auravide auravide

Hábitos podem fazer mal à saúde


Talvez você saiba, talvez não: à noite, nós medimos normalmente 2 a 3 centímetros menos do que pela manhã!
Você pode pensar 'ah, isso não faz nenhuma diferença'. Como temos cada vez menos percepção de nosso corpo, pode parecer que isso não é nada, mas para a sua coluna e para as suas vértebras isso é bastante importante porque elas é que ficam comprimidas. A explicação é simples: a lei da gravidade não age só sobre a maçã de Newton, age também sobre nossos corpos, de todos nós.

E a melhor maneira de perceber isso, e de trabalhar o corpo para eliminar ou diminuir bastante esse problema é, simplesmente, deitar no chão, pelo menos duas vezes por dia, de preferência no período em que você está trabalhando no computador ou sentado em qualquer cadeira ou poltrona.
É fácil? O exercício é bem fácil, mas não sei se você encontrará um local para praticá-lo no ambiente de trabalho. Experimente primeiro em casa, você vai gostar muito e logo poderá passá-lo para colegas de trabalho e juntos vocês talvez achem um local para a prática.

Quando você deita no chão (pode ser em cima de um tapete ou de um lençol ou toalha, mas de preferência que a peça seja de algodão) você sente que algumas áreas de seu corpo encostam no chão e outras não, e percebe que existem desníveis bem acentuados entre um lado do corpo e o outro. Porque as áreas tensas ficam repuxadas, não relaxam e não se soltam no chão. Como resolver isso? Dobre os joelhos, apóie os pés no chão e movimente o corpo para baixo e para cima (para nosso corpo, para baixo é sempre o lado dos pés e para cima é sempre o lado da cabeça, não importa se estamos de pé ou deitados), ou seja, para o lado dos pés e para o lado da cabeça.

Agora, estique o corpo novamente no chão e observe se houve alteração na forma do corpo se apoiar no chão - normalmente, com 2 ou 3 minutos do exercício já se nota que o corpo se solta bem mais no chão. Então, volte a fazer o movimento; desta vez com uma perna esticada e a outra com o joelho dobrado e o pé apoiado no chão. E em seguida, inverta a posição das pernas e continue.
Volte à posição deitado normal e observe seu corpo. Agora faça o movimento com as duas pernas esticadas, mais 2 ou 3 minutos, pare, e volte a observar seu corpo. Ele está muito mais solto e relaxado no chão, não está?

Esse exercício faz parte do Método Menegatti de Ginástica Funcional e é muito eficiente. Mas você pode experimentar outros, como pedalar com as duas pernas, sempre deitado, primeiro para frente e depois para trás. E sempre comparando a condição do corpo no chão antes e depois do exercício.
Você também pode fazer exercícios de alongamento de pé, posturas de Yoga sentado e vai ver que sempre há resultados.

Quer ver que engraçado? Experimente fazer o 'palming' (exercício que passamos no artigo passado - Yoga na Cadeira), numa mesa normal, com livros ou almofadas para você apoiar os cotovelos sem forçar os braços ou tensionar o pescoço; e pode também fazer o 'palming' sentado a cavalo numa cadeira comum e apoiando os cotovelos no encosto da cadeira. Esfregue as mãos e coloque-as sobre os olhos fechados, sem tocá-los, e imagine que os olhos estão relaxando muito e estão vendo um negro muito negro, a cor do veludo negro, por exemplo. Depois de 5 minutos desse exercício você deita novamente no chão e compara com o resultado antes de fazer o 'palming'. Parece mentira, mas o corpo se solta muito no chão, porque relaxando os olhos, relaxamos o corpo inteiro.

O automatismo do corpo

A quase totalidade de nossos movimentos é automática, não temos a menor idéia de como os fazemos. Quer ver? Cruze seu braços. Nenhuma dificuldade, não é? Agora cruze ao contrário, ou seja, inverta a posição dos braços, o de cima vai para baixo e vice-versa. Ué, ficou difícil? Por que, se foi tão fácil da primeira vez.

Agora, observe como você veste uma camisa ou a calça comprida. Sempre o mesmo braço, ou a mesma perna, vai na frente. Agora tente inverter, colocando a perna que ficou em segundo lugar, em primeiro... mas tome cuidado para não cair, hein? Que difícil, não?
Pois é, para desenvolvermos a capacidade de atenção e concentração, temos que prestar atenção a tudo que fazemos fisicamente, e tudo que pensamos. Você sabe que 97% dos pensamentos de hoje da quase totalidade das pessoas são pensamentos de ontem, anteontem, 10 dias atrás, um ano, 10 anos, 50...

E, assim, como podemos ser criativos? Da mesma maneira, embora tenhamos mais de 600 músculos no corpo inteiro, poucas pessoas utilizam mais de 100 músculos. É tudo repetição, programação física e mental, hábitos e mais hábitos.
É preciso ficar atento e observar se o que fazemos e pensamos é de fato escolha nossa ou foi 'enfiado' em nós pelas mães e pais, pelas professoras, pela igreja e agora, pior ainda, pela TV, rádio e essa chamada 'grande' mídia, que só é grande na manipulação que tenta fazer conosco.

Para finalizar um exercício mental não muito racional: qual é a metade de 8? Eu conheço 6 respostas corretas. Envie-nos as suas, e se acertar as 6 que eu conheço, você ganhará de brinde 3 ( E se acertar mais do que 6, ganhará 6 edições.
Envie sua resposta para [email protected] ou ligue para 11-3063.1115 e fale comigo. E veja também nosso site: link que tem muita coisa fora dos padrões ditos normais. Tanto que nosso slogan é: O jornal das boas notícias.
Temos também o DVD Yoga no Computador, que tem muitos exercícios para quem fica muito tempo no computador.) edições do Jornalternativo. (*)



estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


roberto
Roberto Inácio é jornalista, foi publicitário, radialista, é diretor-proprietário do Jornalternativo e é autor do livro Yoga para os Olhos e do DVD Yoga no Computador. É terapeuta energético e dá cursos de Pranaterapia e Radiestesia.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa