Somos Todos UM Autoconhecimento
O Portal de

Autoconhecimento

e Espiritualidade

Autoconhecimento


A grama do vizinho sempre é mais verde que a sua?  
Home > Corpo e Mente

A grama do vizinho sempre é mais verde que a sua?

por Maria Isabel Carapinha

Compartilhe
   

Quanto mais nos entregamos a emoções insanas, mais perdemos tempo.
Cada ser humano centraliza o seu aprendizado em um aspecto de sua vida e, neste sofrimento escolhido, coloca uma enorme intensidade que sempre é muito maior do que a de qualquer outra pessoa, segundo a sua ótica.

Uns sofrem pelo financeiro que nunca se equilibra, outros pelo amor que nunca é correspondido, outros pela interminável quantidade de doenças que surgem em sua vida ou outros ainda por relações familiares doentias. Na proporção de nossas escolhas colocamos a nossa ansiedade e quanto maior ela for, maior será a sensação de vítima que você sentirá.

Ser vítima da vida significa que é só você que não atinge seus objetivos, que é só com você que as coisas não dão certo e, certamente, é só a você que ninguém ajuda e compreende. Existem de fato dois tipos de pessoas: as vítimas e os protagonistas. Ser vítima significa insistir em erros e encontrar sempre uma explicação por que eles ocorrem; já ser protagonista significa reconhecer que errou e mudar de conduta.

A passagem de vítima a protagonista depende somente da sua conscientização referente a repetição de processos em sua vida.
Entre em uma análise crítica de sua vida e verifique se as situações se repetem constantemente!
Se a sua resposta for afirmativa chegou o exato momento de decidir que você quer ser feliz e principalmente que quer ser protagonista de sua vida e que a grama do vizinho não é mais verde que a sua, ela simplesmente é diferente!
Através da Mesa Radiônica, é possível identificar o bloqueio original que o leva ao sofrimento em que você se encontra e através dela é também possível eliminar esse bloqueio.

Há algum tempo, atendi uma pessoa que nunca conseguia sucesso em suas relações afetivas, o ciúme excessivo e a sensação de ter que controlar a vida do outro acabava com todos os seus relacionamentos. Em sua mente, havia a seguinte definição: se eu não controlar o tempo todo serei surpreendida por algo ruim.
Iniciei, então, o atendimento com a Mesa Radiônica fazendo o equilíbrio geral de suas frequências energéticas para que pudesse identificar o bloqueio que a levava a atrair este tipo de situação repetitiva. Identifiquei, assim, o momento em que ela tinha doze anos de idade e, no intuito de fazê-la identificar o que havia ocorrido, comecei a perguntar onde ela morava nesta época, em que ano estava na escola e como eram suas relações familiares.
Ela então começou a chorar e me disse: "foi exatamente nesta época que perdi a confiança em qualquer pessoa". Ela me contou que chegou da escola e não havia ninguém em casa e decidiu assistir algo na televisão; como não encontrou nada que a agradasse, resolver procurar no escritório do pai que era apaixonado por filmes algo para assistir. Como não sabia mexer direito no equipamento eletrônico, antes de pôr o filme que havia encontrado, resolveu colocar uma fita mais velha para manejar sem estragar o filme.
Ao colocar a fita no equipamento, aparecia cenas de seu pai com outra mulher na piscina de sua casa. Seu mundo desabou naquele momento! Imediatamente, colocou a fita no local onde havia encontrado e nunca falou sobre o fato com ninguém, mas aquela que era a pessoa mais importante de sua vida e sua referência, havia deixado de ser naquele momento... e se ela não podia confiar nesta pessoa, em quem mais poderia confiar?
A partir daquele fato, havia se instalado o sentimento de posse para evitar que isto acontecesse com ela.
Eliminei tal bloqueio, com uma explicação a seguir das diferenças entre as pessoas e a necessidade de perdoar e nunca julgar o outro.

Quando a cura se estabeleceu, seu magnetismo se modificou de tal forma em sua vida que até mesmo as relações profissionais criaram harmonia. Ela passou a atrair situações interpessoais complementares e não mais relações doentias e, assim, a grama do vizinho deixou de ser mais verde que a sua e ela passou a ser a protagonista da sua própria vida.




Obrigado por votar

Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
A grama do vizinho sempre é mais verde que a sua?
Avaliação: 3 | Votos: 237

Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   


Maria Isabel Carapinha é colaboradora do site, radiestesista e trabalha também com Feng Shui.
Ministra cursos e faz atendimentos em residências e empresas.
Trabalha também com a mesa radiônica fazendo atendimentos em seu consultório ou à distância.
Visite meu Site e Acompanhe Maria Isabel Carapinha no Facebook
Email: isabelc@uol.com.br
Visite o Site do Autor
Publicado em: 22/03/2018 10:12:17

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
domingo, 22 de julho de 2018


energia
I-Ching: 42 – I – AUMENTO
Momento de crescimento, que significa melhora não só no aspecto material mas também no espiritual. Ele acontece quando as ações e, acima de tudo, os sacrifícios são feitos em favor dos outros.


energia
Runas: Eihwas
50% já está conquistado, o resto e com você. Aja!


22
Numerologia: Idealismo
Dia para dedicar-se a obras que beneficiem todos ao seu redor. As atitudes devem ser abrangentes enfocando grupos de pessoas. Mantenha os pés firmes no chão e aja de forma a melhorar as coisas para os outros.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Se você não se posiciona, não adianta reclamar da inconveniência do outro!
2. Enfrente seus medos
3. Como é um relacionamento ideal para você?
4. Quem são os abusadores emocionais perversos e como agem?
5. Aceite seus sentimentos
6. Falando de chacras e iniciações espirituais
7. Por que Você é assim?
8. Por que há espíritos negativos?



 
© Copyright 2000 - 2018 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade