Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Sair fora da energia da massa lhe trouxe a cura

por Maria Isabel Carapinha
Sair fora da energia da massa lhe trouxe a cura
Publicado dia 05/08/2020 00:01:44 em Corpo e Mente

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

A humanidade em geral vive hoje em um emaranhado de energias negativas, resultantes dos sentimentos e emoções da massa. Essas energias atuam nos corpos inferiores dos seres humanos trazendo reflexos negativos a todas as esferas de nossa vida, seja no campo emocional, seja na saúde ou no financeiro.
A mídia com o seu sensacionalismo nos induz a acreditar que estamos à beira do caos em todos os aspectos e quanto mais nos conectamos a tudo isso menos vivemos em liberdade.

A crise financeira, decretada antes mesmo do ano começar, fez-nos acreditar que este ano era de falta, e no crédito dado a ela, a falta vem.
No aspecto afetivo, acreditamos que as pessoas não querem mais compromissos, que os relacionamentos não são mais do que alguns momentos vividos a dois.
Na saúde, algumas doenças algumas pessoas nem mesmo o nome verbalizam, com a plena certeza da condenação.
Esta energia da massa nos faz viver sentimentos e emoções que não são nossos, leva-nos a desempenhar papéis que não são para serem vividos por nós e, em última instância, nos faz passar por situações que não precisaríamos viver se não desafiássemos o limite.
Todo aquele que deseja viver bem deve criar um patamar vibracional de freqüência que irá criar à sua volta um poderoso campo de força de pura Luz Branca intransponível a qualquer dissonância.

Há aproximadamente um ano comecei a atender uma pessoa que estava com câncer de mama e havia escondido por cinco anos seu problema à família. Foi o maior desafio da minha vida de radiestesista; no íntimo do meu ser, eu tinha certeza absoluta de que tudo seria resolvido, mas ao mesmo tempo, o que ouvíamos à nossa volta eram posições de dúvidas e incertezas atreladas sempre ao fato de ter deixado passar muito tempo.
Os diagnósticos recebidos eram horríveis e passados com a maior frieza. Esta pessoa que recebia o diagnóstico tinha em sua mente a decisão de se curar e sempre me dizia que não acreditava no que lhe diziam, pois caminharia para a cura.

Iniciei o seu tratamento pela cura do local onde ela dormia, eliminando a energia telúrica que havia sob a sua cama que a fez desencadear tal doença. Ela seguia cada orientação médica com afinco, mas, na mesma intensidade, atendia a cada solicitação que eu lhe fazia seguindo o tratamento feito pela Radiestesia.
Fiz inúmeras Mesas Radiônicas para ela no intuito de eliminar todos os bloqueios energéticos que haviam desestruturado a sua saúde.
Fiz tratamentos de cromoterapia utilizando a pirâmide, a fim de eliminar a quantidade excessiva de energia telúrica, entre outros.
O tratamento com os florais foi também de suma importância, ajudando a eliminar todas as células malignas de seu corpo.

O tratamento clínico seguia com todo respeito e dedicação. As sessões de quimioterapia eram duras e sofridas, mas em cada uma, ela fazia a contagem regressiva dizendo que faltava pouco, os terríveis efeitos colaterais eram sempre encarados como um novo desafio. O apoio da família foi muito, mas muito importante, tenho absoluta certeza, mas no objetivo de nunca se entregar à energia da massa, ela animava a todos dizendo "falta pouco". Quando perguntavam a ela como estavam as outras pessoas que ela encontrava durante o tratamento, ela dizia que nem olhava para a cara delas, pois estavam doentes e super abaladas emocionalmente. Haviam com certeza entrado na energia da massa, sentindo-se condenadas, o que dificultava sobremaneira o tratamento e a recuperação delas.

O tratamento seguiu, os cabelos caíram, mas o bom-humor e o alto-astral nunca deixaram de lhe acompanhar; a vontade de passear continuou a mesma, mesmo após as sessões de quimioterapia. Ela sempre dizia: "saio para não pensar e não me sentir doente".

Em paralelo ao tratamento clínico, fizemos tratamentos energéticos direcionados e, assim, a cada médico que ela encontrava, causava espanto com a evolução positiva do seu caso; diziam que ela estava completamente diferente e muito melhor do que o esperado.
Sei que não foi fácil cada etapa vivida e sofrida junto, mas é com enorme orgulho e felicidade que digo que vencemos esse desafio juntas. Em primeiro lugar, pela fé inabalável que ela tem e a enorme conexão com o Divino. Além de que, em nenhum momento, ela se conectou com a energia da massa, que poderia tê-la derrubado desde o primeiro minuto.

Inúmeras foram as pessoas que lhe estenderam a mão com conselhos, receitas, com apoio e até mesmo com histórias parecidas; a todas elas, eu agradeço, mas agradeço com todo meu coração por um dia ter descoberto esta minha missão de vida e através dela poder ajudar inúmeras pessoas.



estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstar
O artigo recebeu 252 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
isa
Maria Isabel Carapinha é colaboradora do site, radiestesista e trabalha também com Feng Shui.
Ministra cursos e faz atendimentos em residências e empresas.
Trabalha também com a mesa radiônica fazendo atendimentos em seu consultório ou à distância.
Visite meu Site e Acompanhe Maria Isabel Carapinha no Facebook
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa