido por Marte: O que esperar de 2019?
2. 2019: O ano da Abundância Espiritual
3. O Arcanjo regente de 2019
4. Visualização criativa para experiências fora do corpo
5. Você merece alguém melhor do que eu!
6. O Ano Novo está chegando: o que lhe reserva o futuro?
7. As 5 razões pelas quais você é insegura (e como eliminá-las)!
8. Falando de posturas conscienciais

 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa