Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Reflexão: Elo e Apego

Reflexão: Elo e Apego
Publicado dia 12/06/2001 17:48:02 em Corpo e Mente

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Creio que existam muitas diferenças sutis entre essas 2 palavras: ELO e APEGO. Foi num curso sobre mudança, que tomei conhecimento da importância do entendimento dessas palavras tão simples, mas que podem transformar e nos libertar.

Gostaria que você, neste momento, parasse um pouco e pensasse o que significa elo...... Você tem um elo com quem ou em que?

Agora, poderia definir o que significa apego, que sensações você tem ao pensar nessa palavra e a quem ou em que você se sente apegado (a)?

A palavra elo, para mim e para alguns ouvintes da rádio que participaram do programa sobre esse tema, tem um sentimento muito forte de liberdade, de prazer sem obrigação. O elo entre as coisas e as pessoas se dá no momento certo, sem forçar nada e com uma certeza de que aceitamos o outro do jeito que ele é. Há um elo muito forte até mesmo quando ficamos anos sem ver alguém. Esse elo vive, apesar do tempo, ele transcende o nosso consciente. Ele simplesmente existe. É como nosso elo com a natureza, não moramos na praia, mas ela está lá.

Agora saindo do elo externo, gostaria de refletir sobre nosso elo conosco mesmo. O elo de sermos nossos próprios amigos, de nos aceitarmos como somos, de nos permitirmos viver coisas importantes, mesmo que os outros não percebam. Essa é a verdadeira manutenção de nosso elo com a nossa própria alma. Entramos em depressão quando perdemos essa ligação. Temos a impressão de sermos seres fragmentados. Ora somos razão, ora emoção ora nem sabemos quem somos. Precisamos religar esse elo com nossa alma para não perdermos o elo de nossa evolução consciente.

Quanto ao apego... esse sentimento de sofrimento, controle, aprisionamento. Uma ouvinte me disse que era tão apegada à mãe que, não aceitando sua morte, ficou em depressão por 3 anos. Se, em lugar do apego, houvesse o elo, ela entenderia a transcendência da morte e a continuidade da ligação. Depois de refletir sobre isso, ela entendeu. Outra ouvinte, falou que seu casamento estava acabando por ciúme. O apego ao marido, estava afastando-a dele, pois ele estava se sentindo sufocado. Disse que agora era tarde para recuperar isso.

Para mim, o apego é a falta de segurança, auto-estima e falta de fé. Quem se apega, não acredita no amor, na experiência e... no que seja bom enquanto dure... Nós, seres humanos, gostamos de vivenciar determinadas coisas enquanto esses momentos nos trazem alegria, bem estar, crescimento e felicidade. Mas temos mania de manter situações que já não nos fazem bem. O apego nos dá a falsa ilusão de controle, de satisfação e de amor. Uma mãe que ama seu filho de verdade, entende que ele é um ser único e separado dela, que tem vida própria e experiências a serem vividas. Toda mãe sente na pele que não pode proteger seu filho a vida inteira.

Qualquer tipo de apego traz cegueira. O apego ao dinheiro, à religião, ao carro, à casa. Qualquer tipo de apego vai contra as nossas necessidades, não enxerga a mudança, a transformação das necessidades. Quantas vezes nos apegamos a algo e depois que soltamos, o novo veio e foi muito melhor ou pelo menos importantíssimo para o nosso crescimento.

Espero que saibamos transformar todos os nossos apegos em elos. E... que a vida flua, conforme a nossa alma peça as mudanças. Espero que saibamos reconhecer que, quando nossos olhos perdem o brilho é porque é tempo de mudança, seja na profissão, na saúde, nos relacionamento, etc. O corpo sabe o que dá prazer, saiba ouvir e, de vez em quando se olhe no espelho para saber o que seus olhos dizem. Medite para saber o que sua alma deseja e tenha coragem de deixar vir o novo. O novo pode vir até na mesma casa, no mesmo relacionamento e na mesma pessoa. O novo vem da renovação de atitudes, da mudança de pensamento e ações, que ainda não experimentamos. O novo vem de dentro...


Segue abaixo um Exercício de Imagens Mentais por Izabel Telles para ajudar a mudar esse padrão mental

Se você sente que não consegue se desapegar de algo ou de alguém aqui vai uma sugestão de exercício:

O Caminho Dourado

Sentada, olhos fechados, respire 3 vezes lentamente e veja-se sentada numa praia tendo o mar à sua frente. Do seu lado esquerdo veja a pessoa ou aquilo de que quer se desapegar, e veja esta pessoa sair lentamente do seu lado (ou sendo levado ou levada) para seu lado esquerdo, lentamente, banhado por um chuva bem fininha dourada.
Acompanhe esta pessoa ir desaparecendo lá no infinito.
Então, respire aliviada e abra os olhos.

Faça, no mínimo, por 21 dias ao acordar.

por Simone Arrojo

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp

Sobre o autor
Simone Arrojo é apresentadora do programa Virando a Página, na Rádio Mundial, aborda assuntos relacionados a Constelação Familiar e Autoconhecimento.
Trabalha com Grupos todas às terças e quintas-feiras; Atendimentos Individuais com Constelação Familiar; Palestrante e Organizadora de Projetos de Qualidade de Vida e Constelação Sistêmica em Empresas; Dirige Grupos em Viagens a Lugares Sagrados em vários países para trabalhos terapêuticos.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor







Energia do Dia
Responsabilidade. Aguce seu senso de responsabilidade hoje. Conscientize-se do outro mas não assuma responsabilidades desnecessárias, pois os compromissos que assume hoje deverão ser cumpridos até o fim.
Faça sua numerologia

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa