Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

O que o Eneagrama nos mostra

por Salomão Fiks
Publicado dia 07/07/2000 11:46:19 em Corpo e Mente

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Todos nós, adultos, temos uma visão de mundo, de acordo com os nossos óculos e as cores de suas lentes. Ao se conhecer o Eneagrama nós percebemos que além da nossa visão de mundo existem mais outras oito! É muito comum escutarmos pais dizerem coisas tipo: "meu Deus! Não sei onde esse meu filho aprendeu a fazer essas coisas eu (ou nós) não somos assim..." "Essas coisas" podem ser do tipo "como meu filho é tão ordeiro, se nós aqui em casa somos tão baguncentos", ou, "puxa, eu sou tão ordeira vivo ensinando meu filho a ser organizado, mas não adianta!..." O Eneagrama esclarece este mistério.

Cada um de nós já nasce com uma "raiz", com uma tendência a seguir determinados padrões. A criança, vai crescendo e vai adaptando o estilo de educação, de vivência que tem com os seus parentais (pessoas que convivem junto com ela) à sua própria tendência, à sua predisponibilidade, que já existe. Então, esta predisposição seria a "paixão" ou o "vício psicológico", ou como chamava Gurdjieff: "defeito" ou "traço principal" que fica claro na primeira infância e se fixa na segunda infância e adolescência, por uma lógica infantil, por algo cognitivo que fixa, no sentido freudiano da palavra.

Todos nós temos fixações oriundas de certas etapas da vida, em função de certos acontecimentos, geralmente traumáticos e repetitivos, que fazem desencadear reações típicas e recorrentes como se fosse uma segunda natureza da pessoa. Este "defeito", ou "traço principal" seria a viga central, a viga mestra da personalidade que sustenta o casarão do Ego. Pois bem, se nós entendermos a personalidade como uma árvore com seus galhos, ramos e folhas, podemos intuir que é possível mudar os ramos, as folhas, enrolar os caules quando jovens e fazer até esculturas com os seus ramos e folhas. Não podemos, entretanto, mudar a sua raiz que é a essência da árvore e que envia a seiva específica para o caule, ramos e folhas. O que nos resta fazer?
Metaforicamente, precisamos dissolver, diluir aquelas partes da raiz que esta produzindo uma seiva inadequada. Certo? Então, quanto antes agirmos junto à raiz impedindo que ela produza e envie uma seiva inadequada, melhor, é claro. E é ai que o Eneagrama entra, fornecendo as ferramentas necessárias e adequadas para realizar este trabalho.

O Eneagrama mostra que não existe só aquele jeito único e certo de educar as crianças, de acordo com a visão e a cor que seus óculos proporcionam; que as crianças, não necessariamente, são do mesmo tipo e jeito que os pais; que sendo diferente dos pais, não são necessariamente piores do que eles; que devem ter uma aceitação incondicional da criança aprendendo a aceitar e a incentivar com adequação, as suas características peculiares.

O Eneagrama pode proporcionar a forma adequada para se conhecer e tratar uma criança mediante uma aceitação incondicional, com congruência e autenticidade, proporcionando um crescimento com uma ótima saúde física e mental.


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 16 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
clube Salomão Fiks é Psicólogo clínico, atende adolescentes e adultos, individual e em grupos.
Conheça o interativo de Eneagrama
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Cuide da sua energia
artigo O Invisível, visível, 2
artigo Quando as Estrelas Descem Para Dançar no Coração do Homem
artigo O poder do desinteresse








horoscopo



As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa