auravide auravide

Ser Grande


Aqui em Cusco, ou como preferem os nativos QUSQO, a energia é abundante. Vim por algumas razões e, como sempre, as surpresas aconteceram.
Buscava reencontrar Daniel Saul, menino que conheci alguns anos atrás e com o qual rapidamente formamos uma boa amizade. Daniel, no entanto, não estava em Cusco, tinha ido até a casa de sua mãe no interior. Pediu a um amigo para nos receber e é sobre este que gostaria de falar.

Rosalio Malaqui Ttito, apesar de seus 20 anos, é um sábio. Sua mãe morreu quando ele tinha apenas 3 anos de idade e assim foi criado pelo pai. Sem irmãos e sem mais ninguém além do pai, foi se fazendo como ser humano, buscando em seu interior as verdades da alma. Sempre quis estudar e se aprofundar em conhecimentos sobre as verdadeiras sensações que levam um ser humano e o guiam em seu dia-a-dia. Morava em uma casa sem eletricidade e com banheiro do lado de fora. Banhava-se esporadicamente.
Durante estes dias que passamos aqui em Cusco e Macchu Picchu, Rosalio está sendo o nosso guia. Especial, pois nos levou a lugares distintos daqueles que os turistas freqüentam. Viemos buscar as coisas que precisamos em espaços sem muita vibração externa.

Não são as condições que fazem um ser humano melhor ou pior. É a sua determinação de evoluir e de entender o que realmente o move nesta vida. Os Peruanos que vivem nesta região são assim. Hoje sei que nada é por acaso...
Primeiro Rosalio nos levou a um local muito antigo em que tivemos que percorrer algumas galerias tremendamente escuras e finalmente saímos em um túnel que dava para o ar livre. A sensação é inenarrável pela auto-superação do escuro, pelo medo de circular em silêncio por locais de que nada se sabe e isso é, no mínimo, sufocante. Trata-se de um renascimento... Efetiva superação. Os ‘españos’ são muito estreitos e em alguns é preciso levar a mochila na frente. Para passar é preciso contrair a respiração. Não posso revelar onde fica, porque não é permitido ir lá. Fica em Cusco...
Vim com tanta determinação em fazer algo novo que consegui...
No dia seguinte, realizei um sonho. Fiquei ao lado de um condor e fui por ele tocado com seu bico em meu braço direito, num leve beliscão...
No almoço, Rosalio nos falou sobre as suas poesias e escritos.
Achei que esta deveria dividir com vocês.

SER GRANDE
Ser Grande no significa tender todo el dinero del mundo.
Ser Grande no significa ser governante de uma nacion.
Ser grande no significa vivir em una mansion.
Ser Grande es tener um corazon puro e digno.
Ser Grande es derramar uma lagrima por los demas.
Ser Grande es amar e ser amado.
Rosalio Mallqui Tito.


E eu concluo:
Ser Grande é respeitar o Livre Arbítrio do outro e saber administrar corretamente o seu SIM e o seu NÃO, como na trilogia Inka (com ¨k¨ mesmo) em que a Serpente representa a astúcia que todos temos que ter para superarmos os nossos obstáculos. O Puma, cuja força nos impele para frente em qualquer circunstância.
E finalmente o Condor, o animal que voa mais alto, indicando a paz e o amor que precisam estar acima de qualquer coisa. A sabedoria de cada um se expressa na utilização correta destes elementos.

Sei que nos veremos.
Beijo na alma



estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1




saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa