auravide auravide

Qual é o seu papel nessa vida?


Nós sempre temos o hábito de passar nossos dias fazendo coisas mecanicamente.
Acordamos na maioria das vezes de mau humor, e saímos para a nossa batalha diária, cada um pro seu trabalho, para o seu estudo ou à procura de algo que preencha o nosso vazio interior, nos estressamos no trânsito da cidade grande, dentro do carro, do ônibus ou mêtro... já tentaram reparar na pessoa ao seu lado? Seja em que lugar esteja, quantos sonhos, quantos desejos e talvez quantos problemas essa pessoa carrega, ou aquele garoto no farol que te oferece balas, o cara que, faça chuva ou faça sol, está lá colocando saquinhos de balas no retrovisor do carro.
De onde eles vêm? E para onde vão quando se encerra o dia? Em geral, nas cidades grandes, é tanta gente indo e vindo, que temos a impressão que não vai sobrar espaço para todos quando pararem de ir e vir.

Pois é... Qual é o papel de cada um de nós nessa vida? Tantas e tantas pessoas circulando ao nosso redor e não sabemos nada sobre elas, o que dirá sobre nós mesmos... não quero aqui dar a impressão que devemos saber da vida das pessoas que nos rodeiam, nada disso, isso é coisa pequena, coisa para fofoqueiros de plantão, mas te pergunto: Você já conversou com pessoas que não são do seu grupo de amigos, pessoas que você vê todos os dias no caminho do seu trabalho, no ônibus, no banco, na fila do cinema...

Sei o que está pensando... Esse cara é louco; imagine se eu vou ficar dando confiança para quem eu não conheço, afinal eu tenho mais em que pensar, do que ficar sorrindo na fila do cinema, no ponto do ônibus... eu até concordo em partes, afinal do jeito que esse nosso mundo anda tão perigoso e cruel, não dá para ficarmos de papo com todo mundo, mas sempre existe uma pessoa que te chama atenção, alguém que te olha no olho e você percebe que dá pra confiar, nada melhor que olho no olho, para definir caráter.
Mas o que eu noto é que todos nós fugimos dessa responsabilidade, preferimos pré-julgar antes de conhecer... mas você se lembra quando era mais jovem? Você falava com todos, tinha sempre um sorriso estampado no rosto, todo mundo te conhecia no bairro, então por que você mudou? Ah! Já sei, tornou-se uma pessoa adulta, uma pessoa séria, uma médica (o), um(a) dentista, um(a) engenheiro(a) um(a) executivo(a), que só tem assunto quando se fala de business, só se mostra no seu grupo de amigos, afinal é fácil todos o(a) conhecem, mas quero ver fora disso, fora do clube, fora da sua roda social, você não se permite nada, e depois reclama porque o mundo está assim.

Qual o seu papel nessa vida? Não como executivo(a) e sim como ser humano que você é, qual é o seu papel nessa sociedade que você tanto combate? Que você tanto critica; por que você mudou tanto? A gente não se dá conta dessa mudança, e quando abrimos os olhos estamos velhos por demais pra querer mudar, pra querer voltar ao que éramos tempos atrás... isso é triste, mas é a realidade, é a vida... Quantos ficaram passando por nós e marcando os nossos rostos, e não fizemos nada, não tivemos papel algum, fomos medíocres coadjuvantes da nossa história.
Pense nisso, acho muito pouco vivemos em condições normais talvez 70 ou 80 anos. Isso passa muito rápido e o que você fez?

Faça amigos, converse com as pessoas, brinque com elas, fale de futebol, repare na pessoa ao seu lado, olhe nos olhos, diga não, obrigado! No farol, sorria, seja um menino(a), fique conhecido no seu bairro, não se preocupe, isso não é vulgaridade, é criar empatia; não passe a sua vida como coadjuvante de novela mexicana.
Descubra qual é o seu papel nessa vida, volte a ser o que você era.

Muita Paz


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 3


nelson
Nelson Sganzerla é
colaborador do STUM.
Visite seu Site



Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa