auravide auravide

Julgamento


Quando a gente desperta, a prestar atenção nas singularidades da vida, começa a perceber muitas variáveis e unidades, nos Países, nos Estados, nas Cidades, Bairros e nas pessoas que lá vivem. Valores locais...
Sim, existem conjuntos harmônicos de sobrevivência... É só prestar atenção.
Todas as diferenças, na vivência das pessoas, mostram que jamais teremos uma única vida. O corpo tem forma.



A Essência, ou alma, como queira chamar, não tem. Importante prestarmos atenção nas nossas palavras porque elas podem gerar KARMA. E as diferenças que existem nos países, nas regiões e corpos pessoais, são evidências que mostram exatamente isso: Resgates.

Assim, precisamos saber interpretar corretamente a diferença que existe entre avaliar, interpretar e JULGAR. Os dois primeiros verbos, são de conhecimento e possibilidades para evoluirmos em mente e, crescimento. O terceiro, julgar, pode criar Karma, cada ser humano é singular.

Avaliar e interpretar faz parte da evolução da essência ou alma, se preferir, de cada encarnação ou signo, como você quiser definir.
"Quando sentir vontade de julgar alguém, corre em busca de um espelho. Você vai ver que tem defeitos também".

Quando eu julgo, eu faço com os meus valores, que são únicos e singulares. A minha visão, a verdade e conhecimento são, sim, singulares, portanto, só eu vejo desta maneira. Minha impressão digital não é única, por acaso. As regras coletivas precisam ser muito bem interpretadas para serem seguidas... O adestramento cega, e gera medo. A Educação nos permite evoluir.
É muito complicado julgar sem se ter consciência do que fazemos em uma vida.

Fácil não julgar? Claro que não. Todas as vezes que olhamos e vemos começamos a crescer e evoluir mentalmente. Aprendemos; todas as vezes que olhamos e julgamos, não vemos ao nosso favor. A vaidade impera...

Podemos correr o risco de nos tornarmos reféns da verdade dos outros ou, do grupo no qual vivemos. Criticamos e podemos gerar karma, que terá que ser resgatado, nesta ou na vida futura.
"Não julgue as minhas escolhas, você não conhece os meus motivos".



Leia e interprete com calma a colocação acima. Sempre ao seu favor.
A vida é simples: Ou você senta e lamenta, ou levanta e enfrenta... A escolha é nossa!

E evolução é singular, única. Não devemos julgar e sim avaliar, para aprender. Cuide-se.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 36


saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa