Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

E na madrugada do 1 de janeiro de 2001

Publicado dia 12/20/2000 11:41:31 AM em Corpo e Mente

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

E na madrugada do 1 de janeiro de 2001 Deus apareceu do meio dos céus e voltou seu olhar sobre sua criação..........

Começando o novo milênio, Deus resolveu voltar para a terra feito homem, para visitar a sua criação. Observando a evolução de sua criação, durante os últimos 2000 anos, Deus ficou muito triste e desapontado. Conforme ia andando pela face da terra, observou os céus invadidos por verdadeiros monstros de concreto, vidro e aço, enquanto lá embaixo "O Homem pequeno e insignificante", concentrado em multidões, os admirava como se fossem Deuses. Observou também que as aves, que com tanto amor, ele tinha posto no céu azul, tinham desaparecido. No lugar delas, viu enormes pássaros de aço que voavam sem bater as asas, à velocidades supersônicas no alto do céu cinza, como as próprias trevas. Viu enormes foguetes lançando chamas, voando quase à velocidade da luz, entrando e saindo da tão protegida atmosfera terrestre. Que será isso? Onde será que eles vão?

Maior foi a surpresa quando resolveu visitar a região do Oriente Médio, onde passou a sua última temporada na terra. Viu o céu azul transformado em fogueira, seus filhos matando-se uns aos outros em nome de Deus. Altas torres invadiam o Céu jogando fumaça preta, das chamadas refinarias de petróleo. Os peixes morrendo nas praias, devido a um óleo preto jogado nos mares do Senhor. Quantas mais decepções deixava para atrás, outras iam aparecendo. Visitando a Europa oriental, uma estranha radiação remanescente, atingia toda forma de vida da região, diminuindo ainda mais os recursos naturais para a sobrevivência.

E mais uma vez, se retirou ao monte onde costumava meditar e orar, na sua passagem, há 2000 anos atrás, e elevando seu olhar para o céu disse: Pai qual foi o meu erro desta vez? As águas contaminadas, a terra não produz fruto algum, os peixes estão morrendo, os animais selvagens desaparecendo. Os homens que se matam uns a outros, por motivos banais, se comunicam entre si, através de uma janela eletrônica, passando os dias e as noites sentados à sua frente. Deixaram de desfrutar das tantas maravilhas que criaste para sua felicidade, Pai: os rios, mares, cachoeiras e lagoas, os montes, prados e montanhas. Se não fosse a águia tão fiel à ti, mesmo as mais altas montanhas pereceriam de solidão. O ser humano, a mais maravilhosa e amada de tuas criaturas, trocou a tua criação pela Internet. Deixou de procurar o teu olhar nos olhos do seu irmão. Deixou de sentir o suor da tua fronte na fronte do seu irmão. Deixou de ouvir as tuas palavras através das palavras do seu irmão. Deixou de tocar a tua mão ao evitar cumprimentar o seu irmão.

Deixou de receber o teu infinito amor, no abraço do seu semelhante. Deixou de enxugar as tuas lágrimas, nas faces dos seus entes queridos. E deixou de ver a tua luz no brilho dos olhos das crianças quando riem. E a tua Igreja meu Pai....Que através da palavra, devia edificar a mente humana, construindo assim, o reino de Deus, acabou se tornando o reino dos homens através das riquezas da tua terra. E depois de 2000 anos da minha partida, vejo os homens sem rumo, novamente praticando a idolatria. Plumas e sininhos penduradas no teto, para afastar os demônios e garantir o sono tranqüilo de cada noite. Duendes, gnomos, simpatias, magias, velas e cristais usados para o homem conquistar aquilo que sem a minha presença seria impossível. Era apenas pedir, que tudo seria concedido, e de maneira mais efetiva. "Eu sou o caminho, a verdade e a vida", mas ninguém compreendeu. De nada serviu morrer na cruz para libertar os homens do jugo que carregavam. Era tão simples, só chamar por mim, que eu daria a minha luz para desfazer as suas trevas. Mas uma coisa era preciso: soltar o controle, entregar a mim suas tribulações e humildemente acreditar na divina providência.

- "Foi tão grande o desvio que os homens fizeram da minha idéia, que se Eu não fosse filho de Deus, já teria mandado todo mundo para o inferno".

E, vendo o reino de Deus fracassar na sua frente, Jesus estendeu seus braços ao céu e orou ao Pai. Mais uma vez pediu compaixão para os homens e voltou à sua tarefa. Então, mandou reunir os doze filhos preferidos, lembrando do dia em que distribuiu entre eles seus dons divinos, para assim, tomarem conta da Criação e, mesmo não tendo conseguido, resolveu dar-lhes mais uma chance.

Encomendou a eles uma tarefa, através da qual seriam testados na sua habilidade para continuar cuidando da criação. Um a um receberam a encomenda de construir a morada do novo homem, onde uma Nova Vida será iniciada. Por amor à Deus, o homem será feliz e criará felicidade ao seu redor.

por


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor

Visite o Site do Autor

Veja também
Como fazer alguém gostar de mim?
Faça as pazes com Você


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa