auravide auravide

Lá em Portugal


Lá em Portugal, fui à Fátima no dia de Pentecostes, porém, antes disso vivenciei algumas experiências muito intensas e para mim, totalmente inusitadas.
Primeiro, eu não queria viajar, tinha um medo absurdo e não conhecia a razão. Já nos últimos momentos antes do embarque desejei cancelar tudo. Conversei com alguns amigos aqui e lá em PT, e todos ficaram consternados com minha situação. Por fim, decidi. Fui.
Após 8 dias da minha chegada, arranjei um "bela" infecção dentária, e minha vitalidade descambou.

No dia 13 quando cheguei no Centro de Luz, a diretora se assustou com minha aparência e me encaminhou para um tratamento de reiki. Quando as terapeutas (eram 2 reiki-master) mediram minha energia com o pêndulo, pasmaram diante da ausência completa de energia vital, eu tinha morrido e havia esquecido de deitar-me! Iniciaram o que é chamada a cirurgia espiritual do reiki, e após 30 minutos, uma delas exclamou ! Oli, N.S. Fátima está aqui contigo. Aproveita para fazer contato. Fique sozinha com ela.

Eu fiquei foi meio desapontada (se tivesse energia - diria - furiosa) porque nisso eu não creio. Elas me deixaram só, e comecei a pensar: Oli, tu és uma bruta, pois a cultura católica romana nada tem a ver com a tua crença. Esteja ou não presente, a energia da Grande Mãe é uma só, é aquela que deu origem à humanidade, ao menino Jesus que se tornou o homem Cristo, e a ti também. Verdade ou não, a seguir senti-me um bocado mais forte e outros pensamentos surgiram, levando-me a meditar sobre tudo que comigo acontecia. Desejei intensamente a cura. Então, senti minha cabeça e meus pés serem tocados. Acreditei que eram as três mestres que estavam a trabalhar lá no Centro, quer dizer, voltaram p/o tratamento a fim de continuar o trabalho.

Curiosa abri os olhos e ninguém estava na sala. Critiquei-me pela "falta de sensibilidade". Fechei os olhos, e continuei repousando. E de novo senti-me tocada. Uma pressão ao mesmo tempo suave e forte. Pensei, estou louca, agora estou a sentir mãos invisíveis. Será sugestão? Foi quando um pensamento surgiu: deves ir a Fátima, e numa gruta com quatro colunas encostar na central. Ali vai encontrar o que procura há tanto tempo!. Ao mesmo tempo, outro pensamento: bobagem, deliras, é a febre. Entretanto, o desejo de ir à Fátima se configurou e forte. Instantaneamente senti-me forte. Levantei-me e dirigi-me à recepção, onde as três estavam a conversar. Indagaram-me: então, que fazes aqui? Volta pra maca pois o tratamento não terminou.
Surpresa, respondi que me sentia muito bem, e comuniquei que iria a Fátima. Nesse instante a diretora retrucou alegando que já sabia. E não era por acaso. Assim lá fomos. Eu não encontrei a gruta com 4 colunas, mas um local de oração com a imagem da Santa. Não tinha jeito de me encostar na coluna central, pois era um sitio redondo sustentado pelas 4 colunas. Foi quando lembrei-me de que era dia de Pentecostes e veio-me à mente um poema de Rudolf Steiner para essa época do Ano. A seguir, avistei uma secular e frondosa oliveira situada bem no centro de todo o local (ressalto que já havia passado por ali umas quantas vezes à procura da tal gruta que nunca encontrei). Nesse mesmo instante fui acometida de uma forte emoção, e da frase inicial do poema citado, foram surgindo outras com muita intensidade. Sentei-me ao pé daquela imensa oliveira e tive a seguinte inspiração:

Só onde se finda o saber dos sentidos ...
É que a Alma se ergue perante a Natureza Humana!
Mundos sobre mundos e Reinos sobre reinos,
Homens junto a homens.
Corações unidos, Amores Perfeitos.
Palavrório mudo diante da Pureza,
Pureza de Ação, Ação Perfeita.
Em Harmonia e Sintonia.
Alma Pujante, Espírito Fulgurante, Humano Flamejante, OH! Coração Solar!
Inflamante do nosso penar. Sanante do nosso pensar.
Pensar que conduz à Paz. À Paz da Imortalidade.
Então é Felicidade!
Coragem e Vigor transbordante de Amor
Ao mundo vai curar, e a Paz há de Reinar,
Como sempre reinou, desde a Eternidade e para toda a Eternidade.
Isto é a Grande Maternidade a irmanar a humanidade,
a iluminar a cristandade, a guiar a cordialidade
rumo à razão Suprema, a qual é Sabedoria Plena.
Então o humano se torna Crístico e o Cristico se torna Humano
e a Divindade é reconhecida.
Assim é, assim foi E sempre será!


(LOCA DO ANJO - FÁTIMA - 20.5.2002 - Meio dia)


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


clube Olibenice Urbaitis é consultora de QUIROSCOPIA (exame das mãos) e atualmente atende em seu consultório em São Paulo.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Corpo e Mente clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa